domingo, 7 de maio de 2017

EMMANUEL DAGHER - "PREVISÃO DA ENERGIA PARA MAIO DE 2017" - 02.05.2017



Meu amigo,

Grato por tirar um tempo de sua programação a cada mês para se conectar comigo desta forma. É realmente um dos destaques do mês para mim e eu sempre aguardo por isto.

TRANSIÇÕES

Estamos em um período de transição extraordinário agora, individualmente e como um todo.

Durante os tempos de grande transição, a mente, muitas vezes, entra no modo de sobrevivência, porque tudo ao seu redor está mudando. Isto pode trazer muito medo.

O medo é um sinal de resistência. A mente está tentando se apegar às histórias passadas e aos padrões com que ela se identificou e se sentiu confortável, para se manter segura e protegida.

Esta tendência da mente – de resistir à mudança tentando se apegar ao passado – está no auge agora. Isto está trazendo à tona muitos desequilíbrios não resolvidos que ainda podemos estar mantendo em nosso corpo, mente e emoções.

No entanto, quando esta resistência surge, é uma confirmação clara de que grandes avanços estão próximos, se nos abrirmos para eles.

Muitos avanços em nosso caminho de crescimento começam no que vemos como um colapso da mente, corpo ou emoções.

É claro, o nosso Espírito nunca nos vê como arruinados de alguma maneira. Ele vê somente a totalidade e a perfeição em nós.

Isto é por que os colapsos nunca são uma experiência do Espírito. Eles são uma experiência da mente.

Eles acontecem quando a mente sente que atingiu um ponto crítico – a compreensão desconfortável de que os velhos pensamentos e métodos não estão mais nos servindo.

O colapso vem do choque de perceber que a mudança deve acontecer, ainda que pareça muito desconfortável para a mente.

Ela se ressente com as mudanças internas que vêm com o crescimento, porque ela foi treinada a pensar na mudança como algo que irá tirar a identidade que ela criou para si mesma.

Ela teme não mais ser necessária da maneira que geralmente funciona.

No entanto, sempre parece haver pessoas que sabem como aceitar a mudança, que não são perturbadas pelas mudanças que a mente deve fazer. Elas parecem ser capazes de se reinventarem, evoluírem para uma versão ainda mais elevada de quem elas são.

Como elas são capazes de evoluir sem lutar e acolher a mudança alegremente?

Pense em alguém que você conhece que assume as mudanças e transformações facilmente, deixando as coisas fluírem sem resistência ou medo. Estes “espíritos livres” não estão ligados aos velhos caminhos familiares, de modo que são capazes de permitir a mudança sem se sentirem ameaçados por ela.

Perceba como você se sente quando está perto de alguém assim. Provavelmente você relaxa mais, quando você experiencia o fluxo fácil da energia desta pessoa. Você pode ver que elas veem a vida mais através do seu coração do que através de sua mente.

Ao contrário da mente, o nosso Espírito não é afetado pela mudança. Ele é estimulado e animado por ela. De fato, ele prospera com a mudança!

No entanto, não é incomum para a maioria de nós sentir borboletas em nossos estômagos quando consideramos uma grande mudança, ou lidamos com uma nova situação. Isto não é realmente o medo, ou um aviso sobre algum evento futuro.

É o nosso Espírito dançando com entusiasmo, deixando-nos saber que estamos avançando de maneiras novas e empoderadas.

É claro, a mente interpreta as borboletas como nervosismo ou medo. Porque, de forma limitada, não compreende realmente o que está acontecendo.


Quando isto acontecer, apenas fale calmamente com a sua mente, para deixa-la saber que estes sentimentos são um sinal do seu Espírito que está criando uma nova e maravilhosa experiência para você.

Deixe-a saber que ela pode liberar todo o medo. Ele simplesmente não é mais necessário.

As energias que chegam durante o mês de Março estiveram nos cutucando para irmos além da nossa zona de conforto. Se não compreendemos que isto estava acontecendo, podemos ter tido momentos de nos sentirmos desorientados, confusos e em um ponto de experienciarmos algum tipo de colapso mental, emocional ou físico.

Entretanto, os colapsos podem nos levar a momentos surpreendentes de crescimento. De fato, um colapso realmente significa “desmantelar padrões limitantes que não servem ao nosso bem maior.”

Estamos agora no ponto onde não somos mais capazes de encontrar conforto em padrões de limitação.

Isto pode parecer uma crise, mas é o tipo de crise que nasce em uma perspectiva completa. Pode ser uma das experiências mais espirituais que podemos ter, porque neste momento de crise, temos uma chance de reavaliar as nossas vidas e criarmos uma realidade nova e mais elevada para nós mesmos.

Se estivermos prontos para aprender com o colapso, o próximo capítulo de nossas vidas pode parecer muito mais brilhante quando experimentamos mais o poder de nosso espírito e de nosso próprio eu superior.

Mas, por que estes colapsos estão acontecendo agora?

O FIM DOS CONTRATOS KÁRMICOS

Uma grande razão pela qual tudo parece um pouco mais desafiador do que o normal agora, é porque este é um momento em que velhos contratos kármicos, votos e compromissos que fizemos ao longo de muitas vidas, seja conscientemente ou não, estão vindo à tona, de modo que nos tornemos conscientes deles e os dissolvamos totalmente.

As confirmações de que nossos antigos contratos kármicos estão expirando podem incluir cutucões internos que nos incentivam a:

Abrir mão de nosso atual emprego ou empreendimentos.

Alinhar-se completamente com o nosso propósito de vida.

Cuidar melhor de nosso corpo, mente e espírito.

Entrar plenamente em nosso poder.

Mudar para um novo local.

Liberar relacionamentos não saudáveis.

Começar um novo trabalho, negócio, projeto ou hobby.

Reconciliarmo-nos com nós mesmos, com os outros e com o Universo.

Aceitar um nível mais elevado de abundância em nossas vidas.

TEMPO DE CONCLUSÃO

Uma conclusão é um tempo sagrado em nossas vidas que significa um fechamento profundo. É o final de um antigo capítulo, e o início de um novo.

A conclusão não se trata de se libertar de algo ou de alguém de nossas vidas com força.

Não se trata de corrigir nada.

Trata-se realmente de compreender que chegamos a um ponto em nossas vidas onde certos contratos, votos e obrigações que tivemos com determinadas pessoas, locais, experiências e nós mesmos, foram cumpridos.

A conclusão significa que optamos por não fugir ou evitar algo que parecia desconfortável ou assustador para nós, mas que estamos enfrentando qualquer desafio necessário a ser enfrentado.

Aprendemos nossas lições, e não mais precisamos recriar esta experiência em nossas vidas.

A conclusão pode até ocorrer entre membros da família de Alma e almas gêmeas. Estes parecem ser os mais difíceis para a maioria das pessoas, porque podemos recordar o sentimento tão conectado a estes belos Espíritos em um ponto.

Quando uma conclusão acontece em um nível de Alma, um amor compassivo ainda permanece. Se algo menos do que a compaixão permanece, a conclusão ainda não foi totalmente alcançada.

Se você é alguém que está experimentando uma conclusão neste momento, saiba que você está exatamente onde deve estar em sua jornada.

Tempos como estes nos ajudam a colocar tudo em perspectiva, e nos ajudam a apreciar as bênçãos diárias em nossas vidas.

Uma vez que uma conclusão acontece e a integração foi feita, novas e maravilhosas aventuras nos aguardam!

Até a próxima vez,

Milagrosamente seu,

Emmanuel


Autor: Emmanuel Dagher
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais Emmanuel Dagher Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...