quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Mestre El Morya / Elohim Astréa - "O caminho da plenitude" - 07.12.2015



Filhos amados, mestres a caminho da unidade de corações!

Com grande amor e festividade retornamos, agora para lhes falar sobre o querer interior, sobre a identificação dessa ânsia que lhe traz o coração, com o que está em consonância, em harmonia com seus seres e com a obra que o Pai Celestial lhes reservou junto à criação.

Na atual vida física, foram rotineiramente treinados a fazer escolhas racionais e a sempre analisar cautelosamente todos os parâmetros envolvidos antes de decidir. Todo o seu sistema de crenças educacional e social os treinou arduamente, ano após ano, a realizarem escolhas que fossem lógicas, que possuíssem justificativas e que estivessem em consonância com aquilo que a sociedade espera. Aquilo que lhes dizem ser o correto trajeto a ser perseguido e todos esses caminhos que os colocam diante de parâmetros exteriores.

Diante desse sistema de valores que incorporaram geração após geração, foram se afastando da voz que soa o coração, do pulsar universal. Sua voz interior se tornou sutil, mas esteve lá a lhes indicar o caminho da ressonância e o trajeto que lhes traz felicidade porque lhes expõe ao desejo interior mais profundo, inteirando-lhes no fluxo divino da perfeição.

Trata-se uma voz suave, macia, benevolente, amorosa que, contra tudo que acreditam, lhes diz: confiem no pai, confiem na magia e no universo. Essa é a voz de seu ser, sua consciência espiritual, a qual foram treinados arduamente a não ouvirem. Em razão de todo o treinamento que tiveram em seus lares, em suas escolas, por seus amigos e por tudo e todos que confiam e amam nesse mundo, foram ensinados que esse querer, que essa voz sutil é tola, infantil, sonhadora, que deve ser afastada porque não passa de uma ilusão.

Poucos são aqueles que, muitas vezes contra tudo e todos, continuaram a ouvi-la, ainda que não lhes fossem permitido. E sabem quem são esses, mestres amados? Esses são aqueles que denominam de prósperos, bem sucedidos em seus projetos, mas que não passam de almas que seguiram seus ideais. Pessoas que podem ser encontradas em todos os campos do conhecimento teórico ou aplicado, seja ele científico, espiritual, educacional, artístico, tecnológico, de construção, de trabalho e em todas as demais áreas que possibilitem que seus seres vibrem, ressoem, expandam em amor por tudo que é. Aquilo que faz com que comemorem cada despertar e agradeçam a bênção que o Pai os proporciona a cada adormecer.

Esses teimosos, muitas vezes contra os valores vigentes, não se afastaram de seu coração e, assim, num "salto de fé", acreditaram que havia um caminho que deviam percorrer tornando-se mais felizes, mais completos e bem sucedidos nas obras que desejaram empreender. Acordam todos os dias animados a darem continuidade à sua obra, porque sua vida os motiva profundamente.

Há uma vontade latente em seus seres que, fatalmente, em razão da lei universal da atração, os conduz ao sucesso e a felicidade, pois está em ressonância com seus corações. Essa voz interior os traz para fora do caminho da resistência, permitindo que a beleza de seus corações irradie ao mundo. Para isso, basta que escutem essa voz latente que vibra com o pulsar universal e os coloca em harmonia com o talento que Deus lhes deu em comunhão à unidade de corações.

Filhos, amados, esse é o caminho que o pai deseja que percorram, aquele que os torna seres plenos, felizes e bem sucedidos. Foi isso que o pai os reservou e é isso que devem buscar. Mas não se julguem se, por um acaso, pensam que em algum momento deixaram de buscar o caminho do coração. Tinham que percorrer o trajeto que seguiram, justamente para se lembrarem da importância de ouvir sua consciência espiritual. Já sabiam como o fazer, mas precisavam se lembrar disso porque o sistema fez com que se esquecessem. Mas lhes digo, há pessoas que ficariam apavoradas se se lembrassem disso, porque essa é a voz do poder e ela é indomável.

