terça-feira, 19 de julho de 2016

Benjamin Fulford - "Caos em toda parte, na medida em que a atual ordem mundial continua a entrar em colapso e uma Nova Era se inicia" - 19.07.2016



A situação mundial está se tornando cada vez mais caótica, com principais eventos acontecendo na Turquia, França, Japão, Estados Unidos, China e em outros lugares. Eventos, todos, ligados ao colapso em andamento da estrutura global que foi posta em prática no final da 2ª Guerra Mundial. Analistas do governo chinês, acreditam que toda a arquitetura atual mundial sofrerá um colapso total de sistemas até o ano de 2018, quando uma nova e melhorada estrutura substituí-la. Por esta razão, uma intensificação da turbulência global é esperada nesse ínterim.

Vamos começar dando uma examinada na tentativa de golpe de Estado na Turquia, na semana passada. Fontes do Mossad tentaram creditar o atentado à Rússia, onde acrescentaram que este "foi só o primeiro assalto". No entanto, fontes do Pentágono dizem que jatos pilotados por israelenses e treinados por pilotos da Arábia Saudita, voaram  base aérea da OTAN em Incirlik, lançando um artefato muito luminoso, que não provocou muitos danos, todavia com efeitos similares ao de uma pequena arma nuclear, em frente ao edifício do Parlamento turco, durante a tentativa de derrubada do presidente Recep Erdogan.


Fontes do Pentágono suspeitam que Erdogan tenha usado esse espetáculo luminoso, como parte de uma tentativa do golpe encenado contra si mesmo, a fim de ter uma desculpa para expurgar as agências militares e policiais turcos rivais. Uma fonte do Pentágono disse que, "por causa de Erdogan ter renovado laços com o Mossad e poder roubar armas nucleares americanas em Incirlik, para armar ISIS, o golpe está longe de terminar."

No entanto, fontes do governo chinês tiveram uma interpretação muito diferente dos eventos na Turquia. Elas dizem que o governo turco foi atacado, porque estava se afastando da OTAN e se aproximando da Organização de Cooperação de Xangai. O governo turco, também, está negociando com o governo iraniano para criar uma aliança sunita/xiita e renovar o Califado. A organização da frente mafiosa khazariana ISIL (o serviço secreto israelense), estaria tentando parar  isso, criando um  falso califado e agindo de forma repugnante, assim projetado para fazer com que todo mundo passe a odiar os muçulmanos. O que está em jogo, são  US $ 2 trilhões em dinheiro do petróleo e  gás saindo do Oriente Médio todos os anos.

Com apostas tão altas, Erdogan, agora, é um alvo de assassinato alta prioridade, de forma que podemos esperar muito mais problemas no Oriente Médio, antes que a poeira assente. No entanto, se a Turquia estiver trabalhando em conjunto com o Irã e melhorando as relações com a Rússia, bem como o Egito, parece que estará em boa companhia.

Agora vamos dar uma olhada no que está acontecendo na França. Lá, temos um governo bastante impopular encenando falsos ataques, afim de estender a lei marcial. O governo está fazendo isso porque o sistema bancário italiano está em colapso e levará o sistema bancário francês para baixo com ele. Assim, a fim de distrair o povo francês dos problemas financeiros, necessitam criar um falso inimigo externo, para unificar o país em torno desses atentados.

Vídeos do rescaldo do ataque em Nice, onde um caminhão supostamente matou 84 pessoas e feriu outras 200, parecem mostrar um rastro de corpos reais (recolhidos de hospitais em todo o país?). No entanto, um amigo que trabalha no birô de noticias da emissora nacional japonesa NHK, disse que a NHK relatou por, aproximadamente, 4 horas que o caminhão em Nice estava cheio de armas e granadas de mão. No entanto, um repórter da CNN no local, informou as armas eram todas falsas, com o que a CNN, NHK e outros abandonaram o  meme "cheio de armas", de sua cobertura. Depois, há o fato do suposto e pobre assassino ter enviado US $ 100.000 para sua família, antes do incidente.

