quarta-feira, 4 de maio de 2016

Natalia Alba - "As Energias de Maio de 2016" - 29.04.2016



Atravessar o portal para este mês próspero não foi fácil, visto que estamos navegando entre diferentes linhas do tempo, integrando nossas sombras e equilibrando nossas essências Yin e Yang, somente para voltar a surgir outra vez na luz neste novo mês de maio. Durante abril, e na maior parte de maio, fomos e seremos desafiados a olhar os nossos aspectos que não foram unificados e acolhidos, já que temos cinco planetas retrógrados – Marte, Plutão, Saturno, Mercúrio e Júpiter – que nos convidam a nos libertar de nosso casulo e examinar onde o nosso coração não estiver plenamente aberto – contraindo-nos em lugar de nos expandir para novos horizontes e níveis mais elevados de amor. É após esse período introspectivo de cocriação consciente, que agora começamos a renascer, bem como os desejos de nossa alma, no plano físico, estando mais cônscios dos nossos aspectos que devemos infundir com a nossa Força Vital, em vez de negar.

Durante abril – e ainda estamos sob esse período criativo interno – cultivamos a arte de permitir e criar o espaço para o nascimento do novo. Durante este novo mês de maio, agora, permitimos que o nosso aspecto Yang – masculino – aja e produza aquilo que o feminino primeiramente deu à luz e nutriu internamente. É também um momento de nos integrar e estabilizar, à medida que fomos banhados pelas ondas solares de nosso Sol Central, e é essencial que tomemos tempo para internalizar todas essas novas ativações em nossos veículos físicos. Lembrem-se de que a ascensão acontece em um corpo físico e não de outra forma. E agora, que finalmente atravessamos os véus das ilusões, que nos impediram de acolher plenamente este novo ciclo, e incorporar uma compreensão superior de nossa experiência de vida atual, é que somos convidados a acessar o desconhecido e nos render ao que a Inteligência Superior planejou para nós e para a nossa jornada anímica exclusiva.

Maio chega cheio de bênçãos para aqueles que estão prontos para dar um salto de fé, apesar de não sabermos onde exatamente chegaremos, e acessar este novo caminho sabendo que estamos exatamente onde precisamos estar a cada momento. É um mês em que experimentamos muitas mudanças, em nosso interior, inclusive todas as mudanças na Terra que também estamos enfrentando, em todo o mundo. A Terra está realmente sendo banhada com ondas de consciência em massa, que vêm dos portais intergalácticos – como é o nosso Sol Central, sob a forma de explosões solares – o que claramente não altera somente o coletivo, visto que essas novas ondas ajudam a elevar a nossa consciência, mas que estão afetando também a Terra de muitas maneiras.

Como sempre, a nossa mente humana vai tentar analisar o que está ocorrendo e vai rotular essas mudanças na Terra como sendo caóticas, mas sabemos que por trás das cenas humanas, tudo está sendo orquestrado de modo perfeito por uma Consciência Superior. Não podemos controlar a natureza, visto que é um organismo vivo em si mesmo e sabe quando é o momento para se regenerar e quando é o momento para florescer. Nosso principal objetivo simplesmente é permanecer centrados em nosso coração superior, enquanto nos adaptamos às mudanças necessárias que precisam acontecer neste momento.

Durante este mês, os estabilizadores estarão também ocupados. Compartilho a minha experiência pessoal, como estamos trabalhando por trás dos véus humanos para ajudar a trazer o equilíbrio onde for necessário, bem como tantas outras almas com outros papéis preciosos na Criação. Todos nós conectados, formando uma perfeita rede organizada de luz, ajudamos no processo de criar harmonia quando somos convocados para servir e assim fazemos. Confiem nas Forças Invisíveis do Universo, confiem em seu papel exclusivo, em vez de se deixar atrair pela sensação coletiva de caos e desesperança. Tudo sempre está perfeitamente projetado para que avancemos nesta espiral interminável de amor/luz, de formas que muitos não compreendem, mas que são perfeitas para Todos dentro do Plano Divino.

