terça-feira, 5 de abril de 2016

Jennifer Hoffman - "Relatório da Energia para Abril / 2016" - 04.04.2016



Estamos começando um novo mês, mas este não é apenas um movimento de um mês para o outro. É um movimento para um novo ciclo de energia, como eu escrevi nas Previsões de 2016. Estamos no período seguinte de 2016, onde temos a oportunidade de expandir as lições, o aprendizado, a cura, o crescimento e a transformação que criamos de Janeiro a Março. O tema de “Ação em Abril” é a ação alinhada e isto significa observar todas as possibilidades através da lente do potencial expandido. Se a vida irá mudar, devemos estar dispostos a tomar as medidas necessárias, o que começa por “ser”, e não fazer.

Tem sido uma semana de energia um tanto tempestuosa, enquanto experienciamos tudo, desde noites sem dormir a sonhos estranhos, com sintomas físicos incomuns, todos eles nos lembrando que muito mais está acontecendo sob a superfície do que percebemos, e que devemos permanecer ancorados em nossos corpos. Somos recipientes de energia e o nosso corpo físico é como trazemos a energia para criar o “céu na terra”. Que energia Abril mantém para nós? Este é o tema do boletim desta semana, o que caracteriza o Relatório de Energia de Abril.

Se você passou os três primeiros meses do ano quase intacto, parabéns. Tem sido uma jornada turbulenta. A primeira parte de 2016 estabeleceu o tom energético para o resto do ano, assim se você teve algumas mudanças difíceis ou inesperadas, terá a oportunidade para a resolução agora e nos próximos meses. Acho que a dificuldade dos últimos meses acabou, mas isto é relativo, também. Depende de como você se adapta à mudança, ao que está acontecendo em sua vida e para onde você quer ir a partir daqui. É a “ação em Abril” e o momento para o movimento, mas antes de sair precipitadamente pelo portão, esteja ciente de que esta ação não é do tipo de “pegue a primeira coisa que vier”. Estamos em uma nova vibração agora e isto é a “ação alinhada”, o movimento focado em uma direção deliberada. Antes de gritar: “Prepare-se, posicione-se e vá”, pense mais em termos de “avalie, alinhe-se e, então, aja.”

Temos inúmeros retrógrados neste mês, o que nos pode fazer pensar que estamos ainda em outro mês, onde temos que sentar e esperar, mas estes retrógrados, realmente, contribuem com o potencial da ação, eles não a diminuem. A chave é como os usamos, positiva e poderosamente para agirmos a partir de nosso egocentrismo e estarmos alinhados com o que nos serve, em vez de negativamente e de uma forma limitada, através de nossa impaciência e desejo de estarmos em outro lugar, que não seja onde estamos, ou a nossa culpa sobre a nossa própria alegria e sucesso.

Os retrógrados simplesmente contribuem com a oportunidade de reunir a nossa energia dispersa, focar a nossa intenção, realinharmo-nos com o nosso poder, e, então, com o acesso a todos os nossos recursos energéticos, reconsiderarmos as nossas opções, potenciais e possibilidades. Ou podemos usá-los para evitar a ação, o que não é realmente a melhor maneira de usar esta energia. Dito isto, quando você não está preparado para a mudança, simplesmente, você não está preparado. E não há problema quanto a isto, este é um processo contínuo, assim a próxima vez pode ser sua.

Saturno e Júpiter, ambos retrógrados, no início de Abril, e Plutão em movimento retrógrado no meio, que é também quando Mercúrio e Marte entram em sua sombra retrógrada para o seu final do mês retrógrado. Na verdade, Marte cobre um grau em todo o mês de Abril. Se não houvesse tantas outras coisas acontecendo, pareceria muito estagnado, de fato. Mas temos muito mais movimento e caos acontecendo, que é como estar em um concerto de múltiplos estágios, com muitos atos diferentes, todos tocando ao mesmo tempo, assim os retrógrados podem ser um aspecto insignificante das atividades do mês.

Apesar da ênfase na ação retrógrada deste mês, é mais interessante ver quais os planetas não seguirão retrógrados – Vênus, Urano e Netuno. Vênus está passando por Peixes, o seu signo de exaltação (onde ele realiza o melhor), e entra em Áries, em 7 de Abril, o dia da lua nova em Áries. Netuno, também em Peixes, está avançando também, quando ele, finalmente, deixa a sua sombra retrógrada. Apegue-se aos seus sonhos, especialmente aqueles em que você realmente acredita. O resto pode subir em uma grande nuvem de fumaça, ou a cortina ser puxada e vermos o “mágico” por quem e o que ele realmente é.

