sábado, 16 de janeiro de 2016

Gustavo Tanaka - "Como desconstruir sua vida abrindo espaço para o novo surgir" - 10.01.2016


Imagine que quando você nasceu, seus pais compraram uma mochila pra você.

Nos primeiros meses da sua vida, eles começaram a cuidar dessa mochila e colocaram algumas pedrinhas que consideravam importantes.

Depois você recebeu de presente e passou você mesmo a cuidar dela. A cada dia, você ia pegando pedrinhas e jogando na mochila. A mochila estava vazia, então era fácil colocar qualquer coisa. Tudo que você achava legal ia jogando pra dentro.

Você foi crescendo e a sua coleção de pedrinhas foi ficando grande. Você tinha pedras de todos os tipos, todas as cores, todas as formas. Mas de algumas você gostava mais. A pequena mochila foi se expandindo e virando quase que um mochilão.

Em alguns momentos você sentia o peso e decidia que precisava esvaziar algumas pedrinhas para poder colocar outras. Você pegava um punhado e jogava fora e logo colocava outras no lugar.

Mas talvez agora você esteja um pouco cansado desse peso. Talvez você queira colocar coisas novas nessa mochila, mas não encontra espaço.

Talvez até mesmo seus amigos queiram te dar novas pedrinhas, que sabem que você vai gostar, mas não te dão porque não querem deixar seu trabalho ainda mais pesado.

Talvez seja a hora de abrir mão da sua coleção. Talvez seja hora de jogar tudo fora e ficar com a mochila vazia.

Para abrir espaço para coisas novas você precisa abrir mão do que vem carregando.

Mas como fazer isso?

1 - Esqueça a sua formação na faculdade.

Você é muito maior que a sua profissão. Você tem muito mais habilidades do que o que desenvolveu na faculdade.

Ficar preso a sua profissão é um dos maiores erros da vida. É uma das coisas que mais nos limita.

Eu me formei em administração. Mas quase não aplico as coisas que aprendi na minha vida. Hoje escrevo, dou palestras, faço um workshop que eu mesmo inventei, ajudo pessoas, empreendo em sonhos e busco fazer mais intuitivamente que replicando o que estudei na faculdade. Quase nada disso eu aprendi na faculdade.

Não é porque você passou 5 anos da sua vida estudando uma coisa que você precisa passar os próximos 50 fazendo a mesma coisa.

2 - Pare de tentar corresponder às expectativas dos outros

Você tem pessoas que te conhecem de longa data. Pessoas que te conheceram 10 anos atrás naquela viagem de carnaval. Ou aqueles amigos que passaram os 5 anos da faculdade no bar com você.

Bem, eu acho que você mudou de lá pra cá, não?

Você evoluiu, passou por desafios, aprendeu coisa nova.

Algumas pessoas continuam querendo que você seja a mesma pessoa de 10 anos atrás. Mas isso é impossível. Quando você tenta corresponder às expectativas dessas pessoas, você fica preso a um passado que não existe mais.

Talvez parar de querer satisfazer os outros possa decepcioná-los. Mas se eles são seus amigos mesmo vão te compreender e apoiar no que você fizer.

As pessoas não querem que você mude. Se você emagrece 2 kilos, elas já ficam incomodadas. Quanto mais mudar a vida.

3 - Abra mão das suas convicções

Tem algumas coisas na sua vida que você tomou como verdade absoluta muitos anos atrás. E você vive a sua vida até hoje com base nessas premissas.

Vou dar um exemplo besta da minha vida.

Alguns meses atrás eu escrevi um texto chamado "As beterrabas da vida".

Pra resumir aqui. Quando eu tinha uns 7 anos de idade, comi beterraba e não gostei. Eu assumi que beterrabas eram ruins e passei os 23 anos seguintes sem colocar uma beterraba na boca. Eu já sabia que era ruim. Pra que provar de novo?

Recentemente, me dei a chance de provar de novo e qual foi a minha surpresa ao ver que o gosto era bem diferente? Eu vi que não apenas não era ruim, como eu gostava.

