terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Paulo Veneziano - "O sabor da infância" - 30.01.2016



Amados mestres!

É uma honra poder lhes dirigir breves ensinamentos de harmonia, de compreensão, para que absorvam essa sabedoria a tornar seus dias mais leves, suaves, fluídos.

Hoje lhes apresento algo acolhedor para que assentem sua alma e, em meio a todo ruído que os circundam, aconcheguem-se a breves momentos de paz, tranquilidade e quietude.

Afastem-se de tudo por uns minutos e deliciem-se com essas palavras como se fosse um pouco de sua refeição preferida. Tirem esse momento para vocês, como uma deliciosa degustação de algo muito saboroso, porque esse é seu principal alimento. Aquele que nutre sua alma. O prato mais saboroso de todos que já experimentou. Então, é um momento único de entrega e apreciação.

Sempre que pararem a deliciar esses alimentos da alma, procurem o fazer com apreciação, com dedicação, para que possam os absorver incorporando-os, em sabedoria, ao seu modo de ser. Porque a simples leitura fria de marcas no papel, pouco lhes acrescentará.

Quando tomarem contato com os ensinamentos que lhes transmitimos, procurem buscar um momento de quietude. Ainda que haja os ruídos do mundo ao seu redor, procurem um local de conforto e solitude ou um momento mais tranquilo de seu dia.

Ao lerem essas marcas, sintam a energia que elas lhes trazem, os sentimentos que lhes provocam e sintam esse momento maravilhoso, assim como deliciam aqueles sabores que lhes remetem à sua infância.

Quando experimentam um apreciado alimento da infância, rapidamente são remetidos àqueles momentos infantis de ternura e alegria. Porque aquele sabor incorporou-se a seu ser e se unificou àquela experiência.

Da mesma forma, façam tal apreciação com essas palavras que lhes entregamos. Apreciem-nas, sintam-nas, olhem-nas internamente, porque elas se incorporarão aos seus seres e, sempre que se depararem com essas situações, serão remetidos a esses ensinamentos.

Isso modificará a forma como se veem e como enxergam as experiências.  Modificará as emoções que lhes provocam e estarão a lhes modificar o comportamento em expansão a tudo que é.

O prato mais elaborado do mundo não te provocará aquela sensação que o da sua infância os traz, porque aquele sabor está ligado a um momento de sua vida. Essas palavras que lhes entregamos, então, devem ser sentidas, apreciadas com amor e entrega, para que elas se incorporem a seus seres. Lembrem-se: nós os entregamos lições sagradas de sabedoria e expansão que devem ser apreciadas. Assim como os sabores lhes remetem à sua infância, as experiências lhes remeterão aos seus corações através desses recados.

Já lhes pedimos para que "transformem os ensinamentos sagrados em obras pessoais", mas, para isso, precisam integrar essas energias que agregarão às que já trazem em seus corações para lhes expandir a caminho da maestria.

Amados, esse é um breve e curto recado, mas fundamental para que compreendam o motivo pelo qual lhes entregamos esses ensinamentos sagrados: para que os incorporem a seus sentimentos e transmudem suas reações às situações que lhes são apresentadas.

Eu sou Paulo Veneziano, mestre do amor que irradia de seus corações, e lhes agradeço por cederem um breve momento de sua existência a essas palavras, que, na verdade, são energias que lhes entregamos com todo nosso amor. Se nos permitirem a aproximação, estarão a modificar a forma como experimentam esses recados que lhes transmitimos.

Lembrem-se: o sabor da infância os trará a ternura da tenra idade, da inocência.

Esses recados lhes remeterão ao amor, à sabedoria e ao poder interior que guardam em seus corações. Porque, com esses ensinamentos, lhes entregamos um pouco de nossa energia como um presente, por nos concederem a oportunidade de nutrir amor. Esse é o maior presente que podem nos dar e é meu pedido de hoje: incorporem nosso amor.

Paulo Veneziano


Canal: Thiago Strapasson
Veja mais mensagens do  Paulo Veneziano Aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...