sábado, 2 de julho de 2016

Os Anjos - "Podemos ser luzes na escuridão" - 25.06.2016



Na semana passada, falamos de enfrentar a violência em seu mundo, do tipo que você vê em seu noticiário e que não o afeta diretamente. Nesta semana, desejamos aplicar os mesmos princípios aos comportamentos menos amáveis que o afetam pessoalmente. Como você lida com os ataques verbais daqueles ao seu redor, e com aquelas almas que parecem precisar de uma discussão? Como você lida com aqueles que relutam em se comprometer?

Se você tem lido as nossas mensagens por algum tempo, já sabe que a resposta é Amor. Amar nem sempre é “gostar”. Amar nem sempre é se sentir “bem” com uma pessoa ou comportamento. Amor, como o definimos, é simplesmente um reconhecimento da centelha de luz dentro de uma alma, e um reconhecimento de que cada alma – não importa o quanto esteja ferida, não importa o quanto esteja relutante, não importa o quanto seja cruel, está fazendo o seu melhor para se sentir amada... compreendam elas isto ou não.

Há algumas almas que pedem amor de muitas maneiras. Elas chegam para ajudar honestamente ou emitem bondade para os outros para sentirem este fluxo de amor através do seu próprio ser.

Há outras almas que são bem menos conscientes. Elas saem em busca de amor, atacando-o com as suas palavras, ou criando discussões. “Unam-se a minha raiva e a minha dor”, é o que elas estão realmente clamando. “Vejam a minha dor. Sintam-na em mim.” Eles nem sequer sabem que isto é o que eles serão depois. E embora seja muito mais evoluído dizer: “Por favor, ajude-me a encontrar uma saída da minha dor.” Infelizmente, eles nem mesmo acreditam que isto seja possível. Com frequência, eles não acreditam que alguém iria se importar com o que está realmente enterrado em seu coração e assim eles se desligaram do mesmo. Estas são as almas que precisam do seu amor, mesmo quando elas não merecem a sua atenção. Você pode se afastar delas e pode se recusar a dignificar a sua escuridão com a sua luz, mas tente não odiá-las. 

Orem por elas, em vez disto. Envie-lhes luz e peça pela elevação de suas almas.
Há outras almas que não estão dispostas a se comprometer com você – membros da família, colegas de trabalho... aqueles dos quais você não pode se afastar e com quem deve interagir. Estas almas estão clamando por amor. Ou eles estão seguindo a sua orientação interior e lhe pedindo que confie que eles sabem o que eles estão fazendo em suas próprias vidas, ou estão se agarrando teimosamente a uma perspectiva a partir de uma necessidade desesperada de reconhecimento e validação. Em qualquer caso, deixe-os ser. Afaste-se da discordância. Ore por um curso amoroso de ação para si mesmo que não envolva o acordo deles.

O mundo precisa do seu amor, querido. As almas que sofrem precisam de alguém, ainda que seja de uma forma distante e silenciosa, que reconheça a sua luz e ore por eles. Não dignifique a escuridão deles. Em vez disto, afaste-se de situações dolorosas e desacordos quando você puder e envie aos infelizes a sua luz e as suas preces, e saiba que os seus comportamentos dolorosos não se referem a você.

Ao fazer isto, você está escolhendo incorporar o seu eu mais profundo, verdadeiro e amoroso. Você se torna literalmente “no mundo, mas não dele” – uma luz e um farol de esperança nesta Terra.

Deus o abençoe. Nós o amamos muito.

Os Anjos


Canal: Ann Albers
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais mensagens dos Anjos Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...