terça-feira, 26 de julho de 2016

Benjamin Fulford - "O Plano dos Rothschild era reverter os resultados da I Guerra Mundial" - 26.07.2016



O plano final dos Rothschilds era reverter os resultados da I Guerra Mundial pelo restabelecimento das monarquias Alemã, Austro-Húngara e Russa, concordam fontes da Alemanha e dos EUA. O plano, que agora está se desdobrando na Europa apela para uma guerra civil contra um inimigo "Muçulmano". Os chamados terroristas "muçulmanos" estão sendo financiados com o dinheiro que deveria ser gasto na luta contra o chamado aquecimento global induzido pelo Carbono, anunciam as fontes. É por isso que, diariamente, estamos vendo ataques de terroristas "muçulmanos" que parecem sempre envolver "lobos solitários" que morrem no ataque. Assim, não há necessidade de se ter um julgamento confuso, onde fatos possam ter uma possibilidade de vazarem para o conhecimento público.

Nesse caso, fontes dizem que depois de um verão de ataques terroristas cada vez mais graves, os caixas eletrônicos de bancos europeus seriam fechados, possivelmente em agosto ou setembro. É neste momento onde as famílias reais se apresentariam como "salvadoras”, fornecendo às pessoas enormes quantias de dinheiro fiat e "segurança", em troca do restabelecimento de suas monarquias.

A realeza europeia reintegrada seria chefiada por um alemão "Kaiser" (César), que teria quatro reis nomeados por ele, dizem. O candidato a Kaiser provavelmente viria a partir de qualquer família real, Habsburg ou Hohenzollern, observam. Isso significa que Karl Habsburgo ou Jorge Frederico Hohenzollern, da Prússia. Outro candidato que mencionam é Ferdinand Zvonimir Habsburg-Lothringen.

O Czar da Rússia mais provável, seria o Príncipe Michael de Kent, porque ele tem mais sangue Romanov que todos os membros da realeza europeia.


Isso se encaixa com o que fontes russas há muito tempo nos disseram e, para isso é que Vladimir Putin teria sido colocado no poder por uma facção do KGB que foi leal à família real russa.

Este movimento combinado com o impulso de Recep Erdogan, da Turquia para restaurar o Império Turco - Otomano, caso bem sucedido, restauraria os impérios: Alemão, Austro-húngaro e Turco; essencialmente, levando a Europa e o Oriente Próximo de volta à situação existente, antes da Primeira Guerra Mundial I.

Assim, um período de cem anos para reverter a vitória anglo-americana na Primeira Guerra Mundial teria sido, agora, desmascarado.

Neste contexto, a votação do Brexit, significa que a família real britânica não ficaria sob o domínio das monarquias restauradas da Europa.

É claro que a questão seria:  será que os povos europeus aceitariam passivamente serem aterrorizados e financeiramente chantageados para a restauração dessas linhagens ao poder formal? Podemos muito bem descobrir neste Verão e Outono (Hemisfério Norte). Enquanto isso um frenesi de Gládio é esperado, com ataques de falsa bandeira mais chocantes e manifestações violentas bem financiadas. Também, é uma boa aposta para que a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente francês, François Hollande percam o poder neste final de ano.

Enquanto isso, uma luta pelo poder também estaria vindo a tona, nos Estados Unidos. Fontes da CIA, dizem que "a China teria fornecido os códigos secretos de uma grande quantidade de ouro (milhares de toneladas métricas)... Como um empréstimo ao Tesouro dos EUA, para o dólar não implodir". O problema é que "Os meninos em Washington DC devem indiciar Killary".

Desde que a Convenção Presidencial Partido Democrata começou, nesta semana, com um grande vazamento de e-mail "Russos" sobre como Partido Democrático teria arranjado as coisas para Hillary Clinton, não pode haver dúvida que uma seria luta de poder está em andamento em Washington DC. A chefe do Comitê Nacional do Partido Democrata, Debbie Wasserman Schultz, apontada no vazamento de e-mail, disse que vai renunciar "após a convenção". Fontes da CIA dizem que é muito provável que ela seja morta em breve, para impedi-la de depor sobre o roubo da eleição em favor de Clinton.

O Pentágono e as agências já obrigaram os partidos Democrata e Republicano a prometerem restaurar a lei Glass-Steagall. Isso significa um final forçado do desonesto cassino, que a facção da máfia khazariana, Bush/Clinton, transformou o sistema financeiro norte-americano. 

A loja maçônica P2, também forçou Hillary a aceitar Tim Kaine, um jesuíta, como seu candidato a vice-presidente, dizem fontes da CIA. Considerando que Trump também é suportado pelos jesuítas e pela P2, isso significa que eles estão em ambos os lados do processo eleitoral dos EUA agora. Assim, como os soviéticos costumava dizer durante a guerra fria, os americanos podem escolher entre Pepsi Cola ou Coca Cola. Estejam certos de que vinho, chá, café, etc. nunca estarão nas urnas.

Uma indicação clara de como corrupta e decadente se tornou o sistema norte-americano pode ser visto no secretário de Estado John "Skull and Bones" Kerry, agindo como um figurante para as satânicas corporações químicas, como a Dupont. Kerry, na sexta-feira, esteve em Viena dizendo que "condicionadores de ar eram uma ameaça tão grande à vida como o terrorismo." O que está acontecendo é que 17 anos se passaram, desde a Dupont Corporation e seus parceiros criminosos, tem o gás a base de clorofluorcarbono, proibido, assim como a expiração do prazo de sua patente. Sua história sobre o buraco na Camada de Ozônio ser causado por BS Flúor, enganou quase todo mundo, na época. Agora, a patente do substituto do Fluor , hidroflourocarbonos (HFCs), tambem está expirando. Então, seu escravo, Kerry, está desfilando na frente de dignitários mundiais para argumentar que a proibição do HFC "literalmente salvará a vida do próprio planeta".


