sexta-feira, 13 de maio de 2016

Mestre Hilarion - "Começando a compreender a Auto-Mestria"



Amados irmãos,

Como orientador de grupos de seres, fomos solicitados a trazer a este mundo as informações que revelam as muitas verdades que lhes foram ocultadas, venho me apresentar a todos vocês e me colocar à vossa disposição para orientá-los também.

Sou conhecido como o mestre ascenso Hilarion, um amigo do Reino Celeste, integrante da Irmandade que vocês conheceram como Fraternidade Branca. Também possuo uma cadeira junto à Hierarquia Divina, que rege e orienta o Planeta Terra e todo esse universo.

Como todos vocês sabem, Somos Um em consciência e Presença junto ao Pai Criador. Existimos e co-existimos em todas as dimensões e múltiplas realidades, auxiliando cada ser em sua jornada espiritual evolutiva.

Somos chamados Seres de Luz, porque trazemos em nós a chama do Amor, da Luz Divina que representa a Fonte Una Pai e Mãe de nossa origem. Podemos nos apresentar a vocês em múltiplas formas, em múltiplos Eus Dimensionais, porque no universo do Espirito, formas e nomes não tem a menor importância. Somos reconhecidos pela energia que representamos e compartilhamos com incontáveis seres.

Isso será melhor explicado quando tratarmos da origem da alma e dos eus multidimensionais. Agora, o que quero lhes falar é sobre a auto mestria. Este é o principal tema da Ascensão para todos os seres encarnados em Gaia, no período de duração do processo de Transição deste planeta, que sai da Terceira (3D) para integrar a Quinta Dimensão Espiritual (5D).

Há alguns anos de seu tempo linear terreno, muito se tem falado, debatido e interpretado como “mestria”. Todas as incontáveis mensagens que a Hierarquia, através dos mestres ascensionados, anjos, arcanjos, irmãos galácticos e muitos seres integrados à consciência universal e à Lei do Amor, intencionam, direta ou indiretamente, de fazê-los lembrar como é e do que se trata esse processo.

Primeiro vamos desmistificar tudo o que foi fantasiado sobre a auto-mestria e o fato de reafirmarmos continuamente que todos, exatamente todos, são mestres.

Afinal, por que dizemos isso?

Porque, meus queridos, todo ser é criado pela Fonte para ser livre, para expressar o amor e a vida. Somos todos, centelhas divinas, partes e partículas do nosso Criador, cada um se expressando de acordo com a sua particularidade, com a sua capacidade co-criativa e seu propósito junto ao Todo, ou seja com a sua mestria única e intransferível.

Quando uma alma, por necessidade evolutiva ou por voluntariar-se como auxiliar nos propósitos divinos, decide encarnar em um mundo de baixa densidade ou dualidade, essa capacidade criativa do Ser e sua essência individualizada é esquecida. Nestes mundos, existem leis específicas para que funcionem como Escolas da Alma, onde o Ser necessita passar por todo o processo de aprendizado e relembrança até alcançar novamente sua essência.

Uma vez integrada a um desses mundos, a alma passa a vivenciar e também a incorporar toda a energia pertinentes ao planeta ou dimensão onde foi inserida. Esse é um processo continuo de assimilação, ora recuperando sua luz, ou seja, lembranças e entendimentos das leis universais, do amor e da origem divina de todos os seres, ora se entregando totalmente às leis e energias pertencentes ao “local” onde se encontra.

Com a chegada do momento cósmico, de um espírito planetário entrar no seu próprio processo de Ascenção, quando aquele Ser já cumpriu sua missão universal de servir como professor para as almas e seres que vieram povoá-lo e co-criar junto à Fonte aquela forma de vida dimensional, todo o Universo é chamado para participar do processo, auxiliando o Planeta e seus seres, durante todo o período de transição e criação da nova Dimensão.

Então, nesse mesmo momento, todos os seres sencientes que habitam esse mundo e compõem a consciência coletiva, são chamados a recuperar sua auto-mestria e atuar como auxiliares do Espirito Planetário para sua integral elevação dimensional. Quanto mais denso e desequilibrado em seus polos energéticos um Ser ou Planeta se encontram, mais lenta e trabalhosa é essa recuperação.

Agora é o momento em que vocês estão perguntando, por que é tão difícil?

Muito bem, amados, a resposta é simples: porque recuperar a mestria nada mais é que recuperar a sua individualidade como Ser e o amor incondicional que é a energia criadora da vida. A máxima expressão da divindade que todos nós somos, por herança genética primordial.

