sexta-feira, 20 de maio de 2016

Julie Redstone - "Quando o leão se deita com o cordeiro" - 12.05.2016



Há coisas que parecem inconcebíveis para a mente, mas que não são inconcebíveis para o coração. Pois a mente opera com crenças que são mutáveis, enquanto o coração, em sua camada mais profunda, opera com verdades que são imutáveis.

As crenças da mente envolvem conceitos e entendimentos sobre a relação do ser com a realidade e a respeito de quem é a própria pessoa. Na ausência da luz espiritual, estas crenças parecem como verdades eternas, ainda que elas tenham sido meios de adaptação, temporariamente, a uma realidade em mudança. Crenças não são verdades. Elas são mais da mente do que da alma. Elas são mais lógicas do que a compreensão profunda do coração. Agora, neste momento de mudança vibracional e de uma realidade que está transmutando para algo que nunca ocorreu antes na Terra, as crenças da mente podem dar lugar mais facilmente às crenças do coração e da alma. Assim, quem uma pessoa se concebe ser, torna-se algo completamente diferente do que a idéia que ela esteve mantendo, contanto que possa ser lembrado.

Quando o leão se deita com o cordeiro, quando a tartaruga e os peixes nadam juntos, quando aquilo que é predatório pode fazer amizade com a sua presa, seja humano, ou não humano, será porque a vibração do coração ganhou ascendência em todo o organismo psicofísico, de modo que o que uma vez estava cheio de ódio, animosidade e medo, pode ser agora substituído pela cooperação e amor.

Alguns podem ver as possibilidades para isto mais facilmente no reino animal, pois a inocência natural de muitas criaturas nos fala de uma ausência de malevolência e da presença da simples bondade. No entanto, a supremacia do coração pode ocorrer e está acontecendo nos seres humanos, também. Embora não seja ainda visível, a vibração do coração está se fortalecendo, de modo que o que parecia ser uma discórdia, um conflito inevitável e intratável, pode ser tornar algo mais, algo que participa da paz.

No reino humano não existem verdadeiros “leões” ou “cordeiros”. Cada um é uma mistura de ambos, embora um aspecto ou outro possa estar oculto da vista. Cada um participa das qualidades da alma, bem como das crenças da mente, e quando as crenças da mente são mais facilmente desprendidas, as qualidades da alma, transmitidas ao coração, podem surgir mais facilmente.

Crenças são transmutáveis. Este é o entendimento que todos devem possuir a fim de manter a esperança de participarem mais plenamente de uma realidade em mudança. Crenças são transmutáveis, e a esperança para o mundo se baseia neste processo em desdobramento. Todos os que desejam conscientemente uma parte ativa nesta transformação podem ajudar no domínio de suas próprias vidas, sabendo que o que foi mantido pelo que pode ter parecido para sempre, pode agora ser questionado em favor de uma nova versão da realidade, a versão do coração, a versão do amor.

Que todos sejam abençoados à luz desta verdade emergente.

Julie Redstone


Autor: Julie Redstone
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais Julie Redstone Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...