quinta-feira, 19 de maio de 2016

Kuan Yin - "Nossa união com o Akasha" - 16.05.2016





A piedade surge a partir da profunda cura da alma, nascida do abismo da dor, quando a verdade vem para o exterior e ninguém pode pará-la; e ainda assim cada um sente a necessidade de permanecer lá, assumindo seu papel na dança da vida, sem esperar nada em troca.

O Chamado do coração convida-nos mil vezes para fechar ciclos, que parecem devastadores, e que nos poucos anos de uma vida humana nos divide em dois e quebra todos os sentidos; mas essa realidade polarizada e dolorosa é a porta para um maior estado de consciência, não melhor, e sim maior em termos de expansão, em termos de cura, e para a consolidação do ser.

O Chamado do coração contempla a todos tornarem-se conscientes de quão pequeno era o nosso mundo, de como nós tomamos posições errôneas herdadas de nossos antepassados, das muitas verdades que vêm à luz, uma após outra, e mais energia da Luz entrante, mais Verdade.

Algo do que tomamos consciência como um "erro", foi um plano de cada alma para um determinado trabalho, em um Grupo de Almas.

E agora, com a mudança de energia em Gaia, e a transmutação de todos os fios de consciência e tempos passados, esta função desaparece, por isso não vemos sentido, porque já não há que continuar a desenvolver um plano parcial, e podemos levar as frequências internas com o Chamado do Coração às frequências sem separação na unidade.

Assim fazia sentido enquanto vivíamos experimentando, por mais polarizado e doloroso que era, e enquanto abriam-se infinitos caminhos de Luz para essas almas do Grupo que alimentavam o conjunto das almas envolvidas, e que nos ajudou a nos amarmos e respeitarmos em meio ao caos.

Agora compete a todos viver e curar esses processos de transformação, desde a não-consciência e percepção, talvez ainda mais doloroso que o tempo linear: enquanto durar a encarnação lembrarmos do verdadeiro amor a nós mesmos, aos outros e à Unidade, nisso há que melhorar e aplicar nossa consciência.

Somos seres despertando de um sono profundo, distante de tudo e de todos, na profunda viagem que estamos fazendo dentro do nosso Chakra do Coração e na profundidade das memórias de DNA que se abrem em todos os nossos corpos, e situações ou lugares, quase repentinamente uma após a outra, para que possamos gerir.

A abertura da glândula pineal nos ajuda a perceber mais precisamente as linhagens completas ou situações cármicas recorrentes em todos nós.

Amado ser de Luz, sou Kuan Yin, existem milhares de lendas sobre mim, todas belas, mas apenas uma correta, eu fui uma mulher que aprendeu a amar na adversidade, na plena confiança de um Bem Maior.

Agora compete a vocês este profundo salto de vida, essa transição do inconsciente para o consciente para ser transformado em sua vida, em seu próprio processo químico e físico de corpos, para entender toda a consciência da unidade sem perder a vida nem a memória, nem a consciência.

Neste momento é Gaia quem nos dá esse dom maravilhoso de viver no tempo presente e na consciência da Luz em tempo real, conscientes e vibrantes em tempo real, na consciência do Amor em tempo real.

Amado ser de Luz, é tão amplo o propósito planetário que você compreende ao ver o todo do que viveu e realizou.

Toda vez que você assume uma realidade de si mesmo, uma tomada de consciência, ou reconhece uma vida anterior ou paralela, essa realidade se incorpora em todos os seus eus, em todos os seus planos de consciência, e permanece lá, no que vocês chamam seu Livro do Akasha em seu ser vivo da alma, para que esteja à sua disposição, vida após vida, plano após plano, ajudando-os em seus propósitos e experiências.

Assim funciona o Akasha, como uma corrente e um fluxo de Luz contínua, que os leva a iluminar todos os seus caminhos e seus passos. Inclusive as suas más experiências humanas, permitindo-lhes crescer em consciência.

Agora o Livro da Vida se abre, está à sua disposição, e as milhares de tomadas de consciência de seus corpos estão lá, apoiando-os em sua transformação, no seu assumir da verdadeira fonte de poder que é conhecer a si mesmo, e respeitar-se com amor.

Esta é a grande mudança planetária, ser você mesmo e amar o que é, o que você vê, e onde está.

O amor não se troca, o amor flui, e para fluir deve estar vibrando em si mesmo, a partir do ponto de união do Chakra do Timo.

Viveram tudo isso: para amar-se, para tornar-se consciente do dom mais precioso, seu próprio ser !!!

Amá-lo, honrá-lo e assumi-lo, essa é a transição da Ascensão, mas nada do que vivem é real se têm que lutar para manter a sua realidade, para manter a sua vida, então não é o seu ser quem se expressa, mas suas personalidades, esqueçam.-nas.

É o fim do ego - o ego é na verdade as defesas ou posições que todas as almas criam para sobreviver, e não é ruim, foi seu amigo, o seu apoio, a sua consciência durante anos, agradeça-os e Soltem.

Averiguem quantas delas (personalidades) tomaram o poder em seu interior, e quando encurralaram seu ser, e liberem uma por uma, a partir do Amor, sem medo de ser você mesmo.

Reúna todas e cada uma das suas personalidades, e consolidem-nas na magia e no poder da gratidão, e também as dos seus inimigos - verão que estão muito pouco distantes de seus próprios medos.

Na sabedoria está o verdadeiro poder da unidade, e a unidade começa ao reconhecer que não são especiais, nem perfeitos, ... e sim almas infinitas em uma experiência humana, aprendendo nos anos de sua vida, e transcendendo o contrato cármico nestes anos de transição ou de Ascensão, para acessar o seu livre arbítrio consciente.

Essa é a grande diferença, antes não estavam cientes disso, e exerciam o seu livre arbítrio como resposta de ação-reação.

Agora a verdade vem à luz, e seu livre-arbítrio nascerá da verdade, da consciência e respeito em Unidade a todos seres e consciências, e do Amor Infinito que gradualmente todos vocês se alinham.

Amados irmãos, agradecemos pelo seu grande crescimento, e sua vontade de ressoar novamente ao Chamado do Coração.

Despeço-me desde Alcyon,

Kuan Yin

Obrigado a todos por compartilhar esta canalização. Tenham Um Dia feliz! - Elsa


Canal: Elsa Farrus
Tradução: Vilma Capuano
Veja mais Kuan Yin Aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...