O que ele realmente deseja é, anualmente, salvar seus asseclas químicos com US$ 20 bilhões ou mais em receitas, com a venda de gases refrigerantes patenteados para os aparelhos de ar condicionado, geladeiras, etc., de todo o mundo. Que tipo de sistema político degenerado é que recebe o chanceler daquele que costumava ser o maior país do mundo, para dizer mentiras em nome de corporações, para que elas possam extorquir dinheiro de pessoas em países pobres, que precisam desesperadamente de ar condicionado? Um sistema muito corrupto que precisa ser derrubado.

Falando nele, houve resposta sobre a recompensa de uma tonelada de ouro para a captura e prisões de muitos dos principais chefes da máfia khazariana, pela Sociedade Dragão Branco - SDB. O comando das forças especiais dos Estados Unidos contatou a SDB solicitando, por escrito, os avisos de recompensa das pessoas relacionadas. Solicitaram que isso seja feito para evitar uma situação de "cão pastor contra cão pastor", onde as forças especiais poderiam lutar entre si, na medida em que alguns tentariam proteger as pessoas da lista enquanto outros tentam prendê-las.

Estes documentos estão sendo preparados e as forças especiais irão operar em harmonia para realizar a missão contra a máfia khazariana. Os prêmios serão pagos pelo Comando Geral do Exército de Libertação Planetária, em conjunto com a SDB.

A SDB também sabe que vai quebrar a cara se alguma ação não for tomada após o prazo dado aos Rothschilds, que expirou à meia-noite, hora do Hawaii, em 25 de Julho. Uma vez que os Rothschilds, agora, estão se escondendo na Suíça, pode haver algum atraso antes que medidas sejam tomadas, mas que serão tomadas.

Nathan Rothschild, que originalmente concordou em se encontrar com a SDB, anunciou publicamente que não convidou seu pai para seu casamento, para deixar claro que o bloqueio de um negócio é da responsabilidade do seu pai e tios e não dele.


Por esta razão, a recompensa de uma tonelada de ouro contra Nathan foi suspensa. Além disso, as sociedades secretas asiáticas que sofreram com a destruição de tesouros culturais insubstituíveis, como o Palácio de Verão, não desejam destruir obras de artes de valor inestimáveis, patrimônio de toda a humanidade, numa ação de captura de alguns homens velhos. Isso significa que o complexo em Zug, na Suíça, não será atingido por mísseis. Em vez disso, é esperada uma “intervenção cirúrgica de precisão", dizem elas.

Os Rothschilds podem estar pensando que a recente decisão contra a China no Mar do Sul da China possa ser usada para manipular os militares dos EUA e seus aliados numa guerra com a China. Certamente, fontes do Pentágono sentem que têm direito a sua parte, agora que uma decisão judicial foi tomada. Portanto, definitivamente, poderá haver alguma provocação pesada, na medida em que os EUA ameaçam enviar uma força-tarefa naval multinacional para o Mar do Sul da China para impor a decisão, dizem fontes do Pentágono.

Os chineses, entretanto, argumentam que o tribunal era uma "farsa política", observando que nenhum dos seus 5 membros era asiático, ou tinham grande conhecimento da história ou cultura da Ásia.


No entanto, os chineses concordaram em deixar Cingapura arbitrar a questão do Mar do Sul da China com a ASEAN. Considerando que Cingapura é a sede regional da CIA e do MI6, fica claro que os chineses estão à procura de um compromisso.

É claro que, toda essa conversa de Mar do Sul da China, é apenas um pretexto para os Rothschild jogarem suas cartas com o poderio militar dos EUA nas negociações em andamento, da falência das corporações dos ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA e das Nações Unidas. A República dos Estados Unidos não está falida e não deve se deixar ser manipulada desta forma pelos proprietários de uma empresa com sede em Washington DC.

Enquanto isso, no Oriente Médio, as repercussões da fracassada tentativa de golpe, na Turquia, continuam a ser sentidas em muitos aspectos. Fontes do Pentágono dizem que o presidente turco, Recep Erdogan "pode ter assinado sua própria sentença de morte, uma vez que 90 armas nucleares norte-americanas e 1500 aviadores norte-americanos são potenciais reféns na base aérea de Incirlik". Fontes do Pentágono também dizem que, embora, a Turquia possa ter aderido ao Oriente, "ainda estaria sob o olhar atento de Rússia, Irã, Iraque e Síria porque ninguém confia em Erdogan."

No entanto, os espiões inseridos no Pentágono também dizem que a quadrilha de Bush está sofrendo com a perda dos voos da CIA carregados com drogas vindos de Incirlik e indo para Incirlik

Outro acontecimento, no Oriente Médio, foi o fato da Rússia ter enviado um drone sobrevoar Israel, para recolhimento sistemático de informações sobre a implantação militar israelense. Além disso, o robô foi capaz de desativar 3 mísseis israelenses, deixando claro que os russos possuem superioridade aérea total e que as Forças de Defesa de Israel são "alvos fáceis." Israel, agora, deve se tornar uma zona autônoma judaica, dentro do Califado restaurado. Sua tentativa de difamar o Islã moderado, criando um radical e falso bicho papão islâmico, (ISIL) falhou.


Autor: Benjamin Fulford 
Fonte primária: http://benjam20infulford.net
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais artigos do Benjamim Fulford Aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...