quarta-feira, 12 de julho de 2017

BENJAMIN FULFORD - "ENCONTRO DO G20" - 10.07.2017



O encontro do G20 no final da semana passada dos chamados líderes mundiais foi muito revelador uma vez 19 dos 20 participantes aprovaram publicamente a fraude do aquecimento global baseada no golpe conhecido como os acordos de Paris. Isso aconteceu apesar do fato do aquecimento global baseado em carbono estar sendo provado tanto legalmente quanto cientificamente ser uma fraude.

Michael Mann, o autor do gráfico "hockey stick" do aquecimento global que é usado pela ONU e endossado pelo IPCC, está enfrentando uma sentença de prisão, depois de recusar o pedido de um juiz para demonstrar como obteve os dados para apoiar suas afirmações de que o mundo estaria rapidamente se aquecendo. Enquanto isso, outro estudo científico demonstrou que quase todo o aquecimento registrado nos últimos anos é o resultado de dados de temperatura aumentados após suas medições.

http://principia-scientific.org/breaking-fatal-courtroom-act-ruins-michael-hockey-stick-mann/

http://dailycaller.com/2017/07/05/exclusive-study-finds-temperature-adjustments-account-for-nearly-all-of-the-warming-in-climate-data/

Ao ignorar os fatos e estar impulsionando os Rothschilds no apoio à fraude do aquecimento global, o presidente chinês Xi Jinping provou que é lacaio dos Rothschilds. O único líder que renunciou publicamente à fraude do aquecimento global foi o presidente dos EUA, Donald Trump e é por isso que a máfia de khazariana que controla os principais meios de comunicações está a retratá-lo como isolado.

No entanto, as coisas estão mudando num nível mais profundo, de acordo com a CIA, Pentágono e outras fontes. Os aparelhos militares e de inteligência da Rússia, dos Estados Unidos e da China estão todos atuando cooperativamente, apesar de qualquer postura hostil dos respectivos políticos desses países, dizem as fontes.

Pode ser por isso que, na semana passada, o Papa Francisco sentiu a necessidade de convocar um jornalista para emitir a seguinte declaração:

"Receio que existam alianças muito perigosas entre poderes que têm uma visão distorcida do mundo: América, Rússia, China e Coréia do Norte, Rússia e Assad na guerra na Síria".

http://www.cnsnews.com/news/article/cnsnewscom-staff/pope-francis-says-america-has-distorted-vision-world

Lembrando que foi o Papa Francisco que entregou à Trump um documento de 260 páginas endossando a fraude da mudança climática quando se encontraram em Maio.

A outra coisa a ser observada é que o G20 está chamando para uma governança mundial centrada no FMI. Lembre-se de que o chefe do FMI não é selecionado pelas pessoas do planeta, mas sim pelo mesmo grupo de linhagem khazariana que seleciona o chefe da ONU, do Banco Mundial, etc. O FMI e seus patrocinadores têm vindo a erigir portais para templo de Baal, também conhecido como satanás, em suas reuniões.

Notem que a "aliança muito perigosa" a que o Papa se refere inclui a Rússia, China, Estados Unidos, Coréia do Norte e Síria. Esses países estão se afastando do controle da linhagem. 

O Papa Francisco provavelmente esteja certo em suas afirmações, todavia, está iludido se acha que uma pessoa escolhida pelos maçons P2 como Marco Di Mauro será ungido líder de um governo mundial controlado por linhagem.

De qualquer forma, Francisco ainda está sendo assolado por outro escândalo do Vaticano, dessa vez, uma orgia regada com drogas flagrada pela polícia, depois que vizinhos reclamaram do barulho. Isso pode levar a demissão de outro Cardeal, dizem fontes da CIA.


O Papa deveria se concentrar mais em seus esforços na luta contra a ameaça muito real de satanistas que, até recentemente, estavam à beira de assumirem o controle do mundo. Recentemente, outro ex-satanista apresentou testemunhos sobre sacrifícios humanos em larga escala e outras atrocidades realizadas por essas pessoas. Este clipe de nove minutos faz uma audição muito perturbadora, mas que, todavia, definitivamente, é um chamado para a ação. 

https://www.youtube.com/watch?v=8blKWWWTJio

Ações, naturalmente, estão sendo tomadas. A mais recente, foi o anúncio da Alemanha, na semana passada, do desmonte de uma rede de pedofilia envolvendo 87 mil pessoas. Tenham certeza de que muitas pessoas que fazem sacrifícios com crianças foram envolvidas nesse esforço.

Também nos EUA, a limpeza final dos khazarianos continua. Recentemente, a advogada geral do presidente Barack Obama, Loretta Lynch, deu testemunhos detalhados sobre os crimes de seus antigos patrões Clinton/Bush, disseram a CIA e outras fontes. 

Falando sobre Obama, o videoclipe de 40 segundos abaixo mostra claramente quão diferente sua química pessoal com o russo Vladimir Putin era da química atual de Trump com Putin.

https://mainerepublicemailalert.com/2017/07/08/can-you-tell-the-difference/

Fontes do Pentágono dizem que a mudança na química reflete uma campanha do regime de Trump para seduzir a Rússia e se juntar a ela numa aliança contra o controle chinês e dos khazarianos.

"Trump emerge como defensor da civilização ocidental da destruição judaica, sendo habilmente assistido por Putin e o Papa para formar um bloco super Cristão para conter a China e o holocausto da máfia judaica global", diz uma fonte do Pentágono.

