quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Suzanne Lie PhD / Os Arcturianos - " Nascimento da Nova Terra - Parte 1" - 12.12.2015


 

O que é a Nova Terra? Como criamos a Nova Terra? Como vivemos na Nova Terra? Estas são perguntas que estamos nos fazendo porque sentimos que alguma coisa está muito diferente. Simultaneamente, há muito que é o mesmo que sempre foi. Infelizmente, parte do que é o mesmo é a escuridão e a doutrinação.

Felizmente, entre essa escuridão e doutrinação, que está à beira de terminar, brilha uma luz daquilo que está começando. O que está começando é que a nossa terra tri e tetradimensional está expandindo para sua expressão de Terra Corpo de Luz pentadimensional.

Nós, os membros da humanidade, estamos nos empenhando para expandir em nosso próprio Corpo de Luz pentadimensional para que possamos nos tornar a população que habita essa versão maravilhosa, revisada, atualizada de nosso amado planeta Gaia. Entretanto, antes de mudar para o novo, tiremos um momento e voltemos para como Gaia se tornou um planeta tridimensional.

Tal como os membros da humanidade são seres multidimensionais, o planeta em que vivemos também é um ser multidimensional. Porque muitos humanos estão recalibrando a consciência para retornar ao nosso eu pentadimensional, estamos assistindo Gaia no retorno ao Seu planeta corpo de luz.

Como assistimos Gaia, Gaia nos assiste. Desta maneira, estamos criando uma assistência mútua de “pessoas assistindo o planeta” e “planeta assistindo pessoas”. Por causa dessa assistência recíproca, nós podemos fundir nossas experiências humanas de transmutação para a quinta dimensão com Gaia, e Gaia pode compartilhar as experiências dela conosco. Desta maneira, pessoas e planeta trabalham como uma equipe para transmutar nossa realidade para a ressonância de humano corpo de luz pentadimensional compartilhando a realidade com um planeta corpo de luz pentadimensional.

Tal como nós, os humanos, somos seres multidimensionais que abaixaram a frequência para ser a expressão tridimensional do EU, e também corpo astral e aura tetradimensional, Gaia fez a mesma coisa. Na verdade, a Terra pentadimensional sempre existiu porque ela ressoa além do tempo no Agora do Um.

Todos nós, os voluntários à Terra tri e tetradimensional, decidimos baixar nossa consciência e enviar nossas percepções para a projeção da Terra tri e tetradimensional. A Terra tri e tetradimensional é como um holograma.

A imagem da luz multidimensional de Gaia é filtrada por um prisma tridimensional para criar uma ilusão, uma realidade que é lançada nos éteres da vida para criar o planeta tridimensional chamado Terra. Na verdade, a Terra é a terra, o ar, o fogo e a água tridimensionais e o éter tetradimensional.

Porque temos assumido tantas encarnações no sistema de realidade da Terra, nós acreditamos que estamos NA Terra, ao invés de DENTRO de uma projeção holográfica. Nossas inúmeras encarnações também nos fizeram esquecer isso, em nossa multidimensionalidade nós somos infinitamente UM com a Fonte.

Enquanto em nossa frequência mais alta de ressonância, nós escolhemos entrar na ilusão da Terra tri/tetradimensional. Para entrar nesta ilusão, nós tivemos que descer tanto a nossa consciência que esquecemos que nós SOMOS a Fonte, pois a Fonte é Tudo do Tudo.

Por conseguinte, nós não podemos ser da Fonte porque nós não podemos sair da Fonte. Sair da Fonte é apenas uma ilusão tridimensional. Na realidade, não há separação da Fonte, exceto na projeção holográfica de um planeta tridimensional.

A Terra, que tem estado tão cheia de escuridão e medo pela maior parte de seu tempo planetário, que nós, os guardiões de Gaia, esquecemos que Gaia é da Fonte, nós somos da Fonte – Tudo é da Fonte, pois Tudo é a Fonte. Nós somos a Fonte, pois a Fonte é Tudo do Tudo.

Entretanto, a projeção holográfica da Terra física é tão atraente que nós nos tornamos doutrinados no conceito de que a Terra é real e a nossa imaginação/lembrança de nossas realidades superiores não é real.

Então, agora, vamos observar o conceito do que é real. Real é um termo tridimensional. Até o Plano Astral tetradimensional está ciente de que a Terra tridimensional é uma projeção. Os membros da quarta dimensão sabem disso porque eles têm “morrido” ou meditado para entrar nessa realidade tetradimensional.

Talvez eles também tenham entrado durante o estado de sonho. Em todos esses cenários, eles têm expandido a consciência além da ilusão da projeção holográfica tridimensional da Terra para dar uma olhada na realidade real do amor incondicional e luz multidimensional.

