quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

O Conselho - "Consciência" - 08.12.2015



Hoje retornaremos a um assunto que já discutimos antes através deste canal, embora não neste fórum específico. Visitaremos alguns dos aspectos da consciência e daremos algumas coisas para pensar.

Algumas palavras que podem ser usadas com muita frequência são consciência, conscientização, subconsciente e conhecimento. Receamos que evitar isso pode não ser possível. Afinal, é o assunto e somos limitados pelo seu vocabulário sobre isso.

Vamos começar por declarar algumas coisas que vocês se lembrarão de termos dito antes, talvez muito frequentemente para alguns. Sempre haverá aqueles lendo ou ouvindo alguma coisa pela primeira vez, ou entendendo de novas perspectivas.

Tudo que vocês podem perceber com seus sentidos, físicos ou de outra forma, é constituído de energia. Se existe, é energia. Se é energia, é informação. Se é energia, está em movimento. Está em um campo unificado. É consciente. É inteligente. Vocês têm uma infinidade de nomes para chamar isso. Infelizmente, vocês tendem a não concordar quando alguém chama por um nome diferente. E vocês tendem a personificar.

Agora, o que isso é, é O Tudo que É. Nós demos algumas descrições de tudo que é, não demos? Então, se é tudo que existe, e consciência é, então isso também deve descrever consciência. Se vocês existem, então deve descrever vocês. Onde a ilusão entra no quadro é quando vocês pensam sobre vocês como uma coisa separada desse campo. Na verdade, vocês estão nele, e ele está em vocês. Vocês são partes dele, mas ele é a totalidade de vocês.

Agora, neste campo universal, há coisas de que vocês estão cientes e coisas de que vocês não estão cientes. Mas todas essas coisas são partes do campo. Todas essas coisas são conhecidas para o campo. De alguma forma esse campo de que vocês são partes conhece essas coisas e vocês ainda não conhecem. Nós declaramos algo que parece ser óbvio, mas é uma verdade?

Há uma diferença entre o que está em seu conhecimento e o que está em sua conscientização? E se algo é parte do campo que constitui a totalidade do seu ser, vocês podem conhecê-lo? Se não, por quê? O que impediria vocês de conhecer tudo de que precisam ou desejam conhecer?

E se disséssemos que a resposta a essa pergunta, essa cortina, o véu, seria o que vocês têm aceitado e acreditado, faria sentido para vocês? E se disséssemos que o fato de vocês se perceberem – na verdade, perceberem mal – como sendo algo separado é o que tem criado esse mau entendimento, isso explicaria um pouco?

Agora olhem ao seu redor por um momento. Vocês estão observando coisas que são partes desse campo consciente. Elas são energia e informação. Alguns de vocês têm a habilidade de sentir isso às vezes, a maioria não tem. Alguns realmente são capazes de se comunicar com árvores, por exemplo. A maioria não acredita que é possível. Há um exemplo do tipo de crença que mencionamos.

Quando vocês olham ao redor, por causa do que estamos explicando, vocês estão olhando com sua conscientização aquilo de que não estão cientes. Sua consciência, limitada por vocês, está olhando para seu subconsciente. O mesmo é verdadeiro quando uma parte do campo está conversando com outra parte do campo. Declararemos de outra forma. Quando um de vocês está conversando com outro de vocês, então um ponto de vista limitado está compartilhando alguma conscientização do que ele tem com outro ponto de vista limitado, ou está tentando.

Outro modo de observar é que a cada momento as coisas, animais e pessoas ao redor de vocês estão tentando trazer à sua atenção coisas que o Todo tem posto em seu caminho. Essas coisas podem responder perguntas para vocês. Elas podem adicionar beleza ao seu dia. Elas podem trazer aqueles momentos “Aha!”. Elas podem parecer como sincronicidades. Ou elas podem passar flutuando totalmente despercebidas.

É essa uma descrição da fronteira entre seu consciente e seu subconsciente. Ao que vocês escolhem estar cientes? Do que vocês são capazes de estar cientes?

Agora, esperançosamente acabamos de mover um pouco essa fronteira. Talvez a tornamos um pouco mais porosa. O que sabemos que nós fizemos é que explicarmos em parte o que está acontecendo para todos vocês.

O que está acontecendo é que o ser humano físico está ficando cada vez mais capaz de entender. Está se tornando mais capaz de enxergar através dessa cortina. Tem menos certeza de que ele é somente isso ou somente aquilo.

Agora, para que não percam todo rebolado com isso, podemos destacar que todos aqueles que vocês chamam mestres viveram onde vocês estão e lidaram com essas questões. E muito poucos deles viram o progresso que vocês estão fazendo em uma ou duas gerações. Nós somos seus maiores líderes de torcida.

Se pudermos ser descritos como preparando uma festa de comemoração pela sua ascensão, então agora estaríamos procurando pelos fósforos para acender as velas do bolo.

Não se esqueçam de olhar ao redor hoje.


Veja mais mensagens do Conselho / Eu Superior Aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...