terça-feira, 13 de setembro de 2016

Louise Hay / Ahlea Khadro / Heather Dane - "Amar a si mesmo é cuidar de si mesmo" - 11.09.2016



A seguir, está um trecho de “Amar a si mesmo para a Grande Saúde.” “A Saúde Perfeita é o meu direito Divino e eu a reivindico agora.” – Louise Hay

Quando você se ama, cuida de suas próprias necessidades. Muitas vezes, hoje, as pessoas (especialmente as mulheres), acreditam que elas devem cuidar de outras pessoas e de outras responsabilidades antes de si mesmas. Por exemplo: “Você se encontra dizendo “sim”, quando, na verdade, quer realmente dizer “não”? Está ajudando os outros com tanta frequência, que tem realmente pouco tempo para relaxar e descansar? Sente que irá descansar quando se aposentar, quando os seus filhos estiverem crescidos?

Você se percebe dizendo: “Eu preciso apenas passar por isto, então, eu irei descansar e fazer uma pausa?”

Você se sente como um prazer para as pessoas ou tem medo da desaprovação dos outros em relação a você? Está constantemente sentindo como se desse mais e mais, apesar de não receber muito dos outros (ou, possivelmente, não ser capaz de receber apoio, presentes, ou elogios dos outros?)

Está, muitas vezes, tentando estabelecer limites e falhando?

Acreditamos que a verdadeira epidemia na saúde é uma desconexão do ser. Achamos que o sistema imunológico fica um pouco confuso quando você se coloca por último.

A Ciência afirma que a causa principal de quase todas as doenças crônicas – inflamação – acontece quando o sistema imunológico já não pode dizer a diferença entre o que é bom ou ruim para o corpo. Metafisicamente, sentimos que a inflamação e a doença crônica se referem realmente ao seu corpo, amando-o o suficiente para lhe dar um chamado de despertar. É um convite para ouvir o seu corpo e retornar a um estado de amor próprio.

Quando os bebês nascem, eles adoram tudo sobre si mesmos. Eles ficam fascinados pelas suas mãos e pés, e até pelas suas fezes. Com o decorrer do tempo, aprendemos que as coisas sobre nós são erradas e ruins. Frequentemente, ficamos com vergonha dos nossos corpos ou características em relação a nós mesmos, e passamos a sentir como se não tivéssemos valor. Aprendemos que as “regras”, as expectativas dos outros, e as evidências comprovadas, são mais importantes do que como nos sentimos, ou do que queremos. Somos ensinados a ouvir tanto a todos, que sentimos que não podemos confiar em nós mesmos.

Não é nenhuma surpresa que sob estas circunstâncias, desconectemo-nos de nosso sistema de orientação interno, o que Louise Hay chama de “som interior”. Todos nós temos um, embora a maior parte de nós não tenha aprendido a ouvir esta voz, sentimento ou sinal interior que nos guia.

A coisa mais bela em relação ao nosso corpo é que ele tem uma sabedoria profunda sobre o que você realmente precisa para a saúde e a felicidade. Na verdade, uma das especialidades de Ahlea é ouvir o que os corpos das pessoas estão pedindo. Ela pode ver no corpo ou tocar próximo a um órgão e ouvir o que o órgão está dizendo. Muitas vezes, ela ouve o que o corpo de uma pessoa esteve tentando lhe dizer através dos sintomas.

Ao longo dos últimos dez anos de trabalho com os clientes, o maior padrão que Ahlea viu, é uma mensagem de medo nos rins. Ela fala que os rins estão dizendo que eles estão tristes e temerosos, porque eles não se sentem protegidos, e que, em geral, os corpos não se sentem ouvidos. Isto nos levou a uma discussão sobre a criança dentro de todos nós. Muitas vezes, a sua criança interior é forçada a situações em que ela não quer entrar, o que cria muito desconforto. Embora você possa fazer um plano para “passar por isto”, quando você realmente não quer fazer algo, a sua criança interior sofre, e os seus órgãos tendem a sofrer também. A fim de passar pelas coisas que você realmente não quer fazer, muitas vezes, você tem que se desconectar de si mesmo, de sua criança interior, ou de sua orientação interna, de alguma maneira.

O poder de alcançar a sua melhor saúde vai além do seu sistema imunológico. Tudo começa com um segredo pouco conhecido: amar a si mesmo. Acreditamos que quando você começar a ouvir a sua orientação interna com amor, os seus rins, o seu sistema imunológico e todo o seu corpo, começarão a se sentir seguros. Quando o seu corpo se sentir seguro, ele poderá se curar. Lembre-se apenas de que o seu corpo quer se curar.


Autor: Louise Hay 
Fonte: http://www.louisehay.com/
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais Louise Hay Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...