Por estar nesse amor incondicional e luz multidimensional, pode-se ver, perceber e experimentar como a luz multidimensional para a Terra se fragmenta em sete frequências diferentes e separadas de cores/visão e tons/audição. Essa separação começa assim que a luz superior entra no subplano tetradimensional mais alto e aumenta conforme a luz passa pelos subplanos cada vez mais baixos.

Quando a luz superior entra no mundo astral mais baixo, que é a realidade tetradimensional de frequência mais baixa, a escuridão do medo do longo passado violento da Terra se mistura com a frequência mais baixa de luz astral.

No limiar entre a quarta dimensão e a entrada na terceira dimensão, há o que poderíamos chamar de um filtro, que realmente é um prisma. Esse prisma separa todas as frequências diferentes de luz para que pareça que há uma separação de uma frequência de cor/tom para a frequência seguinte de cor/tom.

Um exemplo disso seria se você enchesse cuidadosamente com areia uma peneira ou uma bacia com muitos furos pequenos. Assim que enche a peneira, a areia pode permanecer junta na unidade da areia.

Entretanto, se você pusesse uma toalha ou um lençol e sacudisse a peneira, você veria como os diferentes grãos de areia entrariam em um padrão de parecer separados. Do mesmo modo, quando a luz multidimensional do Um passa pelo prisma (peneira) para a Terra tridimensional, a luz multidimensional se separa em sete cores diferentes, vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, índigo e violeta.

Por conseguinte, conforme a luz multidimensional da Unidade do UM flui pelo prisma (peneira) da quarta dimensão, ela progressivamente se separa da luz multidimensional em sete oitavas diferentes de realidade que então são projetadas para a matriz tridimensional da Terra física de Gaia, que é baseada na separação.

Sua experiência de ser tridimensional na verdade é passar pelo prisma da quarta dimensão para se encontrar projetado na ilusão de um planeta tridimensional. O que está acontecendo no seu Agora é que esse objeto tridimensional da Terra física está expandindo a frequência dele para a quinta dimensão.

A Terra está fazendo esse ajuste por liberar sua anexação à matriz tridimensional, que é baseada nas ilusões de separação de toda a vida e, o mais importante, a Grande Ilusão de separação da Fonte.

Por causa dos incontáveis anos de Gaia anexada à matriz de ser um planeta tridimensional em que muitos seres têm experimentado uma realidade tridimensional está dificultando Sua transição planetária.

Felizmente, neste AGORA, a quarta dimensão está mudando para a frequência da quinta dimensão para ela não mais servir como um peneira ou prisma para separar a vida multidimensional em sete oitavas diferentes de uma realidade tridimensional.

Na verdade, Gaia crescentemente está recalibrando Sua expressão tridimensional para Sua expressão tetra e pentadimensional. Entretanto, para concluir essa recalibração, Ela precisa deixar a Matriz 3D e transferir Seus campos de energia em eterna expansão para Seu campo de energia multidimensional inato.

Gaia sempre foi para manter habitável todas as suas muitas frequências de realidade para as incontáveis versões de vida. Entretanto, o medo que se juntou em seu planeta diminuiu tanto sua luz multidimensional que Ela não pode concluir o retorno ao seu planeta multidimensional sem a assistência de seus muitos habitantes.

TODOS dos reinos animal e vegetal a estão assistindo, mas eles também estão sob a dominação do reino humano. Felizmente, porque a luz multidimensional não passa mais pelo filtro, o prisma de seu plano astral tetradimensional inferior, ela está entrando na terceira dimensão não como separada em sete oitavas separadas, mas como uma corrente de luz multidimensional unida.

Esta luz multidimensional está entrando nos corações e mentes da humanidade para libertá-la do longo exílio de seu EU Multidimensional. Conforme os membros da humanidade cada vez mais se lembram de seu EU Multidimensional, eles também se reunirão para assistir Gaia com Sua transmutação planetária.

Como os humanos em Gaia que têm se lembrado de seu verdadeiro eu multidimensional criam portais de luz, a escuridão acumulada na aura de Gaia pode ser transmutada por essa luz multidimensional que está vertendo diretamente da quinta dimensão.

Porque o processo da luz superior passar por esse prisma tetradimensional está começando a se alterar, a versão tri e tetradimensional de Gaia está se tornando UMA.

Por conseguinte, não há mais esse filtro que divide as diferentes frequências de luz. Neste AGORA, a luz multidimensional está viajando da quinta dimensão em busca de se compartilhar com toda vida.

Conclusão da Parte UM 


Parte 2 Aqui

Canal / Autor: Suzanne Lie PhD 
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com
Veja mais Os Arcturianos Aqui





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...