quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Mestre Saint Germain - "Sobre o Amor" - 04.01.2016



Mestres do coração!

Saudações, filhos das estrelas! Que a paz de nosso Pai os acompanhe nessa jornada. Que possam ser, com toda liberdade e abundância que o Pai destina aos seus filhos queridos.

Hoje estamos a lhes falar sobre o amor. O amor que merecem se dar.

Ao se amarem, a vida fluirá até vocês, não mais desistirão de ser em razão de opiniões externas. Ao se amarem, estarão a se permitir, a se entregar ao coração e estarão sendo em toda sua essência.

Entendam que ao serem, ao se tornarem autênticos, estarão a se aceitar. A partir daí, o rio descerá como a correnteza ao encontro do oceano, passando com graça e facilidade aos obstáculos e tudo virá até vocês. Quando se abrem à autenticidade verdadeira, sem interesse, sem querer, apenas ouvindo e buscando sua essência, o sucesso virá até vocês. Estarão fazendo o que foram destinados a fazer, então, tudo fluirá de forma suave, em gratidão.

Evidentemente que nesse caminho existirão obstáculos, desvios, quedas, porém, ao serem, ao fluírem, os caminhos se aparecerão às suas frentes não deixando dúvidas sobre qual e por onde percorrer. Nesse ponto o coração falará a vocês, sendo o guia da vida em benevolência ao seu ser. Isso é amor.

O amor que nutrem por si próprios irradiará em seus atos. Aqueles a seu redor sentirão esse amor em seus gestos, no tom de sua voz, no modo de se expressar. Isso é fluir. Amar-se é o primeiro passo ao exercício da maestria.

Ao se amarem, estarão se entregando a si próprios. Ao ser a alma, a essência, estarão em confiança a tudo que é. Isso é amor! Ele permite, aceita e se entrega sem dúvidas, sem receios, com rendição.

Eu vos digo, meus amados! Coloquem-se ao centro com amor, que a vida fluirá até vocês. Essa é uma regra espiritual e universal e a ela não existe exceção.

Para que se amem devem se conhecer. O autoconhecimento só existe a partir do amor e apenas através dele existe o autoconhecimento. Devem buscá-lo a cada dia, sem restrição e conhecerem-se, em essência. Isso exigirá estudo, observação, policiamento, disciplina e uma boa dose de ousadia. Dia a dia irão se descobrindo. Então, se desafiem para que se conheçam. Sejam corajosos. Ao assim fazerem serão contaminados pela ânsia de busca a si próprios. Nesse dia, não haverá mais volta. Dedicarão a vida a se buscarem. Isso é amor.

É amor também o autorrespeito. Enquanto se conhecem irão impor limites a seus seres. Aqueles a seu redor te respeitarão porque saberão que ali há um mestre. E isso se dará sem que uma única palavra agressiva seja dita, porque irradiarão respeito àqueles a sua volta. Isso também é amor.

O amor surge na busca da sabedoria também. Não o conhecimento intelectual frio que aprendem em suas escolas. A sabedoria sobre a natureza humana, sobre as energias disponíveis, sobre aquilo que não se vê, sobre a felicidade de se viver. Busquem a sabedoria da vida, porque isso é amor.

Acima de tudo, o amor está na felicidade. Conhecendo-se, respeitando-se, buscando-se em sabedoria, estarão cada vez mais próximos da plenitude e cada vez mais felizes. Isso é amor. A felicidade reina nos mundos superiores e vocês são capazes de trazê-la às suas vidas.

O amor a si próprio tem múltiplas faces. E apenas amando-se é que estarão a se entregar. O autoamor afasta os receios, as intrigas, o mau humor, a depressão. Ele permite, aceita e perdoa a tudo e a todos. Com o amor, tudo está bem.

Filhos, entendam o recado! Busquem a vocês e se respeitem, pois assim estarão exercitando o autoamor. Imponham limites saudáveis para vocês e seus irmãos, pois assim estarão a se amar. Sejam sábios e benevolentes porque serão naturalmente agradáveis. Vocês não precisam agradar a ninguém, pois ao se amarem estarão naturalmente sendo agradáveis. Essa é sua essência!

Percebam que deixam de ser interessantes e de causar curiosidade quando se curvam à vontade alheia. Ninguém ama quem não se ama. Aliás, a curiosidade é um aspecto do amor. Vocês se aproximam de pessoas previsíveis e desinteressadas ou preferem aquelas autênticas e amorosas? A curiosidade é um interessante aspecto do amor. (Risos). Por isso, não entreguem suas vidas de bandeja. Sejam vocês! Preservem-se, pois isso é amor e os tornará mais interessantes.

Amem-se em todas as faces. Treinem o autoamor. Isso os colocará no fluxo, na energia de aceitação e entrega.

Eu sou o mestre ascensionado Saint Germain e venho a lhes trazer um recado básico, quase ingênuo, mas que sei que muitos precisam ouvi-lo. Eu os amo porque me amo, não há outro motivo.

Com todo meu amor.

Mestre Saint Germain


Canal: Thiago Strapasson
Veja mais mensagens do Saint Germain Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...