terça-feira, 21 de julho de 2015

Benjamin Fulford - "A cabala está sendo sistematicamente desmantelada, então, 'basta apenas assistir enquanto se desenrola', diz o Pentágono" - 20.07.2015




Isto é o que uma pessoa de alto nível do Pentágono tem a dizer sobre o desmonte em andamento da máfia khazariana: "Apenas assista, enquanto se desenrola. Serão tentados a conseguir um forcado aqui e ali, todavia, guarde-os no armário. Tudo será realizado sem um único tiro disparado se tudo correr conforme o planejado".

O principal evento para desencadear tudo isso, foi o acordo entre a Rússia, Inglaterra, China, França, Estados Unidos, Alemanha e Irã, para garantir ao Irã o direito de desenvolver pacificamente energia nuclear sem desenvolver bombas nucleares. O fato é que, de acordo com dois membros da família real iraniana, a família Bush vendeu bombas de nêutrons com ogivas de mísseis nucleares para o Irã anos atrás. Os iranianos tentaram devolver essas armas para o regime de Obama, mas foram repelidos, segundo altas fontes da CIA.

Em qualquer caso, o acordo nuclear com o Irã significa que uma campanha de 30 anos da máfia khazariana e seus políticos escravos em Washington e Tel Aviv, de usarem o Irã como pretexto para iniciar uma guerra mundial chegou ao fim.

Há uma enorme tentativa em curso da máfia khazariana em Washington para tentar derrubar o acordo com o Irã.Todavia, senadores e congressistas que tentarem trair seu próprio povo, irão encontrar-se enfrentando acusações de traição e corrupção passiva de Israel, um país estrangeiro.

No momento, o Secretário de Defesa americano, Ashton Carter, está visitando Israel, Arábia Saudita e Jordânia, para "lerem o ato de motim", de acordo com fontes do Pentágono. O que Carter vai dizer ao criminoso de guerra Benyamin Netanyahu é que, agora que a questão nuclear iraniana já foi resolvida, a Rússia, o Vaticano, o Pentágono, a UE, a China, etc. estão exigindo que Israel desmantele o seu próprio programa nuclear desonesto, dizem as fontes.

O presidente russo, Vladimir Putin, disse que esse acordo "irá contribuir na luta contra o terrorismo no Oriente Médio", bem como "auxiliar no reforço da segurança global e regional, na não proliferação nuclear global" e "na criação, no Oriente Médio, de uma zona livre de armas de destruição em massa".

Estas declarações públicas de Putin, foram apoiadas por um Membro Russo da Sociedade do Dragão Branco - SDB, que disse: "A Rússia não assumirá dos Estados Unidos a tarefa de protetor de Israel, porque não é do nosso interesse fazê-lo".

O impulso contra a máfia khazariana veio do complexo industrial militar dos Estados Unidos, numa coprodução russa, que forçou o escravo da casa – o Presidente Obama a ler um roteiro inteiramente novo. Os chineses estão assumindo um papel passivo, embora de apoio a esta campanha, dizem fontes chinesas e do Pentágono.

No momento, existe uma grande ofensiva para negar a Netanyahu um visto para visitar a ONU em Setembro, ou então, prendê-lo por crimes de guerra quando ele chegar, dizem várias fontes. O mesmo é verdadeiro para muitos membros do regime desonesto Saudita.

Além disso, o Pentágono e seus aliados, estão pressionando por um fim na ajuda militar americana a Israel, porque é contra a lei dos EUA enviar armas a um país (ou seja, Israel) que é contra o tratado de não proliferação nuclear. Não só isso. Recentemente, os israelenses utilizaram ou tentaram utilizar ativamente armas nucleares na Síria, no Iêmen, na Ucrânia e em outros lugares. No entanto, por anos, o Pentágono colocou “back doors”nas armas vendidas para Israel e Arábia Saudita,de modo  que podem e estão sendo neutralizadas quando necessário.

Altos membros da máfia khazariana tem vindo, por anos, tentando cooptar os chineses, vendendo tecnologia militar ocidental e lhes oferecendo a oportunidade de "dominar o mundo", desde que os khazarianos possam ser seus banqueiros. No entanto, os chineses estão plenamente conscientes de que os khazarianos estiveram por trás das guerras do ópio e foram que marmaram o Japão para invadir a China e roubar seu ouro.

O resultado, é que a aliança BRICS, o Vaticano, a Europa, o Pentágono e a maioria dos centros de poder do mundo, agora estão claramente alinhados contra a máfia khazariana.

Os Árabes Sauditas já entenderam a mensagem e prenderam 421 membros do falso grupo terrorista khazariano ISIS, justamente antes da visita de Carter, para mostrar que estavam dispostos a se virarem contra os khazarianos.

O mesmo acontece na Nigéria, onde a cúpula militar expurgou oficiais que aceitaram dinheiro das khazarianos, para financiar o obscurantista e violento movimento Boko Haram (Livros são proibidos).

Dos Estados Unidos, por sua vez, chegou uma notícia bizarra, alegando que George Bush pai "quebrou um osso do pescoço", mas que estaria em "boas condições".



