quarta-feira, 6 de abril de 2016

Sanat Kumara - "Um olhar sobre a consciência" - 04.04.2016



Amados filhos, que a Luz Crística esteja a os iluminar nesse instante. 

Nós observamos os movimentos que são feitos ao seu despertar, ao retorno à compreensão da morada de nosso Pai. Eis que existe muito mais na criação, do que seus olhos físicos são capazes de observar, do que sua mente pode compreender. 

Vocês estão em um ambiente físico de restrição da consciência, onde, praticamente, toda sua compreensão acerca da existência passa por um dos seus sentidos físicos e é interpretada por sua mente. 

Nesse ambiente, a compreensão fatalmente restringirá sua consciência, que deixa de ter acesso a elementos essenciais de sua própria constituição. O acesso a esses elementos somente existe quando acessam, no próprio plano físico, lampejos mais elevados em termos vibracionais. No mais, vocês experienciam uma realidade em que há um véu a os bloquear o ângulo total de visão existente. 

A sua consciência possui todos os elementos daqueles que estão a vivenciar e experimentar uma realidade vibracional mais expandida, porém, sofre restrições em razão da própria experiência material em que aceitaram se desenvolver. 

Mas é importante que algo fique claro. A sua consciência ganha muito nesse ambiente, pois ela é testada, digamos assim, em todos os aspectos. Vocês se descobrem, se conhecem, evidenciam suas fraquezas, seus lados em desenvolvimento e fortalecem seus aspectos já iluminados. Há muito aqui. Há amor, há oportunidade de desenvolvimento como em poucos lugares desse cosmo. 

Porém, há também grande confusão, porque essa ausência de clareza sobre aquilo que são, aquilo que representam, entorpece o seu ser a impedir que vivenciem a plenitude. 

Mas entendam que é uma experiência que um de seus aspectos está a vivenciar, a fim de buscar o enobrecimento de sua alma, porque vocês são obrigados a olharem para si próprios de forma crua, sem filtros, sem máscaras, num ambiente de restrição. Vocês podem até se utilizar de máscaras, mas, ao final, é sua consciência com ela própria. Não há subterfúgios, pois estão aparentemente separados de tudo. 

Dentro de seu livre arbítrio, tomaram todas as decisões que podiam de acordo com o grau de iluminação de suas consciências. São essas trajetórias, essas decisões, que serão as únicas coisas que estarão a os acompanhar pela eternidade. E há avanço nesse aspecto, porque uma grande oportunidade de reconhecimento de seus limites conscienciais são abertos. 

Observem-se! Olhem-se! Experimentem sem receio! Porque é para isso que estão aí. Ao final, a sua consciência estará a levar consigo uma experiência indefinível em planos mais sutis. Vocês vivenciam algo quase que incompreensível àqueles que estão desse lado do véu e, por isso, geram tanta atenção. 

Então, usufruam desse momento único de sua existência, pois ele terá muito a os acrescentar. A sua alma anseia por essa coragem, por essa experimentação. Esqueçam tudo o mais e vivam na plenitude de seus sentidos físicos, deem seu melhor, pois, em breve, vocês verão os magníficos frutos que já colheram dessa experiência, que é a vida física na Terra. 

Fiquem em paz meus filhos, porque sou eu que estou aqui, Lord Kumara. 

Como todo meu amor. 

Lord Kumara 


Canal: Thiago Strapasson
Revisão de texto: Solange Yabushita 
Veja mais mensagens de Sanat Kumara Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...