Pois é, você muda, seu paladar muda, seus hábitos mudam e por isso é insanidade você viver pelas suas convicções de décadas atrás.

Abra mão de tudo que você aceitou como verdade e comece a experimentar a vida do zero.

Tenho certeza que você vai se surpreender com novas descobertas.

Quais são as beterrabas da sua vida?

4 - Descarte ou doe seus pertences

Objetos pessoais e roupas são as coisas que mais ocupam espaço nas nossas vidas.

Quanto mais coisa você guarda, menos espaço você abre pra vida trabalhar pra você.

Guardar objetos é viver no passado. Pensar que talvez você possa precisar deles e viver no futuro que não existe.

Deixe tudo isso de lado e você vai conseguir viver mais no presente.

Você não tem o mesmo estilo de 5 anos atrás. Você não vai mais reler os mesmos livros. Você não vai precisar do material da faculdade ou dos antigos trabalhos.

Naqueles meus 11 Dias de Despertar, eu fiz a maior limpa da minha vida. E tenho certeza que isso foi fundamental no meu processo de libertação.

5 - Largue a empresa que criou.

Talvez você esteja lutando pra sobreviver com uma empresa que criou.

Talvez ela tenha dado muitas alegrias pra você, mas hoje ela te dá mais dor de cabeça.

Você deve estar apegado à marca que criou e não sabe o que fazer para mantê-la.

Mas será mesmo que você precisa mantê-la?

Marcas não são filhos. Você pode abandoná-los.

Deixe para trás e vai ver como sua vida vai se transformar. Eu já vi isso com vários empreendedores. Eles sofrem meses ou anos por causa de uma marca e quando finalmente decidem encerrar ou abrir mão, a vida se transforma de maneira mágica. O espaço que isso ocupa na sua vida é gigantesco.

6 - Peça demissão do seu emprego

A verdade é a seguinte. Enquanto você estiver no seu emprego que te consome 60 horas por semana, você não vai conseguir nada diferente.

Não é uma questão somente de horas. Talvez você pudesse fazer coisas nas suas horas vagas. Mas é uma questão de espaço na sua vida, no seu campo de possibilidades.

Quando você tem algo que te ocupa tanto, você não consegue nada novo.

As pessoas não levam oportunidades pra pessoas que não tem tempo. Você não consegue conhecer pessoas novas. Não consegue participar de eventos. Não consegue marcar um café com um amigo. Você está fechado para a vida. E a vida sabe disso.

"Ah, mas não é tão fácil assim. Tenho contas para pagar."

Reduza seu estilo de vida e vai ver que nem precisa de tanto assim. Mas não é esse o ponto.

Hoje em dia o mundo mudou. Hoje não é preciso ter um emprego para sobreviver. Com a internet, você consegue ganhar dinheiro prestando serviço ou vendendo para pessoas de qualquer lugar do mundo. É muito fácil montar um site, divulgar pelas redes sociais, formar parcerias.

Talvez 20 anos atrás isso fosse impossível. Mas hoje não.

O lance é que a vida que você quer ter, os sonhos que quer realizar somente podem acontecer quando você dá espaço. Não quero influenciar ninguém a fazer nada. Apenas estou mostrando possibilidades. Se você acredita que não é possível se lançar, sair do emprego e que as coisas simplesmente podem dar certo, é melhor ficar onde está.

É preciso confiar. E pra confiar é preciso aprender a confiar. Quando você aprende a confiar, a vida parece ficar mais fácil.

Paro por aqui pra não ficar muito longo mais uma vez.

Se sua vida estiver tranquila e a mochila que carrega está legal, excelente. Não mude nada.

Mas se você é daqueles que sente que a mochila está muito pesada, que não aguenta carregar esse fardo, pense nisso.

Talvez você não precise de todas essas pedrinhas que tem colecionado. Talvez nem precise da mochila.

Solte a mochila e comece a vida do zero, colocando pedrinhas no bolso.

Gustavo Tanaka


Autor: Gustavo Tanaka 
Autor do Livro "11 Dias de Despertar"
Veja mais Gustavo Tanaka Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...