quarta-feira, 30 de agosto de 2017

BENJAMIN FULFORD - "NOS EUA, COISAS ESTRANHAS ESTÃO ACONTECENDO NAS ALTAS ESFERAS, NA MEDIDA EM QUE A MATRIZ DE CONTROLE KHAZARIANO DESMORONA" - 28.08.2017



As pessoas conscientes estão percebendo coisas muito estranhas acontecendo com a grade de informação mundial - especialmente no mundo anglo-saxão - na medida em que contradições e eventos bizarros se multiplicam. Tudo isso são sinais de uma matriz de poder em colapso, o tipo de coisa vista na época da queda da URSS.

Em particular, a primeira coisa a notar sobre os acontecimentos da semana passada é que os EUA, desde 2005, foram atingidos pela primeira vez por um furacão. O presidente dos EUA, Donald Trump, twitou a frase de código para guerra climática: "uma vez em 500 anos" para descrever o furacão Harvey. O fato de ter atingido a terra do clã Bush do Texas, em particular, a cidade de Houston, com inundações devastadoras, torna-se provável de que este seja algum tipo de vingança ao ataque do furacão Katrina em Nova Orleans, projetado por Bush.

Também, pode estar relacionado ao fato de que 16 diplomatas dos EUA e canadenses terem sofrido lesões cerebrais em Cuba, por algum tipo de "ataque Sônico". Essas pessoas podem ter sido atingidas por causa de seus envolvimentos no corte do dinheiro de droga do clã Bush, que estava sendo lavado através de Cuba. Também é interessante notar que os "ataques Sônicos" estão, agora, sendo relatados pela mídia mundial, em vez de serem descritos como delírios de pessoas "usando chapéus de folhas de estanho". 

http://www.zerohedge.com/news/2017-08-25/mystery-deepens-after-us-confirms-16-diplomats-suffered-traumatic-brain-injury-cuban

Em qualquer caso, tudo isso indica que no alto nível, a luta de poder esotérico continua.

Esta luta pelo poder, também, está sendo revelada em anúncios de notícias estranhas e contraditórias sobre o senador dos EUA John "Daesh" McCain. Lembrem-se que, recentemente, tivemos relatos da mídia de que McCain tinha sido diagnosticado com um câncer maligno em seu cérebro! Estes, imediatamente, foram seguidos com relatos de que McCain se recuperou e se reuniu com Senado para impedir que Trump viesse  revogar o Obamacare. Então, depois disso, o USS "John McCain" foi abalroado por um navio cargueiro, matando muitos marinheiros norte-americanos. Agora, estamos sendo informados de que McCain grampeou a Casa Branca e vazou todos os planos das administrações de Trump para meios de comunicações hostis. 

http://itmakessenseblog.com/2017/08/27/the-rat-in-the-white-house-that-has-been-leaking-was-just-exposed-look-who-it-was-omgjohn-mccain/

Como a frase frequentemente usada diz: "Isso não pode ser feito". Todavia, novamente, parece que duas forças antagônicas, realmente, estão fazendo essas coisas.

Existem muitos outros sinais diferentes, além dos relatos contraditórios sobre McCain, louco para indicar que uma luta de alto nível pelo poder está furiosa em Washington DC. 

Na administração Trump, a demissão de Steve Bannon foi seguida pela expulsão do conselheiro Sebastian Gorka. Estas são as pessoas que estavam tentando estabelecer uma linha dura contra o "islamismo radical" (= agentes khazarianos) e a China.

Agora, a facção de direita alternativa "Faça a América grande novamente" da administração está em luta. Fontes do Pentágono dizem que o chefe da equipe de Trump, John Kelly "pode ​​ser forçado a demitir os democratas globalistas Gary Cohn, Jared Kushner e Dina Powell para igualar o placar e apaziguar a base de Trump".

"Jared está sob fogo, por seu fracasso como pacificador sem a solução de dois estados com base nas fronteiras de 1967, que não recebeu apoio do Egito, da Palestina ou mesmo de Israel", observam as fontes. Enquanto isso, "Gary Cohn, já está sob forte pressão para renunciar por colocar sua tribo primeiro, opondo-se as tarifas, apoiando o antifa e os falsos meios de comunicação judeus em sua entrevista no Financial Times que fez Trump explodir”, acrescentam.

