sexta-feira, 6 de maio de 2016

Eckhart Tolle - "O despertar é um processo gradual ou também pode ser uma mudança súbita, espontânea?" - 21.04.2016


"Criando uma nova Terra juntos"
Para a maioria das pessoas, o despertar é gradual. Uma transformação muito drástica e súbita é rara, e geralmente ocorre apenas diante de extremo sofrimento – aquele que pode surgir tanto de dentro de si mesmo como de uma situação da vida real, tais como uma doença grave, perda, ou alguma outra forma de dor. Assim, há a possibilidade de uma mudança súbita e radical. 

No entanto, para a maioria das pessoas, o despertar é um processo gradual que ora avança, ora retrocede, por assim dizer. Pode haver uma recaída em padrões inconscientes disparados por situações, e, em seguida, uma nova recuperação para o estado de mais presença. Mas, no geral, há um aumento gradual da presença que, então, flui em mais e mais áreas de sua vida.

Também pode haver uma súbita explosão de consciência desencadeada por algum tipo de evento – geralmente, aquele que não seria considerado "agradável". Por exemplo, eu conheci pessoas que praticam a presença por algum tempo, e elas têm mostrado um crescimento lento, mas maravilhoso; e, de repente, uma grave condição física surge, trazendo uma intensificação muito rápida de consciência. Em algumas pessoas, essa situação traz uma reação de medo profundo, de forma que eles perdem a consciência; mas, em muitos outros casos tenho observado uma intensificação do estado de consciência desperta, especialmente se a possibilidade de morte é iminente. Portanto, há um enorme afluxo de presença subitamente, mas isso só aconteceu porque essas pessoas já estão praticando uma vida com a consciência no momento presente há algum tempo, talvez por vários anos.

Não há realmente um ponto final para o aprofundamento possível da consciência. Seja feliz com o que está acontecendo com você, e, se qualquer outra coisa for necessária, a vida irá lhe dar. De modo geral, para os que aceitam voluntariamente o surgimento da nova consciência, a necessidade de que a dor lhe sirva como um mestre espiritual ou como uma forma de quebrar o ego diminui significativamente.

Para aqueles que não se abrem para a nova consciência, é como se houvesse uma concha egoica em torno de algo dentro deles que quer crescer, mas não consegue; esse algo está empurrando a concha para cima, e esse processo começa a ficar muito doloroso. Em muitas pessoas, essa concha egoica também pode ser experimentada como um anseio interior profundo por algo que não consegue nomear.

E, então, o que a vida tende a fazer é romper a concha através de algum tipo de evento, seja ele qual for – como ser demitido, despejado, ou passar por uma separação conjugal. Também poderia ser algo físico. Seja qual for o evento, há um choque, uma rachadura aparece, e, em seguida, a luz pode ser acessada. No início, é claro que a ruptura é dolorosa, e há algum grau de sofrimento; então, de repente, "Ah!" – vem uma intensificação da vitalidade.

Eu conheci muitas pessoas ao longo dos anos que foram golpeadas de alguma forma pela vida, pelo universo, pelo destino – seja qual for a maneira que você quiser chamar – e, ao olhar para trás, elas relataram que “foi a melhor coisa que poderia ter acontecido comigo”. Tantas pessoas me disseram: “eu não estaria aqui falando com você se isso não tivesse acontecido comigo”. E eu tenho certeza de que as pessoas que estão lendo isso poderiam dizer o mesmo. Eu sei que eu poderia dizer o mesmo! Sem o intenso sofrimento que experimentei, eu não estaria aqui.

Por trás de eventos aparentemente negativos, sempre há uma graça se escondendo. (E se você acompanhar as notícias, vai ver que não falta coisas extremamente negativas acontecendo.) Mas todos estes desafios são potencialmente experiências para conduzir ao despertar. O ego exige segurança, dizendo coisas como: "Seria ótimo se eu não tivesse que me preocupar com o trabalho e eu realmente pudesse buscar o despertar e a presença". Mas não, se fosse esse o caso, você poderia provavelmente ir dormir. Com 100% de segurança, quase todo mundo iria dormir, pois teria tudo mapeado e nada poderia dar errado.

De qualquer forma, a vida não é assim; então, mesmo que houvesse alguma segurança em nível financeiro ou profissional, evidentemente, você ainda seria confrontado pela insegurança de seu veículo físico – e pela insegurança ou a imprevisibilidade das pessoas ao seu redor!

Portanto, viver com a insegurança ou a incerteza do que vai acontecer a você – e, na verdade, aceitar essa condição – é algo maravilhoso. Ao invés de pensar com medo "oh, eu não sei o que vai acontecer comigo" e pirar com a incerteza de tudo, entregue-se a essa incerteza ou insegurança, porque a vida é assim. A vida realmente flui de mais forma mais poderosa quando há incerteza.

A essência da jornada de cada ser humano é que não se sabe o que vai acontecer amanhã. No entanto, é dessa forma que a transformação se torna possível. Se você sempre negar a incerteza, pensando "Quero certeza", será como fechar as válvulas através das quais a vida e a possibilidade de transformação entram.

É por isso que a ideia tradicional de peregrinação é universalmente importante em todas as culturas. O propósito real por trás dela nunca foi a chegada, mas a incerteza da viagem em si, que tem um efeito transformador. As pessoas sabiam disso, talvez, intuitivamente, e elas seriam transformados por sua peregrinação.

Aceitar a incerteza da vida, viver com ela e começar a amá-la tem um outro efeito interessante em termos de criatividade. A criatividade é sufocada pela segurança excessiva. Se você olhar para a vida de grandes artistas e escritores da história, a maioria deles não tinha um rendimento seguro; a sobrevivência era incerta. Mas é aí que a criatividade surge, e o despertar torna-se possível.

Por isso, o que o mundo chama de "negativo" não é necessariamente negativo. Quando você ouvir as notícias, lembre-se de que há sempre um outro lado de tudo. E as dificuldades experimentadas em conjunto atualmente também são potencialmente uma abertura para o despertar. 


Autor: Eckhart Tolle 
Fonte: http://www.eckharttolle.com/
Tradução: Sementes das Estrelas / Amanda Cordeiro
Veja mais Vídeos / Artigos de Eckhart Tolle Aqui 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...