terça-feira, 21 de junho de 2016

Mãe Divina - "Curando a dor da alma" - 14.06.2016


Amados filhos meus, quanta dor eu ainda vejo em seus corações. Por mais que se esforcem para manter a alegria, a vibração em alta, suas almas insistem em lhes apresentar aquelas velhas dores. É um sentimento tão antigo e tão presente que parece fazer parte de seus seres.

Mas não fazem. Essas dores que carregam em suas almas são aquelas provocadas pela separação do amor divino. E são tantas as faces do amor feridas, ofendidas, magoadas, abandonadas, rejeitadas, abusadas, mal tratadas e tão, tão mal amadas.

Ah, minhas crianças, como eu gostaria que vocês se entregassem agora e viessem para o meu colo, onde podem chorar e contar o que dói, ou se preferirem, ficar apenas em silêncio, recebendo minhas energias curativas de amor.

Eu quero abraça-los e embala-los em meu colo, dando-lhes todo o carinho e todo acolhimento que lhes faltou por tanto, tanto tempo, desde o seu primeiro mergulho na roda de encarnações do esquecimento.

E o quanto isso parece injusto, porque vocês se esqueceram os motivos, mas as dores ficaram. E como doem em suas almas de anjos. Sim, queridos filhos, cada um de vocês é um anjo nascido da minha consciência de amor, só que ao chegar ai, na Terra, se esqueceram quem são.

Agora estão despertando, acordando para essa realidade da luz e querem, querem muito mesmo voltar a ser alegria, a ser amor, a ser a luz que sabem que são. Mas cada vez que descartam uma limitação, surge outra no lugar. E eu sei que dói e dói de verdade.

Por isso estou oferecendo meu colo. Deitem-se, acomodem-se e me chamem e peçam para que eu possa lhes amparar e deixem vir tudo o que ainda os afasta da verdadeira beleza e pureza de seus seres.

Aceitem minha oferta de amor e permitam que eu lhes cure, lhes ampare e remova dos seus corações todas as feridas, especialmente aquelas que ainda sangram.

Os ferimentos da alma são tudo aquilo que os impede de se sentirem plenos, alegres e em paz. E vocês têm tantas feridas assim. Às vezes tem algumas tão profundas e dolorosas que os impedem de sentir outras, pequenas e esquecidas, mas que os maltratam um pouco mais a cada dia.

Eu posso curar essas dores, se vocês permitirem. Eu posso libertá-los dos karmas de sofrimento se pedirem minha ajuda. Posso tudo, mas só posso fazer isso se vocês realmente se entregarem e confiarem no amor dessa Mãe que ficou tanto tempo afastada de suas lembranças.

O Deus Pai sempre esteve presente em suas lembranças e em suas vidas, mas o amor que Ele É também foi corrompido, porque fizeram vocês acreditarem num deus punitivo, um deus de castigo e tão exigente que fez com que vocês se sentissem afastados do Pai também.

E sem a Presença da Mãe Divina, muitos de vocês se sentiram órfãos, porque a cada encarnação, os sofrimentos acumularam. Alguns por ferimentos recebidos e muitos atraídos por vocês próprios, porque perderam a auto estima e algumas vezes a fé.

Mas agora, isso pode ser passado. Por favor, me permitam ajuda-los, me permitam ser O Que Eu Sou. Me permitam dar a cada um o meu acalento de amor. A Mãe voltou e ao lado do Pai, nós quereremos curá-los para que vocês reencontrem e se reconectem à sua essência angelical.

Filhos, eu nunca parti, sempre estive aqui e sempre cuidei de vocês. Mas a Presença Divina da Mãe foi esquecida e por isso vocês acumularam tantas dores, que só um colo de mãe amorosa, caridosa e compreensiva pode aliviar.

Eu Sou sua Mãe Divina e em comunhão com o Pai, nos oferecemos em nome da Fonte Una Pai e Mãe, que somos todos, para aliviar o seu sofrimento, para curar, limpar e purificar sua alma.

Assim É.


Canal: Laura Vendas
Veja mais Mãe Divina Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...