sábado, 9 de julho de 2016

Jesus - "Seu modo humano de vida é baseado numa crença muito poderosa de limitações!" - 09.07.2016


Simulação de imagem a partir do original "Santo Sudário." 
É assim que eu, Gabriel RL, o vejo.

Somos todos UM! Isso é fácil de falar, mas muito difícil de aceitar e compreender, porque em seu mundo ilusório, todos parecem separados. Seus físicos modernos, finalmente, descobriram e aceitaram que absolutamente tudo está interligado a tudo o mais que possa ser visto no universo observável.

E ainda assim, em suas vidas diárias vivem constante e intensamente com um forte sentimento de separação, porque estão cercados por formas impenetráveis ou não integradas individuais que resistem à coalescência, ao contrário do ar que respiram e a água que bebem, que de modo fácil e constantemente fluem e se misturam. Às vezes, em fortes relacionamentos amorosos existe um forte sentido de unidade, embora, no entanto, ainda ocupem corpos individualmente. Realmente é muito confuso.

Aqui nos reinos espirituais, nos quais realmente não estão separados, facilmente nos associamos e misturamos uns com os outros com para trocar ideias ou compartilhar nosso Amor um pelo outro e, quando por qualquer motivo optamos nos diferenciar, apenas fluímos separados. Todavia nunca estamos separados uns dos outros, pois o nosso eterno estado é UM com Deus, o Criador Supremo em que todos existem e, portanto, uns com os outros. Todos escolheram experimentar a separação, e até que alterem essa escolha, é o que irão experimentar.

Por que continuariam a escolher a separação, quando ela os deixam se sentindo sozinhos, abandonados e sem Amor? É porque a ilusão se tornou tão real para vocês, um lugar em que milhares de milhões de indivíduos parecem estar constantemente lutando pela sobrevivência física e, porque se identificam total e completamente com seus corpos, sempre parecem estar sob algum tipo de ameaça física ou emocional.

Mas os corpos são apenas veículos de limitações que construíram e optaram por ocupar. No entanto, podem optar por remover essas limitações e experimentar uma sensação de vastidão, de completude e de Unidade com Tudo O Que É. Todavia, se tornaram tão acostumados as limitações que têm medo de viver sem elas.

Seu modo humano de vida é baseado numa crença muito poderosa de limitações!

No entanto, entrando em seus sagrados e tranquilos santuários interiores, irão experimentar a vastidão que é Deus, a Criação, o Amor e, portanto, vocês! Para fazer isso, apenas precisam se render a chama divina do Amor que queima constantemente dentro de cada um, para se liberarem de suas crenças, sejam quais forem, porque são distrações ilusórias muito eficazes e abrirem seus corações para que o Amor que está lá dentro possa abraçá-los e demonstrar que são tão vastos como toda a Criação, tão vastos como Deus e eternamente abraçados pelo Amor, que é a realidade.

Experimentar esse estado instantaneamente destruiria suas formas físicas, seus corpos humanos, porque a energia desse estado é infinitamente poderosa. No entanto, poderão experimentar uma sensação desse estado divino, seu estado natural, que irá banir permanentemente todas as suas dúvidas sobre a sua Unidade com Deus.

Estão na Terra para passar pelo processo de despertar e de ajudarem os outros a fazê-lo. Despertar é uma escolha que só cada um de vocês pode fazer e que, na verdade todas as entidades vivas já fizeram a escolha de fazê-lo, todavia, vocês ainda não escolheram quando fazê-lo. Uma oportunidade de escolha que, naturalmente, só pode ser feita no momento eterno do Agora e, quando isso acontecer, irão acordar.

Atualmente, aqueles que leem ou ouvem esta mensagem sabem disso e pacientemente estão aguardando sua hora, enquanto ajudam outros a fazerem essa mesma escolha. Podem sentir que existe escolha, que estão à espera de algum evento divino futuro para acordá-los, embora, na verdade sempre terão a liberdade de escolha e o momento dessa escolha está cada vez mais perto.

É um confuso paradoxo estar experimentando a vida como um ser humano dentro do invólucro espaço/tempo e, ao mesmo tempo saber que o espaço e o tempo são irreais. Por isso, é que é essencial que, diariamente, adentrem em seus santuários interiores, sagrados e seguros para se conectarem com o Amor que lá reside, santuário que é a porta pela qual entram na Realidade, nos reinos divinos em que a alegria absoluta é eternamente experimentada.

Muitas vezes, quando se recolhem, suas mentes se enchem de pensamentos perturbadores - deveres, ansiedades, e "afazeres" que a vida diária parece exigir de vocês como seres humanos. Isto é, meramente, seus egos tentando atraí-los para fora daquele lugar de paz divina, de volta para a ilusão. Apenas reconheçam esses pensamentos do ego, reconheçam que estão distraindo-os de seus lugares de paz, mas não se envolvam com eles. Fazendo isso, como muitas vezes acontece, quando perceberem, restará apenas a intenção de voltarem para aquele tranquilo lugar de paz interior, sem qualquer julgamento do fato de que estavam distraídos. Distrações são aspectos essenciais da ilusão que construíram e, inicialmente, é difícil dissociar-se delas por mais de alguns minutos.

Recitar mantras, se concentrar numa chama de vela ou em sua respiração, ou ouvir uma música tranquila destinada a ajudá-lo a entrar num estado meditativo pode ser útil. Todavia, cada um é diferentes e responde de forma diferente aos vários métodos que possa ajudá-lo a alcançar a paz interior na meditação e, claro, não existe nenhuma exigência para que use determinado método prescrito para meditação.

Façam aquilo em que se sintam bem e confortáveis e pratiquem por algumas semanas, para terem tempo de adaptação à nova rotina. Mudar as rotinas, num esforço de encontrar aquela que funciona melhor pode ser autodestrutivo, pois pode muito bem serem tentativas de seus egos para mantê-los distraídos. Relaxem, deixem fluir e, na medida em que os pensamentos ou distrações surgirem não se envolvam com eles. No entanto, quando se familiarizarem, basta manter a intenção de voltarem a tranquilidade e perceber que não existe tal coisa como fracasso.

A meditação é uma prática para permitir que se conectem com seus verdadeiros Eus, Eus que são UM com Deus. Diariamente, pianistas passam longas horas praticando para manter a sua competência profissional. Por isso, não se surpreendam com a tempo de prática que terão que dispensar em meditação, para encontrar a paz e tranquilidade que procuram.

Não se julguem bem ou mal sucedidos e não procuram verem-se fazendo progressos, porque isso seria apenas mais uma distração. Basta definir um horário regular e local para a sua prática e, quando o tempo acabar, permitam-se retornar para suas vidas diárias. Se mantiverem suas práticas sem expectativas, encontrarão paz e contentamento.

Seu irmão amoroso, 

Jesus.


Canal: John Smallman
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais mensagens do Jesus Aqui


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...