sexta-feira, 1 de abril de 2016

Mestre Serapis Bey - "Uma união silenciosa" - Abril / 2016



Filhos,

Quando vieram e aceitaram adentrar ao jogo tridimensional, havia grande euforia, porque vocês sabiam de tudo que seria apresentado. Havia um grande potencial de transformações que seria posto em prática. 

Vocês adentraram a esse jogo e foram modificando o dia a dia, num trabalho silencioso de compaixão. Um sorriso, uma mão estendida, uma nova forma de olhar, uma palavra amiga, a demonstração sincera de amizade... Esses foram os atos que esse exército de mestres em terra praticou. E vocês foram ancorando energias e inserindo sentimentos na consciência coletiva. Essas emoções trazidas foram dilacerando os corações ainda fechados e abrindo-os ao recebimento do amor. 

Mas vocês trouxeram também a energia da contestação, pois sabiam que havia melhores formas de se fazer, de conviver. Então, quantas vezes, numa demonstração de amor, contestaram aquilo que era,  digamos assim, feito de um modo mais rústico.

Foi um trabalho silencioso no qual vocês não se conheciam, apenas sentiam que havia mais de vocês, por aí, a espalhar sua energia. Vocês sentiam a família, mas a energia da época não permitia se reconhecer.

E esse trabalho foi modificando a energia de seu mundo e expandindo a consciência daqueles que ainda não estavam abertos a sentimentos mais sublimes. Vocês, cada um a seu modo, foram mostrando isso, sem que sequer percebessem o que estavam a realizar.

Em seu interior, vocês sabiam que tinham algo de diferente, porque não compreendiam aquela forma de vida. Vocês sentiam que havia algo mais adiantado e, da maneira que podiam, iam mostrando isso. Porque na sua natureza há uma sabedoria guardada que vem de outras eras, que vieram a ancorar nesse ambiente. 

As energias foram se modificando e vocês foram se reconhecendo. Vocês se olhavam nos olhos e percebiam aqueles que possuíam um brilho diferente. Havia algo ali. Os olhares se entrecruzavam e cada qual seguia sua jornada, em seu trabalho de amor e de fé por um mundo melhor. 

Depois começaram a ver falas dispersas em suas redes mundiais de computadores, e algo nesses dizeres os atraia. Eram os sinais da família que agora os ligava mais profundamente e o trabalho ganhava maior expressão, porque havia mostradores a os unir e a os dizer para continuarem a acreditar. O coração voltava a vibrar naquela energia inicial de grande euforia. Vocês sentiam que algo grande estava a se aproximar. 

Hoje, muitos de vocês já se conhecem no mundo todo, pessoalmente ou à distância, porque uma energia os uniu. A energia do bem querer, aquela que estava em seu coração que dizia que havia uma nova forma de ser, que havia outra possibilidade. Ainda que não identificassem com clareza qual era, em seu coração estava guardada aquela sabedoria ancestral, onde vocês sabiam que um mundo com mais amor era uma possibilidade. 

Vocês foram tidos como sonhadores, como aqueles que viviam em outra realidade, porque assim eram vocês. Não há problema nisso, porque foi esse seu comportamento que passou a ancorar uma nova maneira de se expressar. Foram seus gestos, sua coragem de enfrentar velhos padrões, de dizer que há uma forma melhor, mas, acima de tudo, sua capacidade de se manter em paz ao centro de seu coração. 

Ah, essa capacidade de se manter em paz é nova. Essa nem vocês sabiam que tinham, pois ao se manter ao centro, se mostram como os devotos da fé num futuro melhor. Os mostradores de um modelo novo que vocês trouxeram a esse mundo, em seus corações. Porque é em vocês que esse novo está ancorado.  É aí que está todo potencial de mudança de que tanto falamos e falamos e, ainda, repetimos. São vocês meus doces e lindos guardiões. 

Não acreditam? Olhem a sua história de vida, vocês que leem esses textos. Vejam se seu coração não é assim como descrevemos, com uma energia que sabe que algo grande está a vir e que há outra possibilidade. Vocês sentem que é um trabalho feito a cada dia, ancorando energias em seus atos, mantendo a fé na humanidade, sendo o exemplo de Luz nesse planeta, mostrando que há uma nova e mais adiantada forma de ser. 

Porque, amados, ser um trabalhador da Luz não é pegar um megafone e sair a gritar na rua, não! É ancorar energia, é demonstrar na fala suave uma nova maneira de falar, é ter equilíbrio nos movimentos, é ter calma, é ser exemplo, é mostrar que você possui algo de diferente que é sua humildade e sua compaixão. É ter equilíbrio até no contestar. Isso é ser um trabalhador e foi isso que vieram a fazer e é o que está a modificar toda a estrutura de poder. 

Nessa energia, não há poder a os manipular, porque vocês são autênticos e estão manifestando aquilo que está guardado em seus corações. Vocês são indomáveis, porque acreditam naquilo que trazem dentro de si. 

Então, continuem a trocar esses olhares de reconhecimento, sabendo que estão em uma grande família a trabalhar, a espalhar amor. Acreditem, meus exércitos de corajosos mestres! Não duvidem do que guardam dentro de si, porque carregam o que há de mais belo em todo esse mundo e que jamais alguém será capaz de os tirar: O AMOR DE DEUS. 

Fiquem em paz, meus amados, porque EU SOU Serapis Bey e estou pessoalmente aqui a irradiar meu amor por vocês, com a ajuda de toda nossa fraternidade de irmãos. 

Serapis Bey


Canal: Thiago Strapasson
Fonte: http://coracaoavatar.blogspot.com.br/
Revisão de texto: Solange Yabushita
Veja mais mensagens do Mestre Serapis Bey Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...