Além disso, por alguma razão, a mídia corporativa decidiu ignorar completamente o que parece ter sido uma tentativa espetacular de explodir a torre Eiffel no mesmo dia. Talvez houvesse lá muitas testemunhas desse falso ataque, então decidiram apenas fingir que este pequeno truque nunca aconteceu. Um vídeo do incidente foi agora suprimido da net, entretanto, uma foto pode ser vista aqui:


Entretanto, aconteça o que acontecer, as operações de Gládio dos fascistas franceses não irão parar a revolução que está se desenrolando naquele país.

Em qualquer caso, a cortina de fumaça e o jogo de espelhos francês e turco, causam distrações de eventos muito mais importantes acontecendo na Ásia. Podemos confirmar de nossas próprias fontes da CIA e chinesas, o que Neil Keenan relatou sobre o que o Secretário Geral da ONU, Ban Ki Moon e David Rockefeller foram implorar e não receberam nada.


Também podemos adicionar novas informações sobre a renúncia anunciada do Imperador do Japão.

Ban Ki Moon esteva na Coréia e China tentando angariar  ouro para manter a corporação de Rockefeller, a ONU, nos negócios e pedir o cargo de presidente da Coreia do Sul. A ele foi dito para cair fora. Depois tem o fato de David Rockefeller telefonar para o seu "velho amigo da família", o Imperador Akihito e pedir por ouro.  Akihito, disse a Rockefeller que não estava autorizado a fazê-lo. Imediatamente após esse telefonema, notícias do governo, na NHK, anunciaram que o Imperador, por razões de saúde, ia ser o primeiro em 200 anos a abdicar do trono. Um funcionário do governo japonês que participou recentemente de uma cerimônia presidida pelo imperador, confirmou que ele cometeu erros gritantes durante a cerimônia, demonstrando sinais de senilidade. A fonte acrescentou que o imperador estava exausto por causa das negociações em curso para a criação de um governo mundial e queria passar o trabalho para seu filho e herdeiro Naruhito.

Tendo falhado na China, Coréia e Japão, a facção da máfia khazariana, Rockefeller/Bush/Clinton, agora vai fazer um grande esforço para roubar ouro da Indonésia. Fontes da CIA, na Indonésia, dizem que país está no seu mais alto nível de alerta militar como resultado disso. A fonte acrescenta que os khazarianos estão tentando assassinar o presidente Widodo e ofereceram ao clã Suharto (amigos de Henry Kissinger), poder e riqueza para ajudar a derrubar Widodo e o clã de Sukarno que o apoia. Foi dito a Suharto para recuar ou ser morto.

Também, houve uma tentativa dos khazarianos usarem as tensões no Mar do Sul da China para provocar uma 3ª Guerra Mundial, a fim de se manter no negócio. A sentença proferida contra reivindicações da China no Mar do Sul da China por um tribunal da ONU, está sendo usada para tentar provocar uma guerra entre os EUA e a China. O Almirante Dennis C. Blair, ex-chefe do Comando do Pacífico dos EUA, em 13 de Julho, disse ao Congresso dos Estados Unidos,  que os EUA deveriam usar a força para impedir ações da China no Mar do Sul da China. Blair agora trabalha para o Departamento Nacional de Pesquisa Asiática, cujos patrocinadores corporativos incluem: a Chevron Corporation, ConocoPhillips Company, Ernst & Young, a ExxonMobil Corporation, GE, Microsoft, etc. Em outras palavras, trabalha para os Rockefellers. 


De qualquer modo, o negocio de de cavalos entre a China e o complexo industrial militar dos EUA continua com a questão do Mar do Sul da China ser um das melhores fichas de barganha em favor dos EUA. Após a decisão contra a China, o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, foi para a Rússia para pressionar Vladimir Putin para se juntar aos EUA contra a China na SCS. Os EUA também estão se aproximando da Índia, Vietnã, Japão etc., com esta decisão na mão, para tentar procurar ajuda.  

