terça-feira, 12 de julho de 2016

Benjamin Fulford - "A estrutura de poder da máfia khazariana está ruindo de maneira muito notória" - 11.07.2016



Inegavelmente, existe um colapso estilo da União Soviética acontecendo na UE e uma guerra civil se armando nos Estados Unidos, na medida em que o controle do aparato político da máfia khazariana no Ocidente continua a desmoronar. Esta é uma oportunidade única para a humanidade retomar sua liberdade, depois de milhares de anos de terror, submetida ao sistema babilônico de escravidão por dívida.

Os nomes constantes no link abaixo estão circulando entre os militares e agências, sendo considerados "inteligência acionável" sobre a máfia khazariana.


As pessoas nesse link formam apenas uma relação parcial daquelas que estão sendo caçadas. Um baralho de ouro, com cartas com os nomes dos principais chefes criminosos khazarianos e valores da recompensa em ouro, que serão disponibilizados após suas capturas, será distribuído esta semana.

Alguns khazarianos de topo, tais como: os Bush, Clinton, os Rockefellers e tenentes maiores, como Henry Kissinger já estão sendo impedidos de fugir da justiça, de acordo com fontes da CIA. Os ratos da  máfia khazariana capazes de fugir e se esconderem, já começaram a fazê-lo.

O Barão David de Rothschild, baseado na Suíça e cabeça da continuação da Holding Rothschild, bem como, NM Rothschild, cabeça efetivo do clã Rothschild e baseado no Reino Unido estão "fora do radar", de acordo com fontes da CIA. O grupo, agora, está sendo administrado pelo vice-presidente, dizem. O número de telefone de seu complexo em Zug, Suíça, também parece não estar funcionando.

No entanto, uma fonte da CIA, na Europa disse ter "falado com Rothschild na noite passada". Também disse que os Rothschilds são os únicos que não se esconderam e que "acreditam que estarão de pé" quando a poeira baixar.

Certamente que, se forem os únicos que impulsionaram o comércio de carbono como uma alternativa para não matar 90% da população mundial, não irão enfrentar acusações de genocídio e assassinato em massa como os Bush e sua laia.

O governo chinês parece pensar que eles são OK, quando disse aos chefes de mais de 20 países que é favorável a uma aliança Rothschild/Sociedade do Dragão Branco, disseram fontes do governo chinês. Nenhum acordo formal foi alcançado como está escrito, todavia, o contato foi feito apenas uma hora antes do prazo final de 10 de Julho expirar.

Por outro lado, num desenvolvimento muito interessante, o assassino em massa e principal capanga da máfia khazariana e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu está sendo investigado pelas autoridades israelenses por "lavagem maciça de dinheiro, em quantidades muito elevadas", na casa de "bilhões de dólares", de acordo com fontes do Mossad. Por esta razão, Netanyahu já fez os preparativos para fugir para seu esconderijo na
Patagônia, Argentina. 

A fonte diz que algum sósia de Netanyahu ficaria para trás, para levar a culpa ou então, Netanyahu fingirá sua morte proveniente de "ataque cardíaco ou derrame". No entanto, "o negócio real é fora do país frio". Esta poderia ser uma referência às bases antárticas nazistas, admite a fonte.

Netanyahu pode estar buscando se esconder, porque a situação da máfia khazariana nos EUA está chegando a um ponto de ebulição, concordam várias fontes dentro do Pentágono e as agências.

O foco da raiva, resulta do fato do FBI ter recusado a queixa criminal contra Hillary Clinton, embora o diretor do FBI, James Comey, a tenha acusado publicamente de crime. Assim, é como uma fonte do Pentágono resumiu a situação: "A indignação em massa por Hillary escapar e a corrupção no Departamento de Justiça une o GOP, militares/inteligência/comunidade de aplicação da lei, numa poderosa força para a mudança de regime, no contexto da nova republica com moeda lastreada em ouro e redefinição global de moedas".

Mesmo que Hillary Clinton tenha evitado as acusações criminais, sua candidatura presidencial foi efetivamente destruída pela publicidade negativa em torno deste fiasco. "Ela é mercadoria estragada que perdeu a confiança do público e qualquer chance de ganhar a Casa Branca, uma vez que a ela serão negadas autorizações de segurança e informes de inteligência classificados", explica a fonte do Pentágono.

A fonte também disse que "o presidente Obama odeia Hillary e que vazou as informações do servidor de e-mail em Março de 2015 para se certificar de Hillary não ganhasse as eleições, mesmo fingindo fazer campanha para ela".

Na conferência de imprensa, Comey também deixou publicamente registrado muitos motivos para Hillary, futuramente, ser acusada de crime. Entre eles incluem vazamento de segredos de Estado a Israel, "negligência grosseira", com informações classificadas, perjúrio ao Congresso sobre Bengasi e muito mais.

A indignação pública já forçou o Departamento de Estado dos EUA anunciar que irá reabrir a investigação sobre seus e-mails. O Pentágono e as agências também cortaram o acesso de Hillary às informações classificadas como resultado deste escândalo.

De qualquer maneira, todo o escândalo de e-mail é uma distração da corrupção da Fundação Clinton que ameaça derrubar a maior parte do establishment político de Washington DC.

Para evitar os problemas da divulgação da Fundação Clinton, também existe o fato falado em níveis elevados de "Matar Bill". Foi assim que a fonte do Pentágono colocou: "Um funeral de Estado para Bill iria silenciar Hillary para sempre, mas que ainda poderia ser processada pelo vazamento e venda de segredos de Estado".

