terça-feira, 2 de agosto de 2016

Benjamin Fulford - "Israel, Arábia Saudita, Malásia, França, Itália e Alemanha são os próximos na lista de países a serem libertados da máfia khazariana" - 01.08.2016



A batalha para a libertação da humanidade das garras da genocida máfia khazariana está transcorrendo bem, com importantes vitórias em várias frentes, em meio ao crescente caos global, enquanto a ordem mundial do pós-guerra continua a entrar em colapso.

Os maiores movimentos agora estão ocorrendo no Médio-Oriente, onde a Turquia abandonou a regra da máfia khazariana (Sabatista), uma aliança composta pela Rússia, Pentágono, Síria, Turquia, Iran e Egito se prepara para libertar o povo de Israel, Iraque e Arábia Saudita. Isto irá cortar todos os movimentos financeiros do petróleo do Oriente Médio para a facção Bush/Rockefeller/Clinton da máfia khazariana.

Outro lugar onde grandes desenvolvimentos estão acontecendo é na Europa. Lá, oficiais da Alemanha, França e Itália, agora estão chamando abertamente para uma aliança militar com a Rússia, para libertar a Europa das garras da facção Bush/Clinton/Rockefeller da máfia khazariana, que ainda controla Washington DC e Nova York. Os movimentos europeus estão acontecendo em preparação para um colapso do sistema bancário de lá, que poderia ser ainda este mês.

Também há uma grande batalha acontecendo entre ladrões na Malásia, na medida em que agentes da facção BCR tentam se apoderar de fundos desviados do povo da Malásia pelo lacaio de Rothschild, o primeiro-ministro malaio Najib Razak (ver detalhes abaixo).

Também outra batalha nos Estados Unidos da América continua raivosa, na medida em que a candidata da facção BCR, Hillary Clinton, na semana passada, descaradamente roubou a nomeação presidencial do Partido Democrata num movimento que fatalmente arruinou sua reputação, tendo o apoio da máfia khazariana. Esta batalha apenas começou e vai se intensificar em Novembro, com a possibilidade muito real de uma guerra civil aberta acontecer nos Estados Unidos, concordam várias fontes.

Vamos começar com um olhar mais atento para a situação na Turquia, para onde o general Joseph Dunford voou, em 31 de Julho, para uma reunião de emergência com suas contrapartes turcas. A reunião aconteceu quando funcionários do governo turco acusaram abertamente os EUA de tentar derrubar seu governo e tropas turcas cercaram com armas nucleares a base aérea dos EUA de Incirlik. Nesta reunião, de acordo com fontes do Pentágono, Dunford disse aos turcos que a tentativa de derrubada do governo turco foi realizada por agentes da CIA da facção BCR khazariana, trabalhando sob a cobertura da Fundação Jamestown. Dunford disse a seus colegas que cortar o fluxo de heroína afegã e o dinheiro de drogas passando por Incirlik, ajudaria na batalha para a libertação dos Estados Unidos e Israel do controle da máfia khazariana, disseram as fontes. Dunford não tinha outra escolha a não ser conciliar, porque as últimas pesquisas de opinião publica dizem que apenas 17% dos turcos apoiam uma presença dos EUA em seu país.

Dunford também explicou aos seus homólogos turcos que o Pentágono aliou-se com os russos para a libertação dos Estados Unidos e do resto do mundo do domínio khazariano, disseram fontes do Pentágono. Como prova disso, o Pentágono ordenou que uma avançada aeronave espiã a pousar na Rússia central, disseram as fontes. Em contrapartida, também, estão permitindo que aviões espiões russos sobrevoem o território dos Estados Unidos para confirmarem que os EUA não estejam planejando nenhuma movimentação militar ou ataque nuclear preventivo contra a Rússia.

Os russos que agora detêm a supremacia no Oriente Médio, disseram para os turcos cortarem toda a renda proveniente do petróleo com Israel, como parte de um grande movimento contra esse estado pária. Outros movimentos, incluem o fornecimento de avançados aviões de ataque ao solo e outros armamento avançados para a Síria, Irã e  Hezbollah, além do fornecimento de mísseis S-300 para a defesa aérea para do Irã. A Rússia também está enviando drones para obter informações detalhadas de disposições militares israelenses. Também houve intensos bombardeios sírios ao longo de toda a sua fronteira com Israel nas Colinas de Golã, dizem fontes da inteligencia israelense.

Falando sobre hereges salafistas, a situação na colônia khazariana e pseudo-muçulmana da Arábia Saudita, também está ficando crítica. A mais recente prova disso, foi a Índia fornecer ajuda alimentar de emergência para 10.000 famintos cidadãos indianos falidos, presos na Arábia Saudita.


Não vai demorar muito para que os sauditas também peçam ajuda alimentar para os seus próprios cidadãos famintos, a menos que o atual regime capitule. Também existem relatos de princesas sauditas sendo oferecidas como escravas sexuais para os agentes do governo israelense.


Estes relatos coincidem com declarações de uma mulher italiana, que diz  que foi drogada e raptada por um príncipe saudita e forçado a ser uma escrava sexual para os gostos de Paul Wolfowitz e Donald Rumsfeld. A mulher italiana, que fugiu após servir 10 anos como escrava sexual na Arábia Saudita, está agora sob a proteção do Vaticano.

