terça-feira, 29 de março de 2016

Elohim Claire - "Da dissolução do ego surge a paz: o mito da Fênix" - 26.03.2016



Meu filho, 

Há paz ao seu redor, nesse momento. Sinta! Você está em paz, em profunda e benevolente sensação de que tudo está bem. Há pureza em você. 

Eu sou Claire. Sustento a energia da paz e ressurreição porque é através de sua paz interior que estará a acessar camadas mais profundas de seu Eu Sou. 

Então, sinta essa energia da mais pura paz que irradio até você, meu amado, pois ela toma todo o seu ser nesse instante. É suave. E você sente esse profundo bem estar que essa sensação o gera. 

São energias disponíveis ao seu ser, meu filho, porque seu mundo está a ser irradiado por energias de altas vibrações, como essas que agora lhe transmitimos. 

Mas é nessa paz, nessa energia maravilhosa, que vimos lhe falar sobre tudo aquilo que seu mundo atravessa, nesse momento. Porque muitos perguntarão, “como manter e sustentar essa paz em um mundo com tantos desafios que são apresentados?” 

Eu respondo que todos esses desafios estão a dissolver seu ego, sua razão, porque você não consegue mais explicar tantas mudanças que estão ao seu redor. E, nessa ausência lógica de explicações, seu ego passa por um processo de dissolução. Pois, se assim não fosse, não suportaria a tamanha pressão de tudo que vê em sua realidade física. 

Eu lhe digo, meu amado, quando você se depara com as situações mais desafiadoras de sua vida, você passa, então, por um processo de dissolução da sua base de sustentação que era tudo aquilo que confiava. E nesse momento você passa, então, a sentir o profundo amor e paz que sempre esteve em seu interior. 

O que seria a noite escura da alma senão um processo de dissolução do ego, onde a profunda dor momentânea, onde aparentemente não se vê a luz ao fim do túnel, e o horizonte é escuro e sem esperança? Esse processo faz com que, justo desse momento, se irradie das profundezas da alma um novo ser que ressurge a flamejar sua paz e seu amor a todos a seu redor. 

É porque, quando perde as bases de sustentação que confiava em seu mundo, você é obrigado a se desapegar de suas crenças. Essas que eram, justamente, as bases de sustentação e predominância de seu ego. Então, nesse processo, você dilui as raízes de seu apego, e tudo o que resta é seu centro amoroso de paz e amor. 

Há um processo coletivo de limpeza das amarras ao qual atravessa, onde todos os valores, as crenças, as bases estão em diluição para que em sua sociedade ressurja um novo modelo de vida. As bases são diluídas, para que um modelo atualizado resplandeça a irradiar sua paz. 

Eu digo, filho, esse processo de dissolução é a analogia da fênix, o pássaro que morre a renascer ainda mais belo e forte de suas próprias cinzas. Porque quando sobram apenas as cinzas, não há mais nada a que se apegar, nada onde se apoiar, a não ser recomeçar de uma maneira mais autêntica e leve. 

Então, não se preocupe, porque o horizonte é belo. Ele é de paz, pois o momento é de ressurreição. Siga por seu fluxo, em confiança, que o momento de renascimento está cada vez mais próximo e será muito mais belo que imagina.

A serviço do amado Mestre Serapis Bey e de toda a fraternidade de mestres, eu sou Claire, sustentadora da chama da paz e pureza nesse mundo. E que dessa paz interior haja a ressurreição do amor. 

Elohim Claire 


Canal: Thiago Strapasson 
Fonte: http://www.coracaoavatar.com.br/
Revisão de texto: Solange Yabushita 
Veja mais mensagens dos Elohim Aqui 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...