Considerando que Bill Clinton seja filho de Winthrop Rockefeller, a facção Rockefeller da máfia khazariana pode estar tentando desviar a atenção dos problemas de Hillary, iniciando uma guerra racial. Este foi o aparente objetivo do tiroteio da polícia de Dallas, na semana passada, que realmente pode ou não pode ter envolvido a morte de 5 policiais por um homem que se dizia "odiar brancos".


A mão de Rockefeller pode ser vista no financiamento do grupo de ódio Black Lives Matter. Ela também pode ser vista como o proprietário do Facebook, Mark Zuckerberg, neto de David Rockefeller colocou um enorme banner "Black Lives Matter" em sua sede, após o incidente de Dallas.


Além disso, a corporação das Nações Unidas Corporação, instituição controlada por Rockefeller seguidamente tem condenando o "racismo estrutural e institucional" nos EUA.


Apesar disso, fontes do Pentágono prometem que "o grupo terrorista patrocinado por George Soros - Black Lives Matter, não será autorizado a iniciar guerras raciais para provocar instauração de lei marcial ou suspensão de eleições".

Várias fontes também avisaram que haveria uma grande tentativa de usar assassinos pagos para perturbar a convenção republicana, que deve começar na próxima semana.

Muitas fontes dizem que tumultos e problemas são esperados nos EUA, durante todo o verão, prolongando-se até o Outono. Uma fonte do Pentágono foi mais longe ao dizer que a guerra civil, que tanto ele estava preocupada já começou nos EUA.

A situação na UE, também, se degenerou a ponto do secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, admitiu "Estar numa nova situação, diferente qualquer outra, antes experimentada".


Embora estivesse se referindo às relações com a Rússia, também estava admitindo que o mundo estava entrando em território desconhecido. Isso acontece, porque a Corporação da Organização das Nações Unidas, a UE e os EUA, estão todos falidos, bem como estão suas organizações subsidiárias, como o Banco Mundial e o FMI.


Pelo menos o cenário para o colapso da UE já foi traçado pelo colapso da União Soviética. Isso significa que os países da UE irão deixá-la um por um, até que uma estrutura europeia mais democrática e transparente, que inclua a Rússia, seja estabelecida.

As disputas públicas entre vários líderes e facções, desde que o povo britânico decidiu restaurar sua independência da UE torna isso evidentemente claro. Os combates incluem a declaração oficial da Itália de um fundo de 150 bilhões de euros para salvar seu sistema bancário em colapso, só para ser publicamente repreendida pelos alemães, que disseram que não iriam concordar. Então o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, retrucou dizendo que os problemas do banco italiano foram pequenos em comparação com os problemas derivados de outros bancos europeus. Isto foi amplamente interpretado como se tratar do Deutschebank.

Renzi pode estar falando duro, porque seu partido está atrás nas pesquisas, no movimento anti-UE Cinco Estrelas, encabeçado por Bepe Grillo.



Além disso, um banco alemão de 29 bilhões de euros, efetivamente foi abaixo e pode desencadear um efeito dominó.


Por sua vez, o povo francês está em estado de revolta aberta, na medida em que motins continuam acontecendo sem parar, com a imprensa de propaganda tentando ignorá-los. Perto de 90% da população desaprova o presidente François Hollande.


Nestas circunstâncias, a UE já perdeu seu poder de forçar decisões sobre seus países membros. Isto foi visto, quando a UE tentou chegar a um acordo comercial com o Canadá e apenas a Alemanha e a França disseram a seus parlamentos da necessidade de ratificar o acordo. Isto levou o chefe da Comissão Europeia, Jeane-Claude Juncker, a declarar que todos os 27 parlamentos da UE teriam de fazer o mesmo. O resultado é que a liderança da EU,  agora, está totalmente disfuncional.


Há muito mais para o caos da UE, mas ao se começar olhar o quadro geral, percebe-se que as coisas estão desmoronando.

Enquanto isso, no Reino Unido, recentemente independente, o atrasado lançamento oficial do relatório Chilcot, deixa bem claro que a invasão do Iraque foi ilegal e que o fantoche de Bush, Tony Blair é um criminoso de guerra. Os britânicos agora estão reconsiderando seriamente a manutenção de uma aliança militar com os EUA, enquanto esse país permanecer sob controle da máfia khazariana.

O mesmo se passa com os turcos, que deram uma volta de 180 graus em torno do vis a vis com a Rússia. Em Novembro passado, quando derrubaram um avião de guerra russo e pediram para a OTAN começar uma guerra com a Rússia. Agora, de acordo com reportagens da imprensa turca, convidaram tropas russas para se estabelecerem em seu país. Mais tarde, estes relatórios foram negados. Todavia o segundo país em numero de contingentes na OTAN, depois dos EUA, está claramente pensando em aderir à Rússia e a China, através da Organização de Cooperação de Xangai, juntamente com a Índia, Paquistão, Irã, Egito e Israel. Isso deixaria a Arábia Saudita completamente sem aliados, a menos que também abandone sua aliança com os khazarianos. A perda do dinheiro do petróleo saudita será um golpe fatal para os khazarianos.

É claro que a moribunda máfia khazariana diz que irá cair lutando, de modo que podemos esperar provocações em áreas como o Mar do Sul da China, incidentes envolvendo a Coreia do Norte, terrorismo, atentados, ataques de falsa bandeira, etc. No entanto, é evidente que a humanidade está ganhando a batalha pelo planeta Terra.


Autor: Benjamin Fulford 
Fonte primária: http://benjam20infulford.net
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais artigos do Benjamim Fulford Aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...