quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Jennifer Hoffman - "Relatório da Energia para Novembro / 2016" - 01.11.2016



Outubro terminou e foi realmente um mês e tanto. Desde que ele começou e terminou com uma lua nova, ele teve um ciclo completo de energia, o que foi muito para nós processarmos. Mas Novembro é uma vibração totalmente diferente, afastando-nos da energia 1 de Outubro para um 2 mais equilibrado de Novembro. Agora vamos começar a experimentar nossas novas energias e sentirmos o nosso caminho para nos tornarmos os novos paradigmas que estivemos construindo durante todo o ano, e todo este século. A energia se move em ciclos e novos ciclos começam depois que os velhos terminam, assim não podemos procurar “o fim”, e, então, esperarmos que tudo seja ótimo depois disto. Em vez disto, precisamos aceitar o movimento e a transformação, incorporando o novo “nós” que pode surgir, uma vez que deixemos ir as energias velhas e obsoletas.

Novembro é um mês de duplo “11”, é o 11º mês e Novembro (11) de 2016 é um 11, com dois dias de triplo 11, no 11º e no 29º, assim, prepare-se para algumas fortes oportunidades para integrar a energia e se elevar alguns pontos na espiral da ascensão. Uma vez que tenhamos encerrado uma experiência de vida, podemos avançar para a seguinte. Assim, se você perceber algumas coisas semelhantes acontecendo em Novembro, que aconteceu no mês passado, no início deste ano, ou até mesmo há alguns anos, é porque você ainda tem algum trabalho a fazer com esta energia. Mas a energia está se movimentando em um ritmo cada vez mais rápido, assim, se você quiser realmente aceitar a sua transformação e ascensão, terá o apoio que precisa para fazer isto. Será outro mês de ritmo rápido enquanto incorporamos mais os nossos paradigmas da 5D e os integramos no mundo da 3D. Prepare-se, fique firme e decole para a multidimensionalidade, estamos prontos para ela agora. Novembro pode ser “um passeio da alegria” e é o momento de brilhar, deixar ir e decolar!

Enquanto terminamos outro mês desafiador, é tentador perguntarmos quando tudo isto irá acabar. Esta não é uma boa pergunta a fazer agora, porque isto implica que somos o passageiro nesta viagem e que não temos nenhum controle sobre os resultados. Mas somos o condutor e temos todo o controle, como veremos em Novembro. Da energia 1 de Outubro, entramos na 2 de Novembro, mas este é o 2 reduzido de 11 (Novembro é o 11º mês), que é a integração do espírito e da matéria, do humano e do divino. Estamos prontos para colher as recompensas de nossos esforços agora, ou estamos à espera de permissão para participarmos do banquete da vitória da vida? Isto nos cabe e descobriremos em Novembro que as recompensas aí estão, mas temos que subir ao pódio e reivindicá-las. Novembro pode ser “um passeio da alegria”, se estivermos dispostos a deixar ir, decolarmos e brilharmos.

Novembro começa com uma lua nova que aconteceu no final de Outubro. No entanto, a energia ainda está ressoando conosco e esta foi uma lua nova muito ativa. Isto realmente traz o tema de Novembro da integração espiritual, com o Sol, Lua e Mercúrio, trígonos (120 graus), com Netuno em Peixes. Aqui temos ambas as luzes (sol e lua), bem como Mercúrio, o planeta do Karma, todos fazendo conexão com Netuno em Peixes, a última casa do zodíaco. A mensagem para nós é que nos tornemos espiritualmente amadurecidos – que nos aceitemos como mestres espirituais poderosos e que deixemos ir todos os pensamentos ou crenças sobre não sermos merecedores ou “suficientemente bons”. Mas isto fica melhor porque Júpiter está perto (é o regente tradicional de Peixes), assim isto amplifica a energia espiritual que temos que usar para a nossa transformação e transição para a vibração da ascensão. Continua o efeito de Júpiter de Setembro de 2015, quando avançamos para a 2ª fase de nosso ciclo espiritual do despertar que, então, começou.

Então, há a complicada conjunção de Vênus/Saturno acontecendo, também. O que acontece quando você coloca o planeta da beleza, do amor e da parceria no mesmo pequeno espaço que Saturno, o mestre da realidade disciplinador do zodíaco? Ou muita discussão aquecida ou um silêncio sepulcral. A energia desta união é uma verificação da realidade para nós, na área dos relacionamentos, começando com aquele que temos com nós mesmos, bem como o relacionamento com os outros.

