domingo, 25 de junho de 2017

LOUISE HAY - "HOJE É O DIA" - 21.06.2017



“É tudo o que queríamos quando éramos crianças – sermos amados e aceitos, exatamente como éramos, não quando ficássemos maiores, mais magros ou mais bonitos... e ainda queremos... mas não iremos consegui-lo de outras pessoas até que possamos obtê-lo de nós mesmos.” – Louise Hay

Quando as pessoas começam a se amar mais a cada dia, é surpreendente como as suas vidas melhoram. Elas se sentem melhor. Elas conseguem os empregos que elas querem. Seus relacionamentos ou melhoram, ou os negativos se dissolvem e um novo começa. É uma premissa muito simples – amar-se!

“Hoje eu crio um dia novo e maravilhoso e um futuro novo e maravilhoso.” – Louise Hay

Alguém me disse recentemente: “Você me deu o presente mais maravilhoso – você me deu o presente de mim mesmo”. Muitos se escondem de si mesmo e nem mesmo sabem quem eles são. Não sabem o que sentem, não sabem o que querem. A vida é uma viagem de autodescoberta. Para mim, ser iluminado é me interiorizar e saber quem e o que sou realmente, e saber que tenho a capacidade de mudar para melhor, amando-me e cuidando de mim mesmo.

Não é egoísta se amar. Isto nos limpa de modo que possamos nos amar o suficiente para amarmos outras pessoas. Podemos realmente ajudar o planeta quando chegamos de um espaço de grande amor e alegria, em uma base individual. O Poder que criou este incrível Universo tem sido designado como amor. “Deus é Amor.” Ouvimos com frequência esta afirmação: O Amor faz o mundo girar. É verdade. O amor é o agente vinculante que une todo o Universo.

Quando falo em nos amarmos, eu quero dizer ter uma profunda apreciação por quem nós somos. Nós aceitamos todas as partes diferentes de nós mesmos – nossas pequenas peculiaridades, os constrangimentos, as coisas que não podemos fazer tão bem, e todas as qualidades maravilhosas, também. Aceitamos todo o pacote, incondicionalmente. Infelizmente, muitos não irão se amar até que percam peso, consigam o emprego, ou tenham o aumento, ou o namorado, ou seja o que for. Com frequência, colocamos condições sobre o nosso amor. Mas podemos mudar. Podemos nos amar como somos agora!

Se você não está disposto a se amar hoje, então, você não irá se amar amanhã, porque qualquer desculpa que você tenha hoje, você ainda terá  amanhã. Talvez você tenha a mesma desculpa daqui a 20 anos, e até mesmo ao deixar esta vida, apegando-se à mesma desculpa.

Hoje é o dia em que você pode se amar totalmente, sem expectativas.

O amor é algo que podemos escolher, da mesma maneira que escolhemos a raiva, o ódio ou a tristeza. Podemos escolher perdoar alguém que nos magoou e começarmos finalmente a nos curarmos. Podemos escolher ser gratos pelo que temos. Podemos escolher o amor.

Há sempre uma escolha dentro de nós.

Com amor,

Louise


Autor: Louise Hay 
Fonte: http://www.louisehay.com/
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais Louise Hay Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...