quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Saul - "O Perdão é a Libertação!" - 12.01.2016



O mundo, o mundo ilusório no qual a humanidade está sonhando uma história que já não o agrada, parece mergulhar no caos. O que está acontecendo, é que estão se tornando conscientes da loucura de suas chamadas vidas civilizadas, enquanto através do planeta queimam seus recursos não renováveis ​​de energia a uma velocidade aterrorizante.

Embora aparentemente moderada em suas necessidades e despesas, seus estilos de vida estão em risco, tornando cada vez mais improvável as chances de que seus filhos e netos serem capazes de desfrutarem de qualquer coisa como um padrão de vida semelhante. Parecem estar trancados entre uma rocha e uma sólida parede, como tantas vezes, eufemisticamente descrevem o que parecem ser ​​dificuldades insuperáveis.

Talvez, se confortem com pensamentos e esperanças, de que os avanços e novas descobertas tecnológicas vão fornecer soluções para seus inúmeros problemas. E ainda, suas dúvidas e ansiedades, às vezes irão oprimi-los, quando se lembram de que, historicamente, impérios e civilizações entraram em colapso, ou quando esperam que esta seja, na pior das hipóteses, apenas suave decadência, permitindo um novo e melhorado ambiente social, político e ambiente de negócios para de, uma forma perfeita, substituir o atual insustentável de uma forma relativamente indolor.

A má notícia, é que a velha ordem, duramente competitiva, como o velho cão comendo cão como uma forma de vida, está à beira do colapso. No entanto, a boa notícia é que a humanidade está acordando para a insustentabilidade do conflito constante e a depredação planetária onde, em muitos lugares as pessoas estão se levantando em desafio e tomando as medidas necessárias para a resolução de conflitos e reversão do dano planetário, através de uma negociação sábia e cuidadosa.

Como resultado, insensíveis líderes militares que, por eras têm escolhido o envolvimento em guerras preventivas e, seus homólogos nos negócios e na política e, até mesmo alguns líderes religiosos, já não têm uma sequência de discípulos admiradores, pronta para continuar com seus engajamentos em políticas que possam claramente serem vistas como:  no melhor dos casos imprudente e, no pior, totalmente insano.

Verdadeiramente, uma grande mudança está em andamento, na medida em que os mais jovens, principalmente aqueles com idade até 40 anos, parecem ter suas cabeças extraordinariamente sábias sobre ombros, aparentemente jovens, ocupando posições de poder e influência.

Muitos de vocês têm, durante décadas mantido a Luz, tem vivido com bondade e compaixão, perdoando aqueles que o magoaram ou feriram e segurando a intenção de se absterem de julgamentos. Isso tem fortalecido seus campos de energia pessoais, o campo de Amor em que todo ser humano está envolto e, o resultado dessas intenções longamente reprimidas, se tornou a decisão coletiva da humanidade para despertar.

Provavelmente, às vezes, parecendo que suas intenções amorosas estavam tendo pouco ou nenhum efeito, embora, na verdade, tenha sido por causa dessas intenções constantemente realizadas através de décadas, sem qualquer feedback positivo, além do próprio conhecimento interior de cada um, que os levaram para tão perto do inevitável despertar da humanidade.

Aqueles com mais de 60 anos de idade, quando olham para trás, em sua juventude e ambiente cultural em que cresceram, sentem os enormes progressos que foram feitos em alcançar e ajudar aqueles em necessidade. Há ainda um grande caminho a percorrer, todavia, os progressos para acabar com a pobreza e todos os seus males associados está se acelerando.

Agora, poucos culpam os pobres por serem pobres, ao passo que, anteriormente, era comum culpar os pobres, enquanto assumindo que eles eram preguiçosos, sem determinação e, portanto, mereciam estar vivendo em situação precária. Então, realmente, muita coisa mudou para melhor na atitude da humanidade em relação ao próximo e a consciência crescente de que a sua sobrevivência na Terra depende da sua vontade de se apoiarem uns aos outros, em vez de imperiosamente julgar e encontrarem as falhas dos outros.

A decisão de despertar, é unicamente da humanidade. Muitos sábios encarnaram ao longo das eras para trazer este fato a sua atenção e conseguiram. Foram criados livres e nossa fonte de Amor nunca irá substituir suas liberdades.

No entanto, desde que escolheram jogar o jogo da separação e atacar outras pessoas que viram como erradas ou diferentes, efetivamente estavam fechando seus corações e se escondendo do Amor infinito, que está constantemente lhes oferecendo a consolação e o conforto no centro do ser de cada um, que tantos procuram fora de si.

Vão para dentro, aquietem suas mentes e, com a intenção de sentirem o Amor de Deus por vocês ser o caminho a seguir, ao longo de suas trajetórias individuais de evolução espiritual. Quando se permitem saber que são divinamente amados e se habilitam a cessar o autojulgamento, que é endêmico e começar a perdoarem a si mesmos por todas suas falhas e erros. Ao fazerem isso, rapidamente perceberão de que não há nada a perdoar, que apenas estavam inconscientes e que seus aparentes maus comportamentos, eram apenas tentativas equivocadas de encontrarem o caminho de casa.

Quando realmente perdoam a si mesmos, por terem olhado para todas as questões que estavam causando tanta dor, serão capazes de aceitar o que surgir em suas vidas diárias sem medo ou ansiedade e, facilmente perdoarem aqueles a quem julgaram como errados ou que lhes magoaram. Reconhecerão neles a dor que experimentaram em si mesmos e compreenderão que, também, eles estão apenas buscando o caminho de casa.

O perdão é a libertação! O perdão dissolve rancores e ressentimentos e traz a paz, uma paz que não poderiam imaginar alcançar ao se aferrarem a rancores e ressentimentos. Cada vez mais de vocês estão se engajando com ele e, na medida em que fazem isso, estão libertando a humanidade – o outro - da prisão que o não perdoar constrói as suas voltas, uma prisão em que estavam escondidos com medo da liberdade! Quando se encontram livres perdoam e, quando perdoam, descobrem que o medo se dissolve e que, verdadeiramente, estão em paz.

Diariamente, recolham-se em seus sagrados santuários, para se envolverem com o Amor que lá habita a todo o momento. O Amor que tão desesperadamente estão procurando, só pode ser encontrado interiormente. É lá que Ele reside, esperando por seus reconhecimentos e permissão para abraçá-los e preenchê-lo com alegria e paz. Sabem que está lá, todavia ficarão com medo, porque se  julgam muito duramente e se sentem  indignos e não merecedores de seu tépido abraço.

Descartem esses julgamentos. Eu lhes asseguro que o Amor de Deus por vocês se mantém inalterado e que não há nada que possam fazer para mudarem isso. Tudo o que podem fazer é se recusarem a aceitar o que for oferecido e, não têm porque fazerem isso, quando a sua aceitação irá apenas lhes trazer paz e alegria.


Com muito amor, 

Saul.


Canal: John Smallman 
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais mensagens do Saul Aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...