Será que estamos sendo “verdadeiros” com nós mesmos, dando-nos o mesmo nível de carinho, compaixão e consideração que damos aos outros?

Onde estamos concentrando a nossa energia e o que queremos criar em nossas vidas, separando as nossas necessidades, vontades e desejos dos outros?

Vênus quer isto, e nem sempre de uma forma equilibrada e realizável. Saturno se esforça para focar o nosso entusiasmo no que realmente queremos e para que eliminemos as limitações, distrações, preocupações e medos que nos impedem de realizarmos os nossos sonhos. Vênus é como a criança de 3 anos que quer o biscoito, e Saturno é a mãe que diz: “Não, não antes do jantar.” A mãe está fazendo isto para beneficiar a criança, mas ela não sente isto. Nossa resposta aqui é importante: continuamos a rejeitar o “não”, ou  descobrirmos por que o “não” está aí e, então, criarmos outros planos? Será que estamos em negação de algo em nossa realidade, ou estamos dispostos a tirar os “óculos de cor rosa” e começarmos a fazer o que precisamos e queremos para sermos felizes?

Você esteve se sentindo menos motivado, um pouco lento e dando de forma inconsciente um olhar muito profundo e detalhado em sua vida? Você pode culpar Marte por isto durante os últimos meses, pois ele esteve de face com Saturno, em Setembro e Plutão, em Novembro, bem como em quadratura com a conjunção Urano/Eris nesta última semana. Estamos acostumados à energia de Marte com um movimento muito rápido (exceto quando esteve recuando e avançando através de Escorpião, de Janeiro a Agosto deste ano), e saltando sobre obstáculos. Mas tivemos que nos adaptar a uma nova energia de Marte, mais madura, neste ano, que requer o seu tempo, que se interioriza profundamente, considera, reconsidera e avalia o terreno antes de avançar. Embora esta seja uma energia de Marte mais deliberada, preferimos o movimento rápido de Marte, embora não o tenhamos até 2017.

A ação Marte/Plutão termina na primeira semana de Novembro, mas a sua energia esteve bem depressiva, ultimamente. E aqui está o motivo: Temos Marte que rege a primeira casa do zodíaco, Áries, caminhando com Plutão, que é (supostamente), o último planeta em nosso sistema solar e que rege Escorpião. Marte é também o tradicional regente de Escorpião, assim temos a energia dupla de Escorpião aqui (Sim, a energia de Escorpião continua). Mas a conjunção Marte/Plutão é como o que acontece quando uma criança passa o tempo com um avô idoso – a criança fica mais lenta para se acomodar à idade do avô, enquanto o avô ajusta a sua conversa com a idade da criança. É o melhor dos dois mundos, o abrandamento para refletir, considerar, avaliar e se conectar a um nível compartilhado.

Mas quando isto está acontecendo em nossa vida pessoal e você precisa que as coisas sejam feitas ou concluídas, e não tem qualquer tempo para uma “contemplação”, porque você precisa de uma ação acontecendo agora, isto pode ser frustrante. E, no entanto, isto é parte de uma ação, porque devemos nos acostumar a nos alinharmos energeticamente antes de saltarmos em território desconhecido, sem nos assegurarmos de que isto é adequado e melhor para nós e é algo com que queremos nos integrar e colocarmos em nossa realidade.

Toda esta atividade em Outubro, o mês “1”, teve um propósito, de nos trazer o “2” de Novembro. Isto não se trata de relacionamentos, romances e folia, embora haja uma oportunidade para isto. Isto tem a ver principalmente com o nosso relacionamento central, conosco. Ou estamos sozinhos em nossa humanidade ou em parceria com a nossa divindade, onde o “1” humano se torna o Humano divino “2”.

O que precisamos compreender sobre nós mesmos, incluindo a nossa beleza, perfeição, sabedoria e potencial, para permitir que isto aconteça?

O que precisamos liberar, desprendermo-nos, afastarmo-nos, incluindo a nossa necessidade de aprovação e de validação, crenças na indignidade, medos em relação ao futuro e a incapacidade de reconhecer o nosso poder, de dar espaço para a nossa divindade?

O oposto da divindade não é o mal (evil),(que é a palavra “vida” (live), de trás para frente, é profanação, que é a ausência da divindade. Uma realidade profana não é aquela composta de quatro letras; é aquela que não tem espaço para o divino. Portanto, ela sempre será incompleta, porque a divindade nos torna completos, íntegros e congruentes em nossa energia individual e nos aproxima da congruência, coletivamente.

