sábado, 10 de setembro de 2016

Louise Hay - "Você tem o direito à Felicidade" - 07.09.2016



Há muitas pessoas preocupadas com a perfeição. Passamos tanto tempo tentando constantemente fazer as coisas de forma perfeita e sermos perfeitos, que realmente não nos permitimos aprender nada novo. Apenas porque você não fez algo de maneira perfeita da primeira vez, isto não significa que você não seja boa o suficiente. Não importa o que alguém lhe diga.

Você não é nem muito e nem pouco. Você é perfeito exatamente como você é, querido. Você não tem que provar nada a ninguém, em lugar algum. Você é perfeito como é, aqui e agora. Não há necessidade de lutar para ser melhor. Tudo o que você precisa é se amar mais e mais a cada dia. O resto se seguirá.

Eu ajo como se seu tivesse o que eu quero – é uma maneira excelente de atrair a felicidade em minha vida.

O amor próprio é todo o alimento que você precisa para ficar satisfeito e se sentir bem. Tentar aperfeiçoar cada parte sua com base nos padrões de outra pessoa, somente criará mais dificuldades para você a cada dia. Este ciclo interminável somente traz mais dor e sofrimento em sua vida. Quanto mais nos amamos, mais nós temos. Quanto mais nos amamos, mais curamos o nosso mundo exterior e as pessoas nele. Com felicidade e amor, nós reconhecemos a nossa perfeição e a perfeição da Vida. Reconhecemos que já somos perfeitos como sempre fomos. Nós apenas podemos não ter visto isto no início.

Sei que não é uma tarefa fácil se ver como perfeito, mas com a sua prática do amor próprio, você verá todas as suas encantadoras perfeições se concretizarem. Cada experiência que você tem é perfeita para o seu crescimento. Não há bom, nem ruim, apenas experiências. Estas não o tornam menos perfeito um dia, ou mais perfeito no seguinte. Você é sempre uma expressão perfeita da Unidade da Vida.

Devemos aproveitar a jornada do crescimento, bem como o resultado. Quando reagimos a partir de um espaço positivo, amoroso para com nós mesmos e os outros, encontramos a perfeição saudável. Devemos operar a partir de um espaço de autoestima em tudo o que fazemos para superarmos este pensamento de que não somos bons o suficiente. Você é sempre suficientemente bom. Espero que todos vocês tenham a coragem de se verem como realmente são. Porque eu os vejo como fortes e capazes, em tudo o que experienciam.

Lembre-se: é adequado ser suficientemente bom. Você tem o direito à felicidade e o direito de cometer erros. Você tem o direito de ser suficientemente bom. Quero que você pratique estas afirmações, quer seja no espelho ou ao longo do seu dia.


Eu me perdoo por não ser perfeito.

Hoje é um trampolim na descoberta de quem eu sou e do que me traz alegria.

Eu me dou permissão para ser tudo o que eu posso ser, e mereço o melhor na vida.

Sou totalmente livre para escolher os pensamentos de alegria. É meu direito Divino fazer isto.

Eu amo quem eu sou e me recompenso com pensamentos de exaltação.

Este é um novo dia. Eu sou um novo eu.

Amor,

Louise


Autor: Louise Hay 
Fonte: http://www.louisehay.com/
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais Louise Hay Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...