O que dificulta e retarda esse processo são as coletâneas de crenças, equívocos, doenças da alma e a ideia intrínseca de separação da Fonte que são implantadas nestes mundos. No exemplo da Terra, vocês vivenciaram períodos de intensos desequilíbrio das energias masculina e feminina, experimentando todas as possibilidades dessas vivencias.

Inventaram um modelo social para a humanidade de escravidão, total esquecimento de sua origem e filiação divina, compartilharam a inconsciência do amor e da abundancia, escolhendo viver na escassez e no sofrimento. Quando dizemos que vocês criaram, assimilem isso como uma verdade suprema.

Lembramos que a Terra é um planeta de livre arbítrio, onde nada nem ninguém podem intervir sem a autorização e permissão da humanidade, ou seja, de cada um de vocês. Por isso, vocês criaram livremente tudo o que existe na Terra e são os únicos responsáveis por essas criações.

Quanto mais imersos nesse jogo, mais afastados vocês se mantiveram de suas essências. Aceitaram seguir modelos impostos de conduta, crenças e egos. Mergulharam no medo e no esquecimento das leis universais. Mantiveram-se presos à uma ideia de separação do resto do universo, negando até mesmo a existência de vida fora do próprio Planeta.

Criaram um emaranhado de mitos, dogmas e regras para mantê-los ainda mais afastados da Fonte, do Deus Pai/Mãe, de seus próprios corações e centelhas divinas. Entregaram seu poder pessoal aos grupos formadores de opiniões e comportamento de massas. Agiram como rebanhos tocados por cães pastoreiros, tão obedientes aos comandos que sequer precisaram de outro Ser para leva-los onde o desejo desses controladores os queria conduzir.

E, com isso, negaram-se viver de acordo com o coração (o Amor), com suas essências (sua luz própria), que é aquela individualidade, aquele dom especial e único que cada ser carrega dentro de si para auto realizar-se como expressão viva da Fonte.

Essa caraterística única, que só você possui, é a centelha divina que arde dentro de você. Nessa essência estão contidas toda a sabedoria e todas as respostas que você necessita para lembrar-se que você é Um com a Fonte, e sendo Um com a Divindade Superior é também o Deus/Deusa encarnado.

Isso é a mestria, meus amados. Sentir-se e Ser Um com Tudo o Que Há. Assumir que você é uma Presença Divina em Gaia. Você e tudo o que existe são expressões da Fonte em suas infinitas formas.

Fazem parte da Consciência Universal, da Sabedoria e do Amor infinito que rege todos os múltiplos universos. São energia pura e cristalina, condensada em matéria, presos a um corpo físico, mas são espíritos divinos em essência, irmãos universais, partes das chamas do mesmo Criador.

Isso é o que vocês e todos nós somos. Mas não basta saber disso. É preciso Ser essa Presença, encarnar sua essência única e exercer a mestria, ou seja, a sabedoria e virtude própria da centelha divina que você representa, do propósito para o qual o seu ser foi criado e sua alma assumiu estar nesse Plano.

Só há uma maneira, um caminho para alcançar essa meta: libertar-se de tudo que acumularam ao longo das muitas vidas encarnadas que os mantiveram presos e limitados à Terceira Dimensão. Isso significa limpeza, queridos, liberações, autoconhecimento e transmutação.

Muitos podem perguntar: mas de que limpeza e liberações os mestres falam?

Ora, meus amados, das emoções e crenças conscientes e inconscientes aprisionadas em seus corpos e mentes. Tudo o que você acredita e toma como verdade neste mundo ilusório, criado com o único fim de faze-lo esquecer e mergulhar no jogo de separação do corpo com o espírito. Esse jogo os fez negar tanto sua humanidade quanto sua divindade.

Vocês imergiram no mundo, agora é hora de imergir em si mesmo para emergir como essências e Presença Divina em Gaia. Para isso precisam se auto transformar, transmutando crenças e curando emoções causadoras de limitação, separação e sofrimento, em virtudes que lhes colocarão novamente diante de sua mestria e da Verdade incontestável de que só o Amor é real.

Eu Sou Hilarion e represento uma das Energias de Virtudes da Fonte, a Chama emanada pelo Raio Verde da Cura e da Verdade que Ilumina e Liberta o Ser.

E você, amada alma, quem É?


Canal: Laura Vendas 
Veja mais mensagens do Mestre Hilarion Aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...