Com este novo mês de maio, nossos desejos também começarão a florescer no físico e mesmo que ainda sejamos chamados para recuperar mais clareza com alguns dos planetas retrógrados, também temos dois desses cinco planetas voltando ao movimento direto neste mês – Júpiter e Mercúrio – como um sinal de que dentro da roda da vida tudo está girando novamente, para nos ajudar a trazer as inspirações de nossa alma para o físico. E como uma confirmação de onde estamos em nossa jornada, este mês sustenta uma frequência universal 14, que reduzida dá-nos o número 5. Se o número universal 13, de abril, comprovou que estávamos sob um processo profundo de transformação e de renascimento, este mês traz a mensagem de que alguma coisa nova está chegando à vida.

O número 14, que corresponde à carta Temperança, do tarô, nos convida a equilibrar-nos antes de acessar o desconhecido, visto que estamos ainda entre o etéreo e o mundano, e o equilíbrio entre ambos os mundos nem sempre é fácil., mas com confiança no Divino, uma vez que sempre somos protegidos neste amoroso Universo, e portanto, não temeremos nada, apenas temos que caminhar como seres conscientes, em vez de ser movidos por meros impulsos. Esta carta se refere também à comunicação, Mercúrio ainda está retrógrado, é um lembrete para interiorizar toda a comunicação e examinar a nossa experiência de vida, enquanto continuamos a emergir das profundezas de nosso ser e ressuscitar no físico.

Por outro lado, o número 5 – número 14 reduzido – é o número da mudança, da liberdade e dos novos inícios, que é para onde estamos indo. É com esta frequência que somos convocados a começar a construir e a entrar neste novo ciclo de luz, visto que o número 5 tem uma vibração criativa, que nos convida a acionar nossa centelha criativa interna e começar a ancorar nossas novas maravilhosas criações no tangível. A carta do tarô associada com este número, é a carta do Hierofante, consequentemente, tem uma essência masculina, aquela que manifesta e protege no físico, sendo que o feminino dá à luz e nutre internamente em primeiro lugar.

Já estivemos fazendo tudo isso, e estamos sempre moldando algo novo dentro de nós, agora é também o momento de nos libertar e de começar a nutrir tudo em nosso domínio terreno e que nos sustenta em nosso plano denso. Lembrem-se de que, como o Hierofante, criamos a partir de um lugar superior de sabedoria divina, damos à luz aos nossos desejos interiores, com paciência, e seguindo o progresso natural, não forçamos, não fazemos mais isso, escutamos e aguardamos – para quando o feminino estiver pronto, já criado o espaço para receber –   agir em direção aos nossos desejos.

Estamos em maio com outra maravilhosa confirmação de que aquilo que realmente desejamos está se manifestando, por ter Vênus, o planeta do amor e da abundância, em Touro, bem como uma maravilhosa e estimulante Lua Nova, a 16o de Touro. Vênus em Touro. Quando a essência amorosa e abundante de Vênus se materializa no tangível signo de Touro, torna tudo o que ele toca, apaixonado, pleno e amoroso imensuravelmente.

Vênus em Touro nos convida a observar nossas vidas terrenas, a partir de cima, e perceber se estamos construindo fortes pilares, tanto em nossas vidas, quanto em nossos relacionamentos, que vão nos apoiar no plano físico. Neste momento, os desafios – oportunidades – podem vir até nós para que dominemos mais os aspectos do nosso eu e das nossas vidas, de modo que possamos integrar o seu conhecimento e fortalecer as nossas vidas. Mas, isso é uma dádiva maravilhosa, porque Touro é um dos regidos por Vênus, para criar estabilidade e harmonia em nossos relacionamentos e garantir as coisas no físico também.

Com referência aos nossos relacionamentos, Vênus em Touro gosta de manifestar nossos desejos interiores no físico, e não apenas continuar sonhando com o que poderia ser. Enquanto Vênus estava no etéreo signo de Peixes, recuperamos mais sabedoria acerca de nossos relacionamentos, durante sua passagem por Áries, deu-nos o fogo, a força interna e o poder para realizar nossos verdadeiros desejos. E agora, ao ter Vênus em Touro, somos chamados para estabelecer fortes estruturas em nossos relacionamentos e lembrar de que a comunicação de alma para alma, não é tudo o que é, mas também a beleza do encontro físico entre dois seres iguais e completos que estão aqui para experimentar igualmente.

