terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Julie Redstone - "O momento da revelação" - 13.12.2015



Esta é a assinatura deste momento de revelação, isto é, que a ascensão da Luz na matriz física da Terra e em seus habitantes, pode agora permitir que as raízes de tudo o que precisa de cura seja curado através da transformação do próprio corpo.

Neste momento de revelação, dores do passado, há muito enterradas, podem se manifestar agora, a fim de que sejam atendidas com compaixão e cura mais profunda. Isto não significa que os esforços passados na cura de tais dores foram desperdiçados, somente que eles foram incompletos e não puderam ser concluídos antes, na presença da luz maior.

Muitos que pensavam que questões específicas foram concluídas, perceberão durante este tempo de revelação, que ainda não o foram, e é importante que assim seja sem culpa por coisas que ainda são remanescentes e que se pensava que tinham desaparecido. Não é a própria pessoa  ou os próprios esforços que foram falhos nestes casos. Não é uma falta de vontade ou de energia que foi aplicada anteriormente. É que as condições internas que afetaram tanto o corpo quanto a mente não foram adequadas, antes deste tempo, para extirpar não apenas as tendências mentais como as emocionais que levaram a padrões indesejados, mas também as raízes destas tendências incorporadas no corpo. Estas, muitas vezes, permaneciam, apesar dos melhores esforços. A fim de que o corpo se torne mais claro, a fim de que traumas, perturbações, tristezas, julgamentos e medos do passado sejam liberados, suas raízes no corpo devem também ser extirpadas e liberadas.

Esta é a assinatura deste momento de revelação, em que a ascensão da luz na matriz física da Terra e em seus habitantes pode agora permitir que as raízes de tudo o que precisa de cura seja curado através da transformação do próprio corpo e da liberação da energia armazenada que aí permaneceu, desconhecida ao eu consciente. O corpo sempre alojou estas energias, mas a mente e as emoções podiam somente reconhecer a sua própria parte na criação ou na manutenção dos distúrbios do equilíbrio ou dos pensamentos que eram indesejáveis. Agora, o próprio corpo liberará os pontos fixos em que estes pensamentos residem e, assim, surgirá maior liberdade para cada alma encarnada.

Deve-se ser paciente ao longo disto. Deve-se confiar no resultado até mesmo na presença de maior perturbação emocional. Deve-se abrir mão do desânimo e da crença de que as coisas estão recuando e não avançando. Tudo isto contribui para o impulso do processo de cura, permitindo-lhe que se mova nos ritmos que o aumento da luz espiritual permite e incentiva, de modo que maior quantidade de cura possa ocorrer.

Portanto, amado, seja paciente. Seja tolerante. Pois o momento da liberação será seguido por um momento de maior liberdade e o momento de se sentir acossado por problemas será seguido por um tempo de alegria e de esperança para o mundo.


Autor: Julie Redstone
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais Julie Redstone Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...