sábado, 3 de setembro de 2016

Sarah Varcas - "Nosso dever sagrado" - 26.08.2016



De 30 de Agosto a 22 de Setembro de 2016: Mercúrio Retrógrado em Virgem e Júpiter entra em Libra.

No momento em que Mercúrio está prestes a entrar no mundo conciliatório de Libra, ele estaciona retrógrado no último grau de Virgem, lembrando-nos que ainda existem detalhes que precisamos esclarecer, fatos que requerem análise, e a necessidade de um esforço concentrado, antes que possamos avançar com nossos planos atuais. Ocorrendo a somente dois dias do eclipse solar em Virgem, em 1º de setembro, este é um momento poderoso que traz à tona uma série de questões que precisam de respostas honestas:

· Estaremos nos contentando com as respostas mais evidentes, que apenas procuram simplificar uma situação complexa em vez de resolvê-la?

· Estaremos tão envolvidos com detalhes, que perdemos de vista o todo?

· Será que a certeza inquestionável não nos está deixando cegos para verdades menos óbvias mas infinitamente mais importantes?

· Será que não estamos pensando que procuramos a verdade, quando, na realidade, só estamos interessados em encontrar evidências de que estamos certos?!

Sejam quais forem as circunstâncias, o tempo usado para refletir sobre estas questões agora será um tempo muito bem aproveitado.

Neste seu ciclo retrógrado, Mercúrio forma um stellium com Vênus em Libra e Júpiter em Virgem. Esta aliança nos aponta a necessidade, tanto de falar quanto de ouvir; de olhar profundamente para a vida e compartilhar o que vemos de uma forma que outros possam entender, mesmo que nossa mensagem seja impopular! Se existem conversas difíceis que precisamos ter, as próximas três semanas poderão ser o momento certo para isso, embora Mercúrio retrógrado seja usualmente caracterizado como ruim para a comunicação. Na verdade, descrevê-lo como tal é apenas mais uma simplificação de um panorama muito mais complexo. Então, tenham em mente que independentemente do que lerem sobre a passagem de Mercúrio Retrógrado (inclusive neste artigo!), ela é infinitamente mais profunda do pode parecer à primeira vista.

Atualmente, Júpiter está se preparando para dizer adeus a Virgem e entrar em Libra. Como ele passa um ano em cada signo, sua entrada em um signo novo significa uma mudança em termos da percepção que temos do mundo e da nossa experiência dentro dele. Sua conjunção com Mercúrio retrógrado fala da sabedoria que precisa se fazer conhecida antes que essa mudança particular ocorra. Tivemos oportunidade de aprender muito, enquanto Júpiter viajava através de Virgem; oportunidade de olhar por baixo das pedras da nossa vida, espreitar seus cantos empoeirados e, de um modo geral, fazer uma faxina em nossos pensamentos, sentimentos e atitudes. Ele nos lembrou que cada um de nós é parte de um todo infinito e não um ser solitário vivendo num vazio.

Este fato vem com a responsabilidade da qual não podemos mais nos esquivar em favor de resultados e progresso rápidos. Cada momento da nossa vida – cada decisão que tomamos, cada palavra que pronunciamos, tudo o que fazemos, dizemos e somos, por dentro e por fora – tem um impacto e consequências. Enquanto Mercúrio viaja retrógrado em Virgem e, ao mesmo tempo, Júpiter muda para Libra, somos encorajados a observar profundamente as consequências da nossa vida e decidir renovar aquelas situações que estão precisando de resultados melhores. Esta passagem de Mercúrio retrógrado é um momento maravilhoso para fazermos uma revisão da nossa vida, para nos recolhermos e refletirmos sobre como chegamos à situação em que nos encontramos hoje, e o que podemos fazer em seguida para maximizar as bênçãos, minimizar as tensões e forjar uma jornada, daqui em diante, que reflita nossas verdades mais profundas e apaixonadas.


