quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

JENNIFER HOFFMAN - "ATIVANDO A CAPACITAÇÃO INSPIRADA" - 06.02.2017



Você assistiu ao jogo do Super Bowl? Que grande vitória dos Patriots, que estavam perdendo. E os Falcons deram uma vantagem de 25 pontos para deixar os Patriots vencerem em tempo extra. Isto só mostra que um retorno é sempre possível se permanecermos no jogo o tempo suficiente e mantermos as nossas luzes brilhando. Temos um eclipse nesta semana que recorda eventos de 1998 a 2000. O Eclipse de 26 de Fevereiro está no grau exato do eclipse de 26 de Fevereiro de 1998. Espere que algo do passado retorne para revisão, liberação e uma renovação durante as próximas semanas.

Esta semana se refere ao poder e ao passado, o que pensamos dele, como usá-lo, como o evitamos ou o julgamos, e se estamos dispostos a aceitar o nosso próprio poder, apesar do que pensamos que seja uma falta de progresso quando o passado surge para revisão. Podemos vê-lo como a nossa verificação pré-voo, garantindo que todos os sistemas são capazes de apoiar a nossa intenção antes de nos lançarmos para novos horizontes.

Antes que um avião decole, o piloto realiza uma série de testes antes do voo, incluindo o acionamento dos motores. Mesmo antes disto, os motores estão ligados para que eles possam “aquecer” e continuar tudo em movimento. Isto é feito em cada voo, assim o avião pode voar como é suposto e para que não haja nenhuma surpresa desagradável no meio do voo. Precisamos fazer isto, também, embora acreditemos que uma vez que estejamos preparados para avançar, devemos decolar para o “azul selvagem”, com todos os sistemas funcionando e tudo alinhado e funcionando de forma perfeita. Antes de nos apressarmos para a capacitação inspirada, nós nos beneficiaríamos com a ativação de nossos sistemas para garantir que temos tudo o que precisamos para avançar.

Quando precisamos testar os nossos sistemas para garantir que estamos prontos para o voo, pessoas e situações do passado aparecem em nossas vidas. Nosso primeiro pensamento é perguntar por que eles estão lá, nós já não abordamos esta questão? Sim, nós o fizemos, mas à medida que avançamos na espiral evolutiva, conseguimos ver esta situação novamente, a partir de uma nova perspectiva desta vez. E estas pessoas e situações trazem novos problemas em torno de velhas situações que precisamos resolver antes que possamos partir para novas direções.

Por exemplo, se estivermos preparados para um novo relacionamento, podemos conseguir alguém que impulsione os nossos botões românticos, para que possamos nos capacitar além destes medos. Se quisermos uma mudança no estilo de vida, alguém pode tentar fazer com que mudemos os nossos planos porque precisamos “ficar com a família”, ou eles precisam de nós, ou tentarmos ativar o nosso medo de novas situações. Se estivermos preparados para um novo emprego ou carreira, podemos, de repente, perder o nosso emprego ou fonte de renda, e teremos que decidir se iremos avançar para o que o nosso coração deseja, ou recuaremos para o desconforto de nossa zona de conforto.

Embora seja desconfortável e um tanto incapacitante enfrentar o passado com que pensamos ter terminado, é até mais incapacitante descobrir isto enquanto estamos a caminho de nossos novos destinos. Ou que assim como estamos prontos para embarcar em nossa nova jornada, temos negócios inacabados que impedem a nossa partida. Em vez de nos perguntarmos por que estamos no meio do passado que pensávamos que tínhamos deixado para trás, seria melhor abordarmos as questões no âmbito de nossa nova intenção. É um presente de nossa alma que nos alerta sobre o que precisamos cuidar antes de partirmos, para que não se torne um problema mais tarde.

Se percebermos esta explosão do passado como a nossa orientação interior, ou intuição, prevermos o que poderia se tornar um problema ao longo do caminho, entramos no modo de prevenção, ao invés do modo de depressão. O Universo quer que tenhamos um brilhante sucesso e cada situação que surge em nosso caminho é um chamado para tratarmos e removermos um bloqueio em potencial antes que ele se torne uma limitação no caminho de fluxo livre que pretendemos para nós mesmos. Em vez de dizermos “oh, não”, poderíamos dizer: “sim, obrigado” e fazermos a nossa verificação pré-voo para que possamos evitar problemas no meio do voo.

Finalmente, quando definimos uma intenção de liberarmos todos os obstáculos de nosso caminho, chamamos todos os possíveis obstáculos para que possamos enfrentá-los. O Universo é exato em sua resposta a nossa intenção e não nos julga ou a nossa intenção. Assim, quando o passado surgir, e ele irá, veja-o com uma perspectiva diferente. Você sabe o que tem o potencial de acontecer, você já experienciou isto.

Como esta situação ou pessoa se encaixa no contexto de seu novo potencial?

Que cura e liberação eles representam, para que você possa avançar agora com graça e facilidade, sem medo, arrependimento ou culpa?

Como usar o passado para impulsionar a sua capacitação inspirada, em vez de acreditar que está lá para limitar o seu progresso?

Você não tem que desligar o motor quando vê o passando se movendo em sua direção, mas pode usar a sua presença para fazer uma verificação pré-voo mais completa, para que possa remover o potencial para a turbulência no meio do voo, manter a energia fluindo suavemente em sua vida e continuar no caminho da capacitação inspirada para expandir o seu potencial e possibilidades.


Autor: Jennifer Hoffman 
Fonte: http://enlighteninglife.com/
Facebook: Jennifer Hoffman
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais Jennifer Hoffman Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...