quarta-feira, 15 de junho de 2016

Jesus - "De que adiantaria as palavras se não pudessem ser testadas?" - 12.06.2016


Simulação de imagem a partir do original "Santo Sudário." 
É assim que eu, Gabriel RL, o vejo.

Filhos,

Que grande progresso têm feito ao compreenderem o Amor que permeia suas experiências, pois é na dificuldade que o discípulo se atesta para si mesmo; é na adversidade que as lições são postas em prova.

De que adiantaria as palavras se não pudessem ser testadas, experimentadas e postas à prova?

As palavras se transformariam em vãos discursos, assim como fizeram os antigos fariseus. Assim é que o discípulo desce até às escuridões mais densas para demonstrar sua força interior, a sua capacidade de renascimento das próprias cinzas de seu ser.

Os Trabalhadores da Luz são grandes exemplos nesse aspecto, pois, geralmente, são atraídos por posições ou grupos familiares onde as “amarras” cármicas estão tão densas que, para superá-las, poderão contar apenas com sua própria força interior, para que, então, possam desfazê-las.

E trata-se, também, de grandes oportunidades para provarem a si mesmos, que as lições e as palavras foram incorporadas em sua alma. São atraídos a lugares em que há tantos vínculos densos, cármicos, que, em respeito ao livre arbítrio, as forças da Luz são impedidas de adentrar. Mas é uma oportunidade, também, de mostrarem a si mesmos, que as lições das escolas espirituais foram aprendidas com louvor.

E os Trabalhadores da Luz sabem que, nesses ambientes, contatarão apenas consigo mesmos, mas com a sua coragem e a perspicácia de seu coração, e porque desejam sua profunda evolução, entram nesses ambientes com a missão de desfazer as “amarras” e demonstrar aos demais como isso pode ser feito.

Passam, assim, por momentos duros, pesadas provas, pois, nesse emaranhado, contam apenas com sua própria sabedoria para chegar ao âmago de sua verdade. E depois que se desprendem desses fortes vínculos que assumem, novos testes são trazidos para torná-los ainda mais fortes em seu caminhar. São as provas finais das lições estudadas em outras esferas.

Claro que nesse trajeto alguns ficam pelo caminho, desviam-se e, muitas vezes, se perdem diante da dificuldade de permitirem a irradiação de sua Luz em meio à escuridão. E até nisso não há problema, pois todos sabiam dos riscos que enfrentariam, ao adentrar nesses ambientes de restrição, que acentuam ainda mais sua própria escuridão. Apenas terão que voltar aos bancos escolares e, novamente, estudarem as lições para novo teste de aprendizado.

Mas há o momento em que a Luz prevalece, a verdade ressurge diante do Ser que aceitou o desafio. E essa verdade se torna tão forte, que os espaços são abertos para que muitos o possam seguir.

Ao irradiar sua Luz é dada a permissão para que toda a ajuda se resplandeça a suportar o caminho. Os céus passam a abrir seu caminho, pois ao suportarem a lição, deram a permissão para receber ajuda a partir de sua Luz.

Nesse instante iniciam as sincronicidades. O caminho se torna mais fácil, mais suave, as portas se abrem, pois, o Trabalhador transcendeu suas provas pessoais e demonstrou em sua humildade, que é capaz de manter as palavras e suportar muitas outras em sua Luz.

Assim são vocês, Meus Nobres, que despertam, a permitir que sua Luz se irradie.

Que na humildade de suas atitudes, suportaram as provas e as transcenderam, sem mágoas, sem rancores, sem ódios, mas agradecendo e compreendendo a benevolência da experiência.

Viram na experiência, dura sim, muitas vezes, a oportunidade da limpeza cármica, de superação do ego. As palavras se transformaram em uma Luz radiante.

Esse é o caminho que percorrem: de transcenderem suas próprias lições para permitirem que a Luz e o Amor possam transmutar toda a experiência que vivenciam, para adentrarem no caminho da dança cósmica do fluxo e sincronia do Amor.

De seu irmão amoroso,

Jesus


Canal: Thiago Strapasson
Revisão de texto: Angelica T. Tosta e Solange Yabushita
Veja mais mensagens do Jesus Aqui


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...