A SDB deixa claro que não existe nenhuma punição coletiva e que as únicas pessoas que estão sendo atacadas são as que estão envolvidas no assassinato em massa, através de armas biológicas, terror nuclear, sacrifício humano, guerra ilegal etc.

No entanto, está claro que a administração Trump representa uma jogada generalizada contra o controle khazariano, que poderia espiralar fora de controle num ataque generalizado contra judeus. Na sua viagem à Polônia, Trump recusou-se a visitar o monumento judeu do Gueto de Varsóvia. Em seu discurso na Polônia, quando Trump mencionou ameaças de dentro, do Sul e do Oriente, estava se referindo à Arábia Saudita, Israel e sua 5ª coluna nos EUA, dizem as fontes do Pentágono.

Além disso, os Neocons H.R, McMaster e Jared Kushner foram impedidos de participar da reunião entre Trump e o Secretário de Estado Rex Tillerson com suas contrapartes Putin e o Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov. Na reunião, os EUA pressionaram por uma restauração dos laços entre os EUA e a Rússia para combater a China, de acordo com o Pentágono. Os americanos também propuseram uma unidade de segurança cibernética russa/americana destinada a prevenir ataques de hackers israelenses, chineses, e-sequestros e outros ataques cibernéticos ", dizem as fontes.

Por sua vez, fontes russas continuam a dizer que desconfiam da súbita amizade dos EUA como resultado da longa história de agressão dos EUA contra a Rússia. Os russos dizem que são contra a formação de blocos opostos e preferem um mundo onde todos sejam amigáveis.

No entanto, os recentes movimentos agressivos chineses contra a Índia parecem ter se voltado contra a China.

"A Rússia está muito preocupada com a agressão chinesa no Mar do Sul da China e no subcontinente indiano, razão pela qual o primeiro-ministro vietnamita foi convidado para o G20", dizem fontes do Pentágono. Recentemente, a marinha dos EUA, por sua vez, enviou uma mensagem com exercícios navais conjuntos com o Japão e a Índia.

Agora, os chineses parecem ter recuado, depois de um encontro entre o presidente chinês Xi Jinping e o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, à margem do G20.

http://www.scmp.com/news/china/diplomacy-defence/article/2101742/chinas-xi-jinping-and-indias-narendra-modi-meet-g20

Outra coisa interessante a ser notada sobre o G20 é que o rei saudita "Salman e o príncipe guerreiro Mohammed Bin Salma foram declarados persona non grata no G20 por serem representantes de Israel", dizem as fontes do Pentágono. Elas dizem que o Catar está no lado vencedor em sua disputa com a Arábia Saudita e que o príncipe herdeiro deposto Nayef ainda pode ser reintegrado.

Por sua vez, o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe estava oferecendo subornos em troca de proteção no G20, de acordo com fontes da direita japonesas próximas ao imperador. O partido de Abe sofreu uma esmagadora derrota nas recentes eleições municipais de Tóquio e provavelmente será forçado a realizar eleições neste ano, onde será encaminhado para a política nacional, dizem as fontes.

O que é inegável é que existe uma grande divisão no topo da estrutura de poder japonesa. Isso se reflete em pesquisas de opinião nos jornais do Japão, onde o jornal nacional Sankei, de direita, mostra o apoio para a Abe em 86%, enquanto o jornal Asahi, de esquerda, mostra seu apoio em 14%. O jornal centrista regional Tokyo Shinbum mostra seu apoio em apenas 5%. O seguinte link está em japonês, mas os sinais de porcentagem mostram as lacunas incríveis nas pesquisas de opinião do jornal.

https://news.yahoo.co.jp/byline/yoneshigekatsuhiro/20170620-00072316/

Fontes japonesas da direita dizem que a facção nacionalista Tanaka está se preparando para uma mudança de regime no Japão e que isso resultará na remoção de proxies coreanos que subcontrataram o controle do governo japonês para os khazarianos, desde o final da Segunda Guerra Mundial.

O fato de Abe estar montando um enorme centro de pesquisa de guerra química e biológica disfarçado de Colégio Veterinário Kake Gakuin, expôs a ele e seu regime como criminosos de guerra genocidas. Várias fontes de direita chamaram para informar a este escritor que Abe não viveria mais de três meses.

Enquanto isso, na medida em que os belicistas são removidos do poder ao redor do mundo, sinais de boom da construção estão surgindo. Fontes da SDB na Indonésia, dizem que o governo indonésio está planejando construir uma nova capital para substituir a cidade superlotada e afundanda de Jacarta.

https://www.indonesia-investments.com/news/news-columns/will-indonesia-move-the-capital-away-from-jakarta-java-island/item7957

Por seu lado, o submundo japonês espera uma bonança, já que o governo chinês se prepara para mudar muitas funções de sua capital para uma nova cidade, situada a 150 quilômetros de Pequim. Um chefe do submundo japonês diz que as empresas japonesas estão recebendo contratos lucrativos para o tratamento de lixo e outros trabalhos ambientais na nova capital, porque os chineses querem que o Japão saiba como criar megacidades limpas. Sujeiras sempre surgem alguém precisa limpá-las.

Uma vez que o controle khazariano acabe no Japão, Israel, Arábia Saudita e Ucrânia, o mundo estará pronto para entrar numa nova era dourada.


Autor: Benjamin Fulford 
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais artigos do Benjamim Fulford Aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...