Enquanto viajava através de Virgem, Júpiter iluminou nosso relacionamento com a Mãe Terra e todas as deslealdades que a humanidade lhe tem infligido. Ele nos pediu que renovássemos nosso compromisso de honrar este belo planeta, em vez de explorá-lo e negligenciá-lo. As consequências das nossas escolhas diárias são sentidas, não apenas em nossa própria vida, mas também em nosso meio ambiente próximo e distante; cada escolha é como uma pedrinha que cai num lago, formando ondas que se propagam no campo energético coletivo, que conecta todos nós a tudo em todo lugar. Nós simplesmente não podemos “lavar nossas mãos” frente à profunda responsabilidade que carregamos como guardiões deste planeta e de toda a vida que se desenvolve sobre ele. Enquanto Mercúrio viaja retrógrado em Virgem, devemos nos conectar com a Terra o mais profundamente possível; para reconhecermos nosso corpo como sua carne, nossa respiração como sua alma, nossos batimentos cardíacos como seu ritmo primordial, reverberando através do tempo e do espaço. Ao fazermos isto, ela falará conosco e através de nós, sobre verdades antigas, tão importantes hoje quanto há milênios; a sabedoria profunda do espírito e da carne, do sangue e dos ossos. Sua voz será ouvida em cada coração que esteja aberto para escutar, e devemos ouvir atentamente tudo o que ela nos revelar.

Quando Júpiter entrar em Libra, no dia 9 de setembro, dará início a um ano de retificação de relacionamentos, durante o qual podemos criar laços mais profundos e duradouros com aqueles que amamos e com aqueles que instintivamente não amamos! Não podemos mais nos dar ao luxo de descartar todos que “não satisfazem os requisitos” ou “não correspondem às expectativas”, validando apenas aqueles que compartilham nossos pontos de vista, crenças e prioridades, enquanto guerreamos contra os resto. Esta divisão está alimentando o ódio e conflitos intermináveis neste mundo, e não podemos continuar por este caminho sem consequências desesperadoras que nenhum de nós deseja ver!

Júpiter em Libra lança um bálsamo de compreensão e conexão nos mares de ódio e divisão, tão tempestuosos nos últimos anos. Mas somos nós – todos e cada um de nós – que devemos aplicar este bálsamo em nossa vida, todos os dias, buscando a compreensão, cultivando a compaixão, acolhendo verdades difíceis e tomando decisões que gerem paz e dissipem os conflitos. Muitos não farão isto, pois assim é a natureza humana! Não é fácil voltarmo-nos para o inimigo e enxergarmos um coração batendo como um só com o nosso próprio. E mais desafiador ainda é levantarmo-nos contra a injustiça, a exploração e o abuso, reconhecendo, ao mesmo tempo, que cada ser humano é mais do que seus comportamentos, crenças e sentimentos; que a vida é sagrada, seja qual for a forma que ela tome.

Estes são tempos intensamente desafiadores, em que muitos estão sendo empurrados para além dos seus limites de tolerância e compreensão, entregues a mundos fraturados, onde reinam o ódio, a rejeição e a vingança. Enquanto Mercúrio viaja por Virgem, somos convidados a refletir sobre nosso próprio relacionamento com esses sentimentos, a olhar de frente para a pessoa que existe dentro de nós, que talvez esteja sentindo que não consegue suportar muito mais. Júpiter em Libra nos diz que podemos, sim; que aquilo que nos parece nosso limite é, na verdade, um divisor de águas, um marco decisivo que nos leva a novas maneiras de enxergar o mundo e nosso lugar dentro dele. A fé é mais importante agora… fé em nós mesmos, na vida, nos desenrolar de tudo que ainda deve acontecer para o nascimento da Era Aquariana; fé na nossa capacidade de mudar conforme necessário, para criarmos um novo mundo a partir das cinzas do antigo.

Para aqueles de nós que são abençoados com proteção e segurança em um mundo onde tantos lutam para simplesmente sobreviver, a responsabilidade é maior: superar a si mesmo, alcançando uma nova forma de ser; recusar-se a ser vítima do ódio, de si mesmo ou de outros; visualizar um mundo que cultiva a vida em vez de destruí-la, e fazer todo o possível para torná-lo realidade. Todos nós nos encontramos na beira do precipício, enquanto Mercúrio está retrógrado, mas olharemos para baixo, para o abismo diante de nós? Ou voltaremos nosso olhar para além dele, para o que se encontra do outro lado? Onde quer que coloquemos nosso foco é para lá que nos dirigiremos, portanto esta escolha vem com um grande poder. Mercúrio retrógrado em Virgem nos lembra que escolher bem é o nosso dever sagrado.


Autor: Sarah Varcas 
Tradução: Vera Corrêa - veracorrea46@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/AstroAwakenings
Veja mais Artigos Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...