De acordo com fontes do Pentágono, Bush foi atacado, porque sua máfia de drogas da CIA envolvida com drogas, permitiu que Joaquim "El Chapo" Guzman, escapasse de uma prisão de alta segurança, pouco antes de ser extraditado para os Estados Unidos e forçado a testemunhar contra ramo de tráfico de drogas da CIA. No entanto, uma alta fonte da CIA, que realmente trabalhou com Bush, disse que "Bush morreu há meses". O Pentágono, está agora no caminho de uma guerra contra facção da CIA que lida com drogas, embora, a menos que legalizem e regulamentem as drogas, irão entrar numa batalha perdida.

Quando assistirmos criminosos, chefes de gangues de Bush/Clinton, como Hillary Clinton e Jeb Bush, presos e publicamente acusados de assassinato, etc., saberemos que o expurgo realmente começou a morder o osso.

De qualquer modo, a máfia khazariana continua a vociferar e ameaçar. Recentemente, o desenvolvimento mais ultrajante foi a criação de um tribunal judaico para julgar o Papa Francisco.

Eis parte de sua carta:

Em razão do Vaticano reconhecer a organização conhecida como Autoridade Palestina como uma nação e que se referiu a ela como uma nação em suas documentações. Sua Alteza referiu-se ao chefe da referida autoridade, como um "Anjo da Paz", como foi explicado por um porta-voz do Vaticano e que sua intenção era incentivar Abu Mazen para avançar em direção à paz.

Estas ações, para nossa grande consternação, são consistentes com uma longa série de ações e posturas iguais aquelas dos dias em que Religião Católica Romana, jurou perseguir Israel, porque nos recusamos a aceitar seu Messias como o “Messias de Israel”.

Este tribunal autonomeado, "julgará o Vaticano... Colocando a responsabilidade sobre o Vaticano em todos os resultados de suas ações".


Sabemos que nos últimos anos, os khazarianos fizeram várias ameaças de atacarem Roma com armas nucleares, sendo esta carta, mais uma ameaça velada desses fanáticos supersticiosos de fazerem a mesma coisa. Essas pessoas, segundo suas próprias palavras, afirmam que são do mesmo grupo que condenou Jesus Cristo à morte.

No momento, o problema que enfrentam, é que não existe mais o equivalente do Exército Romano, (tais como o Pentágono) para poderem manipular e realizar suas vontades. Em qualquer caso, é um fato histórico e genético que os judeus Askhenazi, tiveram sua origem na Ásia Central e que os palestinos são os genuínos descendentes dos habitantes da antiga nação Judaica.

A mensagem para os europeus que sofreram lavagem cerebral em adoração ao Satanás Babilônico, disfarçado de Judaísmo (ou seja, Judeus Talmúdicos) é que "a verdade vos libertará".

Cada vez mais, revelações sobre a lavagem cerebral em massa de Europeus, através do uso de antigos textos de pastores cativos estarão sendo divulgados nos próximos meses, na medida em que a humanidade estiver finalmente libertada do longo pesadelo dos pastores de ovelhas Hicsos, adoradores de Satanás.

Nos próximos meses, na medida em que o colapso do mundo da máfia khazariana se acelerar, outros eventos mundiais também necessitarão serem examinados.

Um grande acontecimento foi a decisão do governo japonês de permitir que forças armadas japonesas participassem de campanhas militares defensivas no exterior. Isto foi parte de um movimento em andamento do Pentágono para tentar criar uma paz mundial genuína, unindo todas as forças de defesas do mundo, numa única organização de defesa planetária e de manutenção da paz.

Russos, vietnamitas, japoneses, australianos e outros, já concordam com isso. Esta força não será usada para guerras coloniais ilegais, de agressão e ocupação.

No entanto, chineses, indianos e outros, estão esperando que organizações internacionais como a ONU e o Tribunal Mundial deixem de serem instrumentos do imperialismo ocidental e se tornem verdadeiros representantes do povo do mundo, antes de estarem dispostos a cederem mais soberania para organizações supranacionais, como uma força  de manutenção da paz mundial.

Em outras palavras, existe um genuíno interesse pela paz mundial, fim da pobreza, da destruição ambiental e o começo de uma Nova Era. Não existe mais consenso para uma Nova Ordem Mundial fascista.

Também existe muita coisa acontecendo que não pode ser relatada no momento. No entanto, o Grão-Mestre Illuminati, Alexander Romanov, foi libertado de sua prisão involuntária num hospital psiquiátrico japonês. Isto foi resultado de uma pressão de alto nível sobre o governo japonês e que demonstra que uma mudança fundamental de poder ocorreu aqui. Em outras palavras, os khazarianos perderam o controle do Japão.

Também existem importantes reuniões acontecendo nesta semana envolvendo: Chineses, Russos, várias sociedades de artes marciais, Illuminati, a Sociedade do Dragão Branco, Maçons e outros grupos. Todos desejando a volta do controle do sistema financeiro para o povo.


Autor: Benjamin Fulford 
Fonte primária: http://benjaminfulford.net
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais artigos do Benjamim Fulford Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...