E se ainda assim se julgam e pensam que a abafaram, entendam que há um sistema social em seu mundo, que jamais os incentivou e impôs todas as dificuldades para que ela fosse ouvida e os treinaram para que a colocassem de lado. E foram treinados por quem mais amam e, muitas vezes, fazem isso com seus amados. Quantas vezes, mestres, em suas vidas, sentiram qual seria o caminho a ser trilhado, mas em seguida veio a análise racional, a qual foram duramente treinados a seguir e se desviaram de seu querer por acharem que não seria tão relevante assim.


Por isso, filhos, vimos os lembrar da importância de serem o exemplo da fé e de distinguirem em seus interiores essas duas vontades. Uma primeira que exige o denominado "salto de fé" e confiança na condução do pai celestial, que está em ressonância com seu coração. E uma outra que os leva ao tradicional, a qual se baseia em referências externas, que os conduzem a fazerem perguntas tais como: como meu irmão faria isso? Como que meus pais pensariam? Como a sociedade me viria se optasse por esse caminho?

Essas são as perguntas que se acostumaram a fazer, que foram treinados a realizar antes de decidirem e que se tornaram sua voz prevalente, deixando a voz do pulsar universal que ressoa de seus corações quase imperceptível. Mas ela está lá! Ah, está!  - Eu lhes asseguro! A voz que os leva ao caminho do coração, que os conduz ao autorrespeito, ao auto amor, que os põem em perfeição e assim os conduz à sua soberania e que fará com que suas almas ressoem em comunhão à vontade do pai.

Essa voz são vocês, grandes seres celestiais, filhos do Pai, e ela os fará com que assim se reconheçam como dignos de serem felizes, plenos e realizados. Mais que isso, essa voz os conduzirá ao caminho da perfeição, do amor ao próximo, os levará a se colocarem em unidade de intenções e os fará permitir que seus irmãos também sigam o caminho do coração. Sim, porque ao buscarem seu eu interior, o caminho de seu irmão se torna desimportante, porque vocês deixam de buscar referências exteriores e assim, no fluxo divino, passam a permitir que aqueles a quem amam também sigam seu próprio trajeto. Sempre que assim o fizerem estarão se respeitando e percebendo que seu irmão de trajeto poderá ter sua própria escolha, pois, por vocês terem feito as suas, passaram a compreendê-lo.

Filhos amados, contra todo o treinamento que receberam, vimos lhes pedir que façam o caminho inverso e busquem seu eu interior. No início, será uma voz acanhada, tímida, amedrontada, mas à medida que lhe derem prevalência e relevância, dia após dia, ela se tornará altiva, forte, autoconfiante e, então, sem que percebam estarão irradiando sua alma a todos aqueles que se puserem em seu caminho. E digo mais, nada é tarde e tudo é possível, desde que ouçam essa voz. 

E eu lhes advirto: estejam preparados, porque ela os tirará do conforto e da segurança que se acostumaram, fazendo com que sua energia interior se movimente. Ela os conduzirá à dúvida e limpará toda energia estagnada que carregam dentro de si.

Porém, lhes afirmo, de todo coração: essa voz jamais os levará ao caminho da infelicidade porque ela são vocês em toda essência. Ouvi-la, portanto, é um ato de fé, de coragem, de força interior, de reconhecerem o Pai Celestial como regente do universo e se colocarem a serviço da criação em confiança à sua maestria. Foi para isso que vieram! Ao ouvirem essa voz estarão libertando seu mundo porque não há escuridão que resista a essa luz interior.

Sigam esse trajeto abençoado pelo criador. Permitam-se sentir a felicidade e abundância ilimitada que o pai os reserva. Reconheçam-se como merecedores dessa bênção e se capacitem a recebê-la. É o que lhes peço de todo coração, porque assim o fiz e hoje posso lhes dizer que EU SOU O QUE EU SOU, - um ser pleno de amor em comunhão com a unidade.

Eu sou El Morya, mestre da força interior e, por isso, hoje venho lhes pedir: permitam que essa vontade flameje seus seres para serem plenos. Tenham fé ao caminho de toda benevolência que o pai lhes reserva.

Eu sou Astrea e, com grande admiração por tudo que são, me despeço com o coração emocionado pelo amor que sinto por todos e cada um de vocês. Estejam em paz porque guardam Deus em seus corações e, apenas por isso, nada poderá lhes ocorrer.

El Morya e Astrea


Canal: Thiago Strapasson
Veja mais El Morya Aqui e Elohim Aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...