segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Mestre Saint Germain - "Ressonância e ascensão" - 27.11.2015



Abençoados mestres!

Que ótima oportunidade de encontrá-los me é oferecida, de trazer energia e conhecimento em nosso auxílio mútuo! Saibam que trago essas palavras nesse agora de seu tempo, não apenas em seu auxílio, mas em meu próprio também. Afinal, não é a todo o momento que tenho a possibilidade de encontrá-los, grandes mestres, de coração aberto a permutar as energias sagradas que trazem em seus seres. Trata-se de grande oportunidade que muito me alegra.

Trago também um enorme amor que sustento em meu coração, por vocês. É um amor incompreensível à sua consciência em estado de limitação temporário. Amor também pela trajetória que percorrem de transmutação de todo planeta às esferas mais elevadas da consciência.

Partiram de um ponto denso, escuro, de onde não se via o horizonte logo ali à frente. Era um entardecer sem luz a o iluminar. Chegam em um ponto no qual o horizonte é evidente, luminoso, diria radiante, dominado pela benevolência das energias de transmutação. 

O mundo se transforma rapidamente e é banhado por energias que o levam cada vez mais próximos de um estado de consciência expandido, no qual não terão mais dúvidas de toda a magia e abundância que já permeiam seus seres, em amor, auxílio e benevolência.

Meus mestres, sustentamos energias vibracionais extremamente sutis, as quais já podemos irradiá-las a seu mundo, em razão do nível enérgico que estão a sustentar. Irradiamo-las em auxílio à missão que outrora aceitaram e em amor e comprometimento à criação e a TUDO QUE É. Temos também ajuda de seres celestiais vindos de todo o cosmo, somente para ampará-los. Trata-se de um processo de proporções inimagináveis ao seu atual nível de compreensão, pela grandiosidade que representa.

Nesse trabalho benevolente seu mundo está sendo, digamos, higienizado, limpo dos velhos e obsoletos padrões de energia que se habituaram a conviver. Seus corpos estão sendo transmutados de forma a poderem sustentar energias amorosas cada vez mais sutis, em benevolência a seus seres e a toda criação. Por essa razão suas consciências se descomprimem, aceitando progressivamente padrões mais elevados e benéficos ao seu mundo.

Passam a se reconhecer merecedores de algo melhor, de algo que esteja em consonância com seus atuais níveis vibracionais de ser. Reconhecem-se como filhos do criador, dignos de receber toda a riqueza que Ele oferece aos seus filhos. O velho se torna desinteressante porque simplesmente não ressoa com seus seres. E assim, tirando o foco desses antigos elementos, eles simplesmente deixam de existir em seus mundos, em suas realidades.

Claro que, por um momento, passam por um vazio existencial, onde o velho não ressoa e o novo ainda não está inteiramente implementado. Mas o importante é que já visualizam o novo, enquanto o velho nada mais diz.

Vejam só! A medida que as consciência se expandem, o velho se torna desinteressante, obsoleto, chato, (risos), fazendo com que procurem novas formas. Essa procura libera a energia criativa que trazem junto a seus seres e, assim, criam uma nova realidade.

Meu peito se enche de alegria, pelo fato de poder os apresentar esse simples processo ao qual estão reavivando suas próprias energias criativas, visualizando novas e melhores formas de ser, de fazer as coisas. Essa simples visualização, em comunhão à vontade do coração, aquela que verdadeiramente ressoa com seus seres, transmuta as antigas formas simplesmente por não mais a aceitarem em ressonância. Reconhecem-se merecedores de algo melhor e se põem a criar um novo e melhor mundo de paz, compreensão e abundância.

À medida, portanto, que expandem a consciência, aumentam seus níveis vibracionais e, tudo aquilo que foi edificado sob o apoio de energias densas e obsoletas, que lhes causavam a contensão das consciências, começa a ruir. E isso por um simples motivo:mudaram seu foco porque aquilo já não ressoa com seus seres, não lhes traz mais interesse.

É tudo muito mais simples que concebem, porém não menos magnífico e majestoso. É a criação, em prol do criador, apresentando toda sua perfeição divina. E vocês estão no centro desse processo, ensinando toda a criação o que significa ser um maestro de sua fonte espiritual.

Sim, queridos, não se menosprezem! Realizar um trabalho tão lindo e magnífico sem ter acesso à totalidade de sua consciência é somente para aqueles que sustentam um coração forte, cheio de fé, amor e benevolência. Por isso foram escolhidos, porque possuem as fontes mais seguras de toda criação, trazendo-as em seus corações.

Tanto que, mesmo diante de toda densidade e restrições de todos os tipos que enfrentaram, jamais perderam a fonte sagrada de seu ser, que é mantida em seus corações. Jamais deixaram de olhar para a chama de Deus em seus corações, que continua acesa e radiante. E hoje podem bater no peito com força, para bradarem: Olhem aqui! Olhem aonde cheguei! O que eu fiz, olhem isso! E nisso não há qualquer pretensão ou arrogância, porque o que fizeram foi grande.

De nossa perspectiva, hoje os vemos, meus amados, como grandes almas, muito maiores do que imaginávamos que fossem quando aceitaram assumir esse compromisso. E assim eu os agradeço, pois somente assumi uma posição espiritual nesse belo processo porque sabia que poderia contar com vocês, os melhores! Aqueles escolhidos em razão dos dons únicos e insubstituíveis que sustentam.

Graças ao trabalho que realizam e da chama que mantiveram acesa em seus corações, muito em breve verão manifestações maravilhosas em seu mundo. Vocês verão! E eu não diria isso em falso, não mesmo, porque EU SOU O QUE EU SOU! E faço questão que saibam que tudo está bem, aliás, em toda a criação!

Eu sou Saint Germain e, por isso, peço que aceitem essa verdade que lhes apresento!


Canal: Thiago Strapasson
Veja mais mensagens do Saint Germain Aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...