sábado, 14 de maio de 2016

P'taah - "Quem é você realmente?" - 09.05.216




Você sabe que em seu mundo você é bombardeado com informações. Assim, quando você deseja saber mais sobre a sua realidade maior, mais sobre as suas possibilidades e probabilidades de expandir a sua consciência, há muitas informações conflitantes. E, então, você pergunta: “Como eu sei o que é verdade?”

Bem, você sabe, tudo é verdade, de algum modo. Nosso desejo é que você compreenda quem você realmente é como uma expressão Perfeita e Eterna da Fonte, como a estrutura para o discernimento. Esta é a verdade mais expandida que você pode imaginar para si mesmo.

Se alguma coisa pressupõe que você seja menos do que a Expressão Perfeita e Eterna da Criação, isto não é a sua verdade maior. Se há algum “deve” ou “não deve”, ou “você deve fazer isto desta maneira ou não irá acertar”, isto não é a sua verdade maior. Se algo tentar coagi-lo com base no medo de que você, de alguma forma, não é digno, isto não é a sua verdade maior.

Porque a sua verdade mais expandida é que não há lugar nenhum para ir. Você nunca será mais perfeito do que é neste exato momento. É apenas para se revelar esta verdade, este conhecimento.

E a única razão que você não sabe, é porque depois do seu nascimento, você aprendeu o medo. Você foi criado em uma consciência coletiva que acredita que quem você é, não é digno, que você é impotente, que o amor se iguala à dor, que o seu mundo não é seguro. Quando você tinha seis anos, estas crenças se tornaram rígidas e assim, o que você está criando agora é apenas uma re-criação desta velha história.

Nosso desejo é apenas que você ame quem você é no conhecimento desta sua realidade maior. Que você recue em seu poder e escolha o amor, a alegria e a abundância de toda a magnificência para si mesmo, porque você merece.

Você sabe que merece, simplesmente porque você existe. E se você pensa sobre todas as coisas que lhe foram ensinadas, todos os velhos clichês – que se você não lutar por algo, isto nada vale, que o dinheiro é difícil de ganhar, que os ricos ficam cada vez mais ricos, e os pobres cada vez mais pobres. Bem, você sabe que isto é verdade.

Você sabe por que é verdade? Por causa da idéia da falta. A idéia de carência traz uma reação emocional e qual é esta resposta? “Oh, não há dinheiro no banco!” Como é isto? Muito temeroso, hum. “Eu nunca encontrarei o amante perfeito.” Muito temeroso.

Assim, o sentimento que está ligado à crença de falta corresponde à frequência de falta. Quanto mais você estiver no medo de falta, mais você irá atrair para você as situações e pessoas que irão reforçar esta verdade de falta.

Quando você está no conhecimento de que é Deusa ou Deus surpreendentemente poderoso e que pode realmente ter qualquer coisa que deseje, simplesmente porque você existe, quando você sabe que cria tudo e que pode ter tudo o que deseja neste mundo, que sentimentos isto traz? Alegria, expansão, entusiasmo, fascínio. Então, o que você acha que atrai para você? Mais do mesmo, hum?

Agora, você pode dizer que a falta se iguala ao medo e que a abundância se iguala ao amor, à alegria. E os sentimentos ligados à falta são muito constritivos, assim como os sentimentos ligados ao medo. Os sentimentos ligados à abundância são a expansão, a alegria, etc.

Assim, de certa maneira, você pode usar o dinheiro como um determinador do que você acredita e como se sente. Se estiver experienciando a falta de dinheiro, se estiver fora do fluxo do dinheiro, observe o que você acredita sobre ele. Observe o que você ouviu falar sobre isto, desde o tempo em que era criança e como toda esta questão de falta de dinheiro é e tem sido emocional. Observe as estranhas idéias que você tem realmente sobre o dinheiro.

Agora, pense do que você é criado. Do que é? Energia. Do que é composto todo o seu universo? Energia. O que é o dinheiro? Energia. Assim, qual é a diferença? Nenhuma. O que é que você está fazendo para se manter fora deste fluxo, deste fluxo específico de energia? Com que isto tem a ver? Crença e sentimento.

Se você observar alguém que cresceu com muito dinheiro e que realmente ganha muito, muito dinheiro, e você diz: “Realmente, parece que ele não pensa muito sobre isto. Simplesmente É.” O que isto significa? Significa que isto saiu da idéia e da crença aqui (aponta para a cabeça) para saber aqui (Aponta para o coração).

Você sabe que o sol nasce de manhã, ainda que ele esteja coberto por nuvens. Como você sabe disto? Você sabe porque esta é a forma como sempre tem sido. Você não acredita. A crença se refere à mente. A crença é lógica, racional. Você SABE disto e adivinhe? Porque você sabe disto, o sol nasce.

Mas você não está separado do que sabe, não importa o que os cientistas lhe digam. O sol nasce porque você sabe que ele nasce. E se você sabe que é, de fato, a Expressão Eterna e Perfeita da Fonte e se você sabe absolutamente que merece toda a magnificência, simplesmente porque você existe, adivinhe? É a verdade e toda a sua vida irá lhe mostrar esta verdade.

Assim, nós lhe dizemos novamente, a sua vida lhe mostra o que você acredita. E se você não gosta do que está criando, então, mude a crença. Assim, mude o conhecimento porque muitas criações de sua vida não vêm de uma crença intelectual, mas a partir de um conhecimento de uma suposta verdade sobre si mesmo e sobre o seu mundo.

Novamente, você não pode mudá-lo simplesmente por pensar nisto. Entretanto, quando você se pegar em uma velha idéia, pare. Quando você se pegar dizendo algo que costumava ouvir a sua mãe, o seu pai, ou o seu professor dizer, o velho clichê, pare e diga em voz alta para mostrar ao universo que você está realmente convicto disto: “Isto não é mais a minha verdade, porque eu sei, eu sei, que eu não mais tenho que lutar pelo dinheiro, porque eu sei que eu existo no Campo Infinito de Abundância Absoluta.”

Entende?

Ptaah


Canal: Jani King
Quem é P'taah? Veja Aqui
Fonte: www.ptaah.com - ptaah@ptaah.com
Tradução: Regina Drumond - reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais mensagens de P'taah Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...