Um funcionário do governo chinês, explicou que a verdadeira razão da China estar tendo uma abordagem teimosa na questão South China Sea – SCS, é que o oceano ao redor da base de submarinos, na  ilha de Hainan é muito rasa para submarinos se esconderem. É por isso que eles estão construindo bases de submarinos ao lado de profundidades de 2000 m, no Mar do Sul da China. Os chineses argumentam que precisam disso para manter a sua dissuasão nuclear intacta e, assim, impedir que alguém possa calcular mal, em poder ganhar uma guerra nuclear contra a China com um ataque preventivo.

Esta discussão sobre o Mar do Sul da China, provavelmente acabará com os chineses aceitando uma nova base naval norte-americana em ilhas da Indonésia, no Mar do Sul da China e os norte-americanos, permitindo que os chineses construam uma base de submarinos localizada próximo as águas profundas.

Os chineses, também, dizem que não têm interesse em utilizar a falência dos EUA e da Europa para tentar impor uma hegemonia chinesa. Um alto membro da Sociedade Chinesa Vermelha e Azul, descreveu a China, os EUA e a Europa, como três pernas de uma mesa que precisavam uma da outra para impedir a mesa de cair.

Os militares e as agências dos EUA e da China também têm um inimigo comum que é a máfia khazarana. Nesta frente, os russos e o Vaticano, também, estão de acordo. Para forçar a rendição da máfia khazariana, um ataque com mísseis ao complexo da família Rothschild em Zug, Suíça, está agora sendo planejado. Para o bem das gerações futuras, os Rothschilds tiveram até 25 de Julho para evacuar todos os tesouros de arte de valor inestimável que eles têm lá. Depois disso, a menos que os Rothschilds se rendam, o complexo será atacado, dizem funcionários do Pentágono.

Outras fontes também vieram adiante para dizer que os Rothshilds apenas estão fingindo estarem separados do grupo Rockefeller/Bush/Clinton e que não devem ser confiáveis para manutenção qualquer acordo, a menos que não tenham outra escolha.

Além disso, representantes da Sociedade Dragão Branco - SDB tiveram reuniões com várias facções asiáticas para discutirem a recompensa de 1 tonelada de ouro colocada pela SDB sobre certos membros da máfia khazariana. A SDB explicou que o Ocidente era como uma bela mulher contaminada com sífilis e que os asiáticos precisam ter certeza de que tomou os antibióticos prescritos antes de qualquer relacionamento.

Os asiáticos concordaram e confirmaram o ouro e agentes serão disponibilizados. O Pentágono e fontes de agências responderam às generosidades com pedidos de mais nomes a serem adicionados. Assim, a pedido do Pentágono e agências, uma recompensa de uma tonelada de ouro, será disponibilizada sobre a captura de cada pessoa, a seguir mencionadas:

Jacob de Rothschild, Evelyn de Rothschild, Jay Rockefeller, George Soros, Dick Cheney, Paul Kagan, Henry Kissinger, Angela Merkel, Neil Bush, Jeb Bush, Marvin Bush, Michael Mukasey, Lewis Libby, Alvin Hellerstein (Juiz do 11/09), Paul Wolfowitz, Richard Perle, Dov Zakheim, Michael Chertoff, Frank Lowy, Larry Silverstein, Rudolf Giuliani, Michael Bloomberg, Paul Singer, Mark Zuckerberg, Mikhail Khodorkovsky, Tony Blair, Haim Saban, Sheldon Adelson, Arnon Milchan, Hank Paulson, Bob Rubin, Sandy Weill (Citigroup) Lloyd Blank-Fein (Goldman Sachs), Jamie Dimon (JP Morgan) e Stanley Fischer.

A falência do clã Clinton/Bush/Rockefeller está agora em tal perigo, que parece que até Deus está contra eles. De acordo com a CNBC, Bill Clinton, George Bush Jr. e Tony Blair foram forçados a sair de uma reunião, no Arkansas, por um tornado, um tipo de incidente que, definitivamente, é referido como um "ato de Deus".


Os criminosos listados acima DEVEM SE RENDER!!!


Autor: Benjamin Fulford 
Fonte primária: http://benjam20infulford.net
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais artigos do Benjamim Fulford Aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...