A Lua Nova em Touro, no dia 6 de maio, abrirá os portões para ancorarmos abundância em nosso domínio terreno, assim como nos conectar com Gaia. O elemento terra e o signo fixo de Touro regem nossos valores, mas também o aspecto que nos conecta ao nosso mundo físico e a tudo relacionado com isso, tais como nossas finanças e o modo como materializamos os nossos desejos no plano denso. Touro é o segundo signo do zodíaco, com ele, agora, aprendemos como materializar tudo o que está em nosso interior, e que tem que ser manifestado, a fim de continuarmos dominando a arte de trazer para o físico tudo o que em primeiro lugar se originou internamente.

Como outra bênção cósmica, em 9 de maio, Júpiter, o planeta da expansão, finalmente voltará ao movimento direto outra vez. Júpiter também nos recorda que a abundância, e todas as forma de amor, vêm quando nos expandimos a partir do interior primeiramente, e mantemos essa mesma frequência – deixando de lado tudo o que esteja bloqueando esse infindável fluxo de abundância e graça em nosso ser e em nossas vidas. Quando estava retrógrado, Júpiter nos convidou a incorporar novos aspectos de nossa alma, visto que a expansão começa a partir de dentro, e para tudo o que ocorrer, a retrospecção interna era essencial para ser sem ilusões e apegos humanos, o que não estamos permitindo em nossas vidas, porque tememos o desconhecido.

Agora que Júpiter voltou ao movimento direto, somos presenteados com a dádiva do conhecimento, a partir de um lugar mais elevado de sabedoria divina, em que devemos crescer e discernir, principalmente com tudo o que for relacionado com o lado material de nosso Plano. Enquanto Júpiter residir em Virgem, nos fará querer saber também em que podemos ser úteis, estamos ajudando com amor e compaixão divinos? Estamos criando abundância em todos os aspectos de nossa vida tangível? Ou estamos ainda fomentando a carência e a separação? Tudo diz respeito à expansão em todos os nossos aspectos, sem que os julguemos, e vejamos em que lugares ainda estamos promovendo a separação em vez de ver os seres abundantes e amorosos capazes de criar qualquer coisa que precisar, que somos, de verdade.

Em 20 de maio, o Sol entrará em Gêmeos. Passamos agora de um signo terreno, Touro, para a velocidade do elemento ar. Agora é o momento de concentrar nossa atenção no Plano mental (e até mais com Mercúrio ainda retrógrado) até alcançar o equilíbrio perfeito e a sabedoria que precisamos em todos os Planos. Se aprendemos como manifestar em nosso mundo terreno com Touro, aproveitando os simples prazeres de nossas vidas, e criando mais abundância, agora, Gêmeos, nos fará cultivar a razão e tudo relacionado com o nosso lado intelectual.

É também um bom momento para estudar e expandir o nosso conhecimento para novas direções, que possam beneficiar nosso crescimento interior, e nos dar novas ideias para as próximas etapas de nossa jornada. Além disso, Gêmeos vai nos ajudar a expressar nossos corações e sentimentos, ao nos comunicar com a liberdade e o discernimento. Vai nos ajudar a perceber se tendemos a nos concentrar mais em uma polaridade ou em outra, de modo que possamos encontrar união entre diferentes polos.

Em 21 de maio, temos a Lua Cheia a 1o de Sagitário, os buscadores da verdade do zodíaco, à medida que vagueiam por mais sabedoria e respostas às suas questões internas, não hesitando se a estrada parece difícil, enquanto sabem que encontrar a Verdade valerá a pena. Os sagitarianos são perseverantes naquilo que desejam de verdade, e usufruem mais a jornada do que atingir o seu “destino final”, visto que são gratos por todas as lições aprendidas em seu caminho único, e sabem que estar na jornada, em si mesma, é onde a verdadeira sabedoria reside. Sagitário também nos dá força para ir atrás dos nossos sonhos e metas, de modo que possamos utilizar e direcionar esse fogo interno para readquirir novos insights para este novo ciclo, e ser suficientemente corajosos para nos inscrever em um novo modo de ser e de fazer as coisas.

Com esta Lua Cheia em Sagitário, concluímos um ciclo e começamos um novo de expansão do coração – nascimento de novas visões anímicas no físico. Sagitário, regido por Júpiter, pede para nos expandir para novos horizontes, mas também e até mesmo mais, com o Sol em Gêmeos, para incorporar novos conhecimentos, uma vez que esse signo de fogo é representado pela figura do arqueiro – um centauro que costumava ser o intelectual na antiga mitologia romana, e que nos incentiva a escavar a nossa sabedoria interna e as memórias antigas da alma para mais expansão anímica.

Em 22 de maio, Mercúrio finalmente volta ao movimento direto novamente. Como vocês sabem, não há nada retrógrado, isso é apenas uma ilusão a partir da Terra, não há nada em movimento lento neste Universo, há somente momentos para serem vividos, a partir de dentro, e momentos que emergem novamente de uma nova maneira, com uma nova direção para se seguir. Quando tivemos o mensageiro alado retrógrado, fomos convidados a nos interiorizar e obter mais clareza, de modo que pudéssemos nos libertar de todas as formas de ilusões humanas. Voltar para toda comunicação interna, como a única forma de ver claramente e poder escutar o nosso Eu Superior, para obter mais orientação. Comungamos com o nosso aspecto Superior, percebendo que estávamos contraídos em vez de permitirmos a expansão, e agora, estamos prontos para nos elevar outra vez, ao ser renovados e sustentar uma perspectiva mais ampla de nossa experiência de vida.

Vênus, o planeta do amor e da abundância, também passará para o signo de Gêmeos em 24 de maio. A Deusa vai experimentar agora a razão com o elemento ar, assim como a dualidade geminiana – as essências Yin e Yang que residem em todos nós – e que ela será testada para integrar. Vênus em Gêmeos será deleite, conforme ela gosta de acolher novos encontros, que enriquecerão a experiência de sua alma, ao mesmo tempo que vai ajudá-la a resgatar nova orientação e informação acerca de sua busca por este domínio terreno. Este é o período para expressar nossos corações de maneira livre e nos comunicar com o Todo, desde este mesmo lugar amoroso e compassivo, para usufruir tudo o que criamos, bem como nossos companheiros, com alegria e gratidão, e para fazer descer todos os nossos projetos de nosso plano mental para o nosso plano tangível.

No fim do mês, temos Marte retrógrado entrando no signo de água, Escorpião, que costumava ser seu antigo regente. Quando o guerreiro mergulha nas profundezas de Escorpião, dirige toda a sua energia ígnea para mudar a partir de dentro tudo o que também desejamos ver mudado do lado de fora. Reexaminamos tudo o que ainda está em conflito interiormente e que nos faz lutar, em vez de aceitar e integrar o que encontramos do lado de dentro como um aspecto igual de nossa experiência humana. Antigos companheiros podem retornar, demonstrando-nos os aspectos que ainda não integramos. Esta é uma oportunidade para examinarmos os nossos relacionamentos e cada canto de nossa alma que não recuperamos e que será incorporado e aceito no amor divino em vez de ser julgado.

Maio é um mês para florescer e prosperar e trazer à luz novamente, ao sustentar mais clareza acerca deste novo ciclo. Um momento para acolher mais do que está vindo às nossas vidas com um coração aberto, sem temer nada. É neste momento que vamos nos regozijar e honrar a delícia de estar aqui, como humanos, neste momento ímpar da Criação. Como o que nos torna Mestres terrenos, não é apenas experimentar a pureza dos Reinos Superiores, mas lembrar de que nosso principal objetivo aqui é atravessar os véus da ilusão, e fazer descer todas as nossas visões mais elevadas para o nosso domínio físico – usufruindo dos infinitos recursos e infindáveis possibilidades que este mundo tangível também nos oferece.

É neste mês terreno, que finalmente atravessamos o limiar que nos impedia de ver e unificar plenamente ambos os domínios – o invisível e o físico – e que alguns de nós continuamos a escolher nos ancorar e experimentar a ascensão, assim como a comunicação com outros Reinos da existência, em nossos corpos físicos, à medida que dominamos a arte de receber e permitir, enquanto estar em um plano humano, lembrando-nos de que a ascensão não é nada mais senão a descensão e a integração consciente de nossa Essência Verdadeira e das visões interiores para este domínio humano denso e maravilhoso.

Desejo a todos vocês um mês de maio abundante e abençoado, amados companheiros!

Com amor e luz, sempre,

Natalia Alba.


Autor: Natalia Alba  
Fonte: http://www.starseedsoul.com/
Facebook: Aqui
Tradução: Ivete Brito – adavai@me.com –
Veja mais Artigos Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...