Também, há uma incrível pressão sobre o desonesto estado de Israel. O líder israelense e adorador de satanás, Benyamin Netanyahu, foi visitar a Rússia para ser advertido das "linhas vermelhas" israelitas serem atravessadas pela Rússia, permitindo, assim, o aumento da influência iraniana na Síria. Isto foi seguido por uma maciça ofensiva da força expedicionária  israelita/saudita, o Daesh na Síria. A resposta da Rússia poderia ser a disposição de tropas iranianas e do Hizbollah na fronteira israelense. 

http://www.debka.com/article/26200/Russians-brings-Iranians-Hizballah-to-Quneitra

Também, de acordo com a agência oficial de notícias Tass, na semana passada, forças russas "destruíram mais de mil instalações pertencentes a grupos terroristas internacionais na Síria", esmagando a ofensiva das forças israelense/saudita. http://tass.com/defense/961925

Por sua vez, o Catar, uma nação rica em petróleo e gás esfregou sal nas feridas da aliança israelense/saudita, ao restaurar as relações diplomáticas com o Irã e manter seu dinheiro fora dos bolsos da máfia khazariana. 

https://www.nytimes.com/2017/08/24/world/middleeast/qatar-iran-boycott-saudi-arabia.html

Ao contrário do passado, os israelenses não podem mais correr chorando para os EUA em busca de sua proteção, porque o governo militar de Trump, de fato, está farto e cansado de que estados criminosos fiquem criando problemas. Fontes do Pentágono disseram que os militares dos EUA estão trabalhando com os russos, nessa e em outras questões, observando que "a Rússia apoia a junta militar dos EUA, ao nomear o ex Vice-Ministro da Defesa, Anatoly Antonov, como embaixador nos EUA, militarizando as relações entre as duas superpotências".

Fontes do Pentágono, também, tentaram justificar o recente discurso de Trump, anunciando uma continuação aberta da guerra no Afeganistão, da seguinte forma: "O discurso do Trump Afegão, é uma estratégia de saída multilateral disfarçada, em conjunto com as potências regionais, enquanto apoia a Índia em sua escaramuça do Butão com a China". No entanto, neste caso, o velho adágio "siga o dinheiro", é uma explicação mais realista sobre o que está acontecendo. O fato é que o comércio da heroína afegã é: Se você multiplicar os dados da ONU, a respeito da produção de heroína afegã pelo preço de rua norte-americano chegará ao valor de US $ 1,6 trilhão por ano, mais do que o dobro do orçamento militar oficial dos EUA.


Agora, novos denunciantes estão emergindo com descrições detalhadas e concretas de como o comércio internacional de drogas se tornou indispensável para o complexo industrial militar dos EUA na era pós-guerra. O denunciante da CIA, Kevin Shipp e o jornalista investigativo Paul Williams, fornecem uma conta muito detalhada sobre isso no Podcast,  no link abaixo.

https://theintelligencehour.podbean.com/e/the-intelligence-hour-with-kevin-shipp-081417/

O que é interessante sobre o que esses denunciantes do mundo real dizem é que ele chega a ser quase exatamente com o que esse escritor tem ouvido de seus próprios contatos da CIA e da sociedade secreta Asiática. As investigações do mundo real, sem dúvida, mostram que há um nexo de dinheiro da droga de trilhões de dólares ligando a CIA, a loja maçônica fascista P2 do Vaticano, a Coréia do Norte e os gângsteres da Ásia.

Múltiplas fontes asiáticas e outras envolvidas neste link, dizem que esperam algum tipo de grande mudança neste Outono. Isto é o que uma fonte de alto nível na Tailândia, por exemplo, disse sobre os desenvolvimentos relacionados nesse país: 

"Na quarta-feira, dia 23 a [Ex-Primeira Ministra Yingluck] Shinawatra, deixou a Tailândia acompanhada de altos funcionários, num jato particular. Ela está com seu irmão em Dubai."

Como um pano de fundo, esta fonte observa:

"O rei TEVE que dar permissão muito antes do golpe [contra o irmão de Yingluck Thaksin] ter ocorrido, em 2006. Isso permitiu que algumas pessoas tivessem tempo para carregarem aviões com itens "pessoais" como malas cheias de grandes quantias em dinheiro como notas de US $ 1000 de Cingapura e Brunei, as favoritas da elite, bem como alguns quilos de diamantes, lapidados e não lapidados (ajudado por uma parceria de operação de mineração de diamantes em Angola). Algumas toneladas Ouro foram adicionadas lastro. A passagem de Thaksin foi totalmente facilitada do começo ao fim. Ter um passaporte diplomático torna as coisas muito mais fáceis".

"O rei atual, só foi visto em público duas vezes. É dito nos círculos internos do Palácio que ele está com AIDS e que voa para a Alemanha duas vezes por mês para uma transfusão de sangue... Parece haver mais, na extensão de seus tratamentos médicos do que o liberado por seus confidentes mais próximos. A história da AIDS poderia ser uma cortina de fumaça?"

Para concluir, esta fonte informa:

"O futuro da Tailândia e mais recentemente o da Junta, serão conhecidos dentro de 60 dias, uma vez que o que vier acontecer em Washington DC afetará diretamente a Tailândia de todas as maneiras".

Por sua vez, a Sociedade Dragão Branco - SDB, recentemente, foi contatada por representantes de vários grupos, que haviam cortado todas as relações, imediatamente após o assassinato em massa, resultante do ataque nuclear e tsunami de 11 de Março de 2011 no Japão. Estes incluem um alto membro do ramo britânico da família Rothschild, o principal assassino do sindicato Yamaguