quinta-feira, 21 de abril de 2016

Jesus - "Quando as 'coisas" vierem à tona... Alegrem-se!" - 19.04.2016



Simulação de imagem a partir do original "Santo Sudário." 
É assim que eu, Gabriel RL, o vejo.

Na medida em que o momento do despertar da Humanidade se aproxima, muitos estão experimentando emoções inesperadas de grande intensidade, decorrentes de suas consciências - lembranças de traumas há muito esquecidos ou profundamente enterrados - "coisas" que se pensavam estar esquecidas ou curadas. Feridas e sofrimentos de infância frequentemente estão muito profundamente enterrados para permitir que a criança sobreviva e cresça. Todavia mais tarde, estes sentimentos sobem superfície para serem curados. Entretanto, revivê-los, pode ser muito doloroso e surpreendentemente intenso.

Sentimentos que, se não são forem abordados, na medida em que surgirem, o sofrimento se intensificará. Enfrentar e liberá-los, é parte do processo do despertar da humanidade, porque irão despertar para o Amor, a Realidade, Fonte, onde qualquer coisa que não esteja em alinhamento com esse maravilhoso estado, o estado natural de cada um de vós, tem de ser ultrapassado, descartado ou dissolvido antes do despertar, porque o irreal não pode entrar na Realidade.

E, quando se recolhem em seus sagrados santuários do Amor divino – e ninguém está sem um – falem com Deus de seus sofrimentos e peçam ajuda para liberá-los, entregando-os a Ele/Ela. O Ele/Ela é do sexo masculino e feminino em perfeito e harmonioso equilíbrio, que irá abraçar e acalmar seus corações dos problemas, permitindo que esses antigos e dolorosos traumas se dissolvam no nada, de onde pareceram surgir.

Lembrem-se de que só existe o Agora. Nada resta do passado, que é irreal e nada paira sobre vocês, enquanto o futuro se aproxima, porque também é irreal. São e sempre foram amados e imperturbáveis filhos de Deus residindo no Agora em Sua Presença, em paz e alegria absoluta. Aquilo que, como seres humanos, experimentam além do Amor, é irreal e não pode perdurar.

Diariamente, façam visitas a seus sagrados santuários, onde o Amor - permanentemente - reside. Abram seus corações e permitir que Ele lhes abrace. Tudo o que precisam fazer, é permitir, entregando-se  a Ele e, então perceberão que são UM com Ele  e que, na verdade, não existe separação.

Fazer isso, permite que todo trauma enterrado ou negado, sofrimento ou simples confusão emocional, com que todos estão sobrecarregados surja em suas consciências e,  então, sem envolvimento com eles, tentem lembrar tudo o que aconteceu nesse caso em particular e compreendê-los e, então, eles irão se dissolver. Provavelmente não será instantaneamente, pois será com a dor que terá de fluir, porque estão vivendo como seres humanos no tempo linear. Levará algum tempo e, possivelmente, sentirão muito intensamente, então, tenham lenços ao alcance da mão, (John tem feito isso muitas vezes nos últimos meses).

E, quando o fluxo cessar, sentir-se-ão relaxados, provavelmente muito cansados, mas em paz...  até a próxima vez! Mas, chegará a um final, onde a boa vontade de permitir passem o mais rapidamente por eles, mais rapidamente será o processo. Provavelmente, os homens terão mais problemas com isso do que as mulheres, uma vez que eles são  inculturadamente mais resistentes. E sendo mais fortes não demonstram suas emoções, portanto, bloqueiam suas emoções (embora a raiva seja muitas vezes sentida como dificuldades, mas aceitável!). Isso se tornará normal, quando tristeza ou sofrimento de qualquer tipo surgirem, resultando em choro, um ato quase automático para desligar esses sentimentos.

Assim, para os homens, provavelmente será necessário encontrar um lugar seguro, algum lugar que saibam que não serão visto ou perturbados e, portanto, a salvo do constrangimento de serem vistos não só tendo intensos sentimentos, mas de serem vistos, chorando em soluços convulsivos! Embora NÃO pareça ser um procedimento masculino, trata-se de apenas um infeliz estereótipo masculino que precisa ser descartado.

Liberar todo esse doloroso trauma emocional enterrado, é uma parte absolutamente essencial do processo do despertar, seus e da humanidade. No entanto, como já realizaram bastante trabalho em si próprio, o que experimentam pode muito bem ser resultado de suas sabias e amorosas escolhas para ajudarem  na liberação coletiva de eras de trauma, resultante dos dolorosos jogos em que estiveram envolvidos,  desde que a experiência de separação foi iniciada.

Quando "coisas" vierem à tona... alegrem-se! Isso significa que tomaram a decisão de liberar tudo o que está prendendo vocês, abrindo-os ao Amor, suas verdadeiras e eternas naturezas. Será inquietante, emoções enterradas afloradas são sempre inquietantes, mas ao permiti-las fluir, serão levados para um espaço, no qual, a paz interior irá envolvê-los. Esse lugar de paz interior está fechado, quando negam ou enterram seus sentimentos, por causa da intensa resistência com que vivem, fechando o acesso aos braços reconfortantes do Amor, sentimento amoroso! Saberão que, em algum momento todos experimentaram oferecer e aceitá-lo, mesmo que brevemente, embora provavelmente não enquanto estão lendo isso.

Amor é o que se trata da busca do significado e importância em tudo. Entretanto, os jogos de sobrevivência que participaram por eras exigiram que construíssem defesas contra ataque e traições e essas defesas também bloquearam o Amor. 

E, quando se abrem ao Amor, não mais precisam de defesas de qualquer tipo. Permitindo que a dor e o sofrimento de traumas do passado venham a tona de suas consciências e fluam através de vocês, lava essas necessidades terríveis, libertando-os para, totalmente se envolverem com a Fonte, da qual nunca estiveram separados, nem  por um momento sequer.

Ir para dentro e descobrir os tesouros que estão armazenados lá, ao longo das eras. Cada pensamento, palavra ou ação amorosa em que já se envolveram, não importa quão aparentemente insignificante possa ter parecido, ajudaram a criar um armazém de tesouros, que descobrirão com encantado espanto, quando despertarem para a plena consciência de onde realmente são.

Deponham suas máscaras, os falsos egos que apresentam ao mundo. Abram seus corações para a vulnerabilidade e deliciem-se com a liberdade que irão experimentar. Quando fizerem isso,  encontrarão outras pessoas, também sem máscaras respondendo a vocês e, os verdadeiros relacionamentos, relacionamentos sagrados, serão estabelecidos, onde antes teriam pensado serem impossíveis. São todos seres de Luz, de Amor e, quando se revelam, deixando cair suas máscaras ou falsos egos e oferecem Amor aos outros, em vez de uma observância cautelosa, na medida em  que verificam a segurança da situação, as respostas que evocarão adiante irá encantar e surpreendê-los.

São todos Amor,  assim como todos os outros, portanto, apenas envolverem-se carinhosamente e se exultarem na maravilha resultante. Este é o momento para o qual tem ansiado, por isso abram seus corações e se envolvam totalmente com na alegria que os espera.

Seu irmão amoroso, 

Jesus.


Canal: John Smallman
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais mensagens do Jesus Aqui


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...