Os sauditas estão ficando sem dinheiro, em razão de seus fundos estarem sendo canalizados para a campanha da facção (Bush/Clinton/Rockefeller) permanecer no controle nos Estados Unidos.

Este é também o que, aparentemente, está por trás da recente tentativa do Departamento de Justiça apreender os bens pertencentes ao primeiro-ministro malaio Najib Razak EUA. Loretta Lynch, Procuradora-Geral dos EUA, que se recusou a indiciar Hitlery Clinton, quase que certamente não irá devolver qualquer dos ativos de Najib que forem apreendidos para o povo da Malásia, de acordo com fontes da CIA no Leste da Ásia. Em vez disso, esta será apenas uma parte de uma tentativa da facção BCR  da máfia khazariana, de incriminar seus rivais Rothschilds e apreender seus bens e de seus lacaios nos EUA e Sudeste Asiático. Foi assim que fizeram na Líbia, onde eles levaram cerca de US $ 150 bilhões do povo líbio, após derrubar Muammar Gaddafi, dizem as fontes.

Conforme relatado por nós numa notícia de 31 de Julho, Najib está agora negociando para manter pelo menos parte de sua fortuna e ter proteção contra assassinos khazarianos, em troca de seu testemunho sobre o desaparecimento do voo 370 da Malaysian Airlines e outras coisas, dizem fontes asiáticas da CIA. Em qualquer caso, a situação na Malásia é certa de se tornar cada vez mais turbulenta, enquanto a facção BRC luta com os Rothschilds para saquear aquele país.

Há também uma situação incomum emergente na Tailândia, de acordo com uma fonte da CIA de lá. O governo tailandês acaba de ordenar que todos estrangeiros (ocidentais) que possuem minas de ouro no país cessarem suas operações, diz ela. "A economia em toda a Tailândia está em ruínas... Até mesmo os tailandeses locais que vendem produtos no mercado estão reclamando que o negócio está quase parado", diz a fonte. O movimento para fechar as operações de ouro estrangeiras pode ser parte de uma ação em curso para garantir que a máfia Khazar seja cortada de qualquer possível apoio físico para suas moedas de dólar e euro Fiat. Os governos da Indonésia e das Filipinas estão fazendo movimentos semelhantes, encerrando operações de ouro ligadas a máfia khazariana, concordam várias fontes.

No que quase certamente seja um movimento relacionado, a Tokyo Commodity Exchange iniciou negociações de ouro para entrega física em conjunto com a Shanghai Gold Exchange.


O outro sinal de que algum tipo de grande mudança é iminente, veio da Europa, onde o Banco Monte Paschi captou uma fiança de apenas 5 bilhões de euros. Sua capacidade de resgate já valeu 5,6 vezes de toda a sua capitalização de mercado. Isso significa que se tornará o primeiro dominó italiano a ser derrubado para, em seguida, levar os sistemas bancários franceses com ele.

Não é por acaso que, em conjunto com essa saída, um grupo de parlamentares franceses visitou a península da Criméia e falou em apoio à anexação da península pela Rússia.


Também, sem dúvida, não é nenhuma coincidência que um general francês apelou publicamente para uma aliança da França com a Rússia e o fim da OTAN.


Muitos alemães influentes também estão pedindo uma aliança europeia com a Rússia em substituição à criminalmente degenerada OTAN.


Então, não é de admirar que o governo golpista nazista khazariano da Ucrânia esteja parecendo que estar em apuros. Lá, uma grande manifestação pela paz, organizada pelas Igrejas, Ortodoxa Russa e Ucraniana, em conjunto com a Igreja Católica teve lugar, enquanto a maioria dos líderes do governo nazista ucraniano havia deixado o país.



O colapso final do controle da máfia khazariana virá quando suas resistências, agora, circulando suas carroças em torno de Hillary Clinton, forem removidas de todas as posições de poder, dentro dos Estados Unidos.

Uma vez que tem sido amplamente divulgado em outros lugares, vamos apenas resumir alguns destaques do que aconteceu quando Hillary Clinton roubou o mandato presidencial democrata, na semana passada. Como resultado de e-mails vazados demonstram, ela roubou a nomeação. Hillary foi vaiada e abandonada por mais da metade dos delegados na convenção.

Uma vez que o Departamento de Justiça desistiu de apresentar queixa contra ela, agora são o IRS e o FBI, que estão investigando as atividades criminosas da Fundação Clinton.

Quando Hillary e equipe tentaram culpar os "russos" pela pirataria de e-mails do Partido Democrata, ninguém menos que o Diretor de Inteligência Nacional James Clapper, disse ao comitê de Inteligência do Senado que estava "surpreso" pela "hiperventilação" a respeito da Rússia.


Não são os russos, mas sim americanos patriotas que estão cortando os criminosos Bush/Clinton/Rockefeller.

Recuando um pouco para olhar para a imagem maior, mesmo sem aliados europeus, a aliança BRICS já responde por 85% da população mundial, 60% do seu PIB e 80% do crescimento econômico. Um representante da Sociedade Dragão Branco disse recentemente a um representante da sociedade secreta Asian, que a máfia khazariana era como um leão moribundo e que, em vez de comprar uma briga com ela, a melhor política era apenas ficar de longe, esperando a natureza seguir seu curso.


Autor: Benjamin Fulford 
Fonte primária: http://benjam20infulford.net
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais artigos do Benjamim Fulford Aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...