Muitas coisas nos últimos meses, incluindo as ridículas palhaçadas da eleição presidencial dos Estados Unidos, mostraram-nos como isto se assemelha a um mundo “profano”, empurrando muitas pessoas na direção oposta, buscando a sabedoria e a capacitação da divindade. “Cada potencial de escuridão tem um propósito de luz”, quando nos lembramos de que a luz está sempre aí e que a escuridão sempre dá caminho a ela. Se os eventos deste ano revelaram o profano para você, faça uma escolha intencional de integrar o empoderamento da divindade em sua vida. Este é o mês para fazer isto.

Mover-se da profanação da 3D para a energia divina da 5D, em Novembro, obriga-nos a agir, o que começa energeticamente. O processo começa com a intenção de permitir que novas crenças, novas perspectivas e novos alinhamentos se tornem os nossos parceiros energéticos. Será que desejamos ter energia de frequência superior, como a alegria, em nossa vida? Estas são criadas quando concordamos em nos alinharmos com as energias da 5D.

Tenho que mencionar a lua cheia de 14 de Novembro, que envolve o Sol/Lua em Touro/Escorpião e está aos 22 graus, ecoando o grau do Eclipse de 13 de Novembro de 2013, logo depois que Saturno entrou pela primeira vez em Escorpião. Tudo isto é parte da profunda transformação que está em vigor para nos impulsionar através dos últimos estágios de resistência para a nossa ascensão.

Então, em 2017, termos o lembrete ocasional de Escorpião (que é, afinal, um dos signos do zodíaco), mas não será da mesma intensidade que experienciamos desde 2012. Esta é uma lua cheia muito especial porque a lua estará mais próxima da Terra do que esteve desde 1948, assim ela terá um impacto extra. Você pode querer prestar uma atenção extra as suas atitudes e as pessoas podem estar muito emotivas e distraídas.

Temos as habituais energias em curso que acontecem neste mês, também, incluindo a quadratura Urano/Eris, e a energia do curador ferido Chiron, mas com um novo foco: como podemos unir as coisas para criarmos os novos paradigmas com que estivemos querendo nos alinhar e integrar? Grande parte de nosso tempo foi gasto em separar as coisas neste ano, agora é o momento de uni-las – não da mesma maneira, a menos que seja o que queremos, mas de maneiras novas e diferentes que sirvam a nossa intenção para a alegria, a paz, o amor, abundância, realização e, o nosso tema para 2016, harmonia congruente.
Novembro é um mês de maturidade espiritual, onde deixamos de lado os arrependimentos do passado e começamos a olhar para frente, para agirmos em novas direções, acolhermos plenamente o nosso poder de criar uma realidade, e um mundo, em que o espírito e o humano trabalham juntos, em parceria, que é a única maneira de permitirmos que as energias da 5D permaneçam. Se mantivermos o nosso foco na integração da 5D – 3D não está desaparecendo ou partindo, a ascensão é uma integração, não uma aquisição – começaremos a ver o progresso neste mês.

Mas Novembro não é só trabalho e diversão. É também um mês para a alegria e ele pode ser “um passeio da alegria” se estivermos dispostos a deixar de trabalhar tanto e conseguirmos que o resto da humanidade se alinhe com as energias da ascensão e tenha alguma diversão. Esta será uma de nossas missões em 2017, conduzirmos da energia mais leve e da frequência da alegria, para sermos menos um “trabalhador da luz” e mais um “farol de luz”, aproveitando a nossa própria jornada enquanto fazemos o trabalho de realizar as nossas missões de ascensão e de transformação coletiva e individual.

E lembre-se de que já estamos na energia de 2017, a  mudança começou em Setembro, assim você não tem que esperar até Janeiro para os seus alegres novos inícios e revigorantes começos; você pode colocar isto em ação agora. Prepare-se e  voemos para os nossos novos paradigmas da 5D; está tudo pronto. E entre no banco do condutor, você não é um passageiro nestes novos paradigmas. Além disto, ser o condutor significa que você controla a velocidade e a rapidez com que chega ao seu destino. É hora de colocar todo o nosso aprendizado em ação. Tenha um mês maravilhoso.


Autor: Jennifer Hoffman 
Fonte: http://enlighteninglife.com/
Facebook: Jennifer Hoffman
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais Jennifer Hoffman Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...