domingo, 10 de abril de 2016

Jenny Schiltz - "Assim como dentro, também fora / A importância do perdão" - 09.04.2016



Fala-se muito da necessidade de se perdoar aos outros e de abrir os nossos corações, principalmente nesses períodos de energia intensa. É muito importante liberar tudo internamente que esteja sustentando dor, raiva, vergonha , culpa e frustração. Tudo isso nos impede de abrir-nos plenamente às incríveis energias que estão banhando a Terra nestes momentos.

Esta manhã, estava sentada meditando, e perguntei o que eu precisava perdoar. Fui imediatamente levada a cenas em minha vida em que eu fora ruim, grosseira e que reagi a partir da perspectiva de uma criança interna ferida.

Foi então que compreendi, que só eu posso me perdoar e me curar. Não tenho problema em perdoar aos outros, vejo a alma brilhante por trás de cada pessoa. Todavia, eu não consegui estender essa dádiva a mim mesma. Eram eventos que eu tinha superado ao trabalhar o lado sombrio, mas me concentrei naqueles que eu sentia ter ferido, e pedi o seu perdão. Não considerei que o último e necessário passo era perdoar e curar a mim mesma.

Assim, examinei cada memória que veio à tona. Permiti a essa minha versão, amar, perdoar e sustentar a versão de mim que agira a partir de um estado de dor. Temos a capacidade de interferir em qualquer memória e interagir com ela, mudando tudo internamente, daquele ponto em diante. Fiz isso até que senti uma profunda liberação interna. À medida que as lágrimas fluíam, fiquei surpresa como isso me afetava profundamente em todo esse tempo, sem que eu estivesse totalmente consciente. Foi mais uma camada do self a ser liberada.

Conforme trabalhamos diligentemente para banhar a Terra e as pessoas, com amor incondicional, não podemos nos esquecer de amar todas as nossas partes profundas e repulsivas. Apenas temos o poder de curar todas as nossas feridas, quando conseguimos nos amar e preencher os vazios internos. Dessa forma é que curamos e amamos o mundo, ao nos curarmos e nos amarmos completamente. Assim como abaixo, também acima e assim como dentro, também fora.

Tomem algum tempo para refletir sobre a capacidade de perdoar. Perdão para todos que nos feriram e perdão para todos que feriram outras pessoas, a Terra e os animais. Mais importante ainda, perdoar, amar e ter compaixão por nós mesmos.

Envio-lhes todo amor e bênçãos com que possam lidar. Sou grata por todos vocês estarem nesta jornada comigo enquanto os mantenho e a mim mesma na luz mais elevada.

Jenny.


Autor: Jenny Schiltz
Tradução:  Ivete Brito – adavai@me.com – www.adavai.wordpress.com
Veja mais Jenny Schiltz Aqui 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...