quinta-feira, 7 de julho de 2016

CRIANÇAS ÍNDIGO - "SEU FILHO É DIFERENTE?"



Hoje eu quis abordar um tema que é pra mim muito peculiar, algo que está no nosso meio, em muitas famílias, em todas as etnias, por todo o mundo. Ao mesmo tempo, algo tão desconhecido.

São as chamadas Crianças Índigo, ou Crianças de Luz, como a parapsicologia também gosta de denotar. São chamadas assim por sua aura ser desta cor, ou seja, azul-índigo.

São crianças que estão nascendo em grande massa desde meados de 1990, para efetivamente trazer a mudança necessária e quebra de todos os paradigmas de nossa sociedade e de todo nosso planeta.

São geralmente crianças muito sensíveis, inteligentes ao extremo, amam animais e tem uma inclinação fortíssima ao que se diz sobre compaixão e amor ao próximo.

Estas crianças vem com toda sua força nos colocar devidamente alinhados com nossas missões, vem nos trazer conhecimento e iniciação á evolução espiritual e psíquica, quebrando muitos tabus e eliminando a hipocrisia que nos cerca. São seres imensamente evoluídos, Mestres natos, tem plena consciência do que realmente vieram fazer neste plano.

Eles vêm para refazer, reconstruir a estrutura social materialista que temos construído há 2.000 anos. Eles vêm trazer o amor, a cooperação, a honestidade, a verdade, a essência que esquecemos em nós.

Infelizmente muitas famílias, pais e educadores, não têm conhecimento ou preparo para lidar com estas crianças e muitas, por motivos de falta de apoio e estrutura, acabam se perdendo em suas missões, desviando-se de seus caminhos, pelo tipo de comportamento, pensamento emoções e atitudes.

Características:

Sensibilidade, podem ter amigos invisíveis, falam sozinhos, podem ter visões ou intuições espirituais. Podem ter medo da morte ou medo da perda dos amados. São afetivas, gostam do toque, do abraço, do carinho. Porém, são crianças extremamente agitadas, com dificuldades em manter a atenção, concentração ou calma.

Não conseguem seguir regras ou disciplina severa, não aceitam “não”. Nunca. Querem ter escolhas, querem negociar. Tem muita energia, distraem-se facilmente. Discutem. Resistem a autoridade. São popularmente e infelizmente chamadas de “terríveis”, “pestinhas”, “criança problema”.

Podem ser diagnosticados comumente com TDA (transtorno de déficit de atenção) ou alguma outra forma de hiperatividade.

Geralmente os pais acabam levando para a psicologia comum, ou até psiquiatria, inserindo medicamentos e tendo baixíssimo retorno de melhora, nenhum resultado ou até piora de comportamento pois, não é este o caso.

Vejo muitas mães se desesperarem pois já não sabem mais o que fazer, não entendem, e não tem nenhum tipo de apoio neste sentido, sei que realmente alguma mãe ou pai irá se encaixar neste texto, porque realmente, não existe consciência de abertura e interação a estes tipos de temas sobre seus filhos.

Os educadores têm também muita dificuldade e pelos meios tradicionais, acabam sofrendo com estas crianças em idade escolar, o início da alfabetização é onde as características começam a se acentuar. Acabam piorando na adolescência pois não conseguem ser compreendidos.

E o que fazer? Como podemos lidar? Como devemos nos comportar com estas crianças?

Eles só precisam de amor. Eles vêm despertar em nós algo que nós mesmos não teríamos condições de fazer se não fossem eles, nos trazendo á tona. Nos trazendo a consciência maior, o amor maior, o Eu maior. Eles vêm nos lembrar o real motivo de estarmos aqui.

Se você tem uma criança assim, com algumas destas características, busque, pesquise, e procure saber mais sobre seu mundo. Some com ele, ajude-o em sua jornada. Você faz parte dela. Não tente apenas educar ou criar… AME!

Lembrem-se: nossos filhos nos escolhem como pais pois temos plenas condições de ajudá-los a evoluir e mais, evoluirmos lado a lado, mudarmos o mundo, sermos melhores, juntos, como um Todo, como é e deve ser.
Como Deus, Pai, Mãe, Filho em Um.

Não nos esqueçamos disso! 


Fonte: O Segredo
Veja mais sobre Índigos e Cristais Aqui


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...