E temos Urano em Áries, um novo ciclo de 84 anos que começou em 2010/2011. Urano foi o último em Áries em 1926, um período de tremenda mudança e agitação social para alguns. Para outros, a lacuna ampliada  entre ricos e pobres se tornou por demais evidente (parece familiar?). Estava também em conjunção com Eris, o planeta que representa a discórdia, o caos, a retribuição, às vezes, camuflada como vingança.

Neste ano, nós temos este aspecto de 1920 se repetindo, quando Urano está em conjunção com Eris novamente, desta vez em um grau posterior em Áries, o signo dos inícios, não nos últimos graus de Peixes, no final da roda do zodíaco. Com uma órbita de 560 anos, Eris esteve em Áries desde meados de 1920 e estará lá por um longo tempo, enquanto Urano fez o seu circuito de 84 anos da roda do zodíaco. Agora, eles estão de volta juntos, os parceiros cósmicos da mudança revolucionária, e isto multiplica exponencialmente o poder transformador de Urano, que é o que você espera que aconteça quando você emparelhar o planeta da revolução com o planeta da discórdia. Sem supervisão e gestão adequada, seria como dar as chaves do seu carro a uma criança de 2 anos, que é o que vimos na década de 20. Mas quando adequadamente gerido, este par pode realizar grandes mudanças de uma forma mais equilibrada e madura.

A Lua Nova em Áries, em 7 de Abril, apresenta a conjunção Urano/Eris, bem como uma suave quadratura de Plutão, que é equivalente a obter um aviso em vez de uma multa cara que você estava esperando. Embora tivéssemos inúmeras luas novas e cheias que caracterizam cada planeta ultimamente, esta age de forma mais solitária, mas não menos poderosa. Acho que a falta de outra atividade planetária remove as distrações e acrescenta o tema dos novos inícios a todas as luas novas, mas especialmente em Áries, e ao foco revolucionário e transformador de Urano/Eris. Não há nenhum murmúrio para nos distrair de um foco singular em nossas próximas escolhas, para onde queremos ir, qual é o nosso desejo mais premente neste momento e o que está em nosso caminho.

A lua cheia de Abril está no início de Touro, cujo regente, Vênus, estará em Áries, enquanto os outros planetas estão passando pelos seus retrógrados, e este pode ser um bom momento para agendar um dia no SPA, fazer uma pausa, ou ser tolerante. Isto também se encaixa ao tema de “Ação em Abril”, e sim,  ter um tempo para nós mesmos é parte do processo de ação, porque devemos agir agora a partir de nosso “ser”, em vez de nosso “fazer”. Precisamos trabalhar com a energia agora, de como queremos experienciar um resultado e a energia que expande as nossas vidas, em vez do que iremos fazer e, então, tentarmos fazer a energia fluir nesta direção, adaptando a energia depois do fato, em vez de criá-la desde o início. Lembre-se de que se trata de congruência energética neste ano; flua com harmonia, graça e tranquilidade.

A melhor maneira para usar esta energia de ação orientada é seguir estes três passos:

1 – Avalie as opções a sua frente, sem se comprometer com nada. Às vezes, vale rever todas as opções em primeiro lugar, antes de fazer uma escolha. Você não olha para todos os itens no menu em um restaurante, antes de fazer a escolha?

2 – Verifique que opção está melhor alinhada com a sua intenção – qual parece melhor, é mais divertida, e tem o maior potencial para você? Isto requer que você se coloque em primeiro lugar, torne-se egocêntrico e veja o que se alinha com você. Você pode sempre atender às necessidades de outras pessoas mais tarde, uma vez que as suas necessidades sejam atendidas.

3 – Tome medidas com base no item 1 e 2 acima. Chegamos a um ponto em que temos que saltar do precipício e abrirmos as nossas asas. A correção no curso em uma data posterior é sempre uma possibilidade, mas isto deve acontecer depois que começamos a jornada e saímos do nosso próprio campo de potenciais. Há muito planejamento e preparação que podemos fazer – eventualmente, teremos que entrar no carro e começarmos a viagem.

Como já escrevi antes, precisamos tirar os nossos “óculos espirituais cor de rosa” e aceitarmos o lado do poder de nossa vida espiritual. Este período anuncia o portal para a manifestação instantânea, a mudança emponderada e o ímpeto de nos lançarmos na próxima dimensão. Estivemos de pé, à beira do precipício por muito tempo. Estamos preparados para descobrir o quanto as nossas asas são realmente grandes e até onde elas podem nos levar? Não há tempo como o presente para começarmos e podemos descobrir a que altura e distância podemos voar, mas não podemos fazê-lo se não dermos um grande salto no desconhecido, o que representa tanto o nosso maior medo, quanto a nossa maior bênção. Salte alto para que possa voar longe.

Tenha um mês maravilhoso

Jennifer Hoffman


Autor: Jennifer Hoffman 
Fonte: http://enlighteninglife.com/
Tradução: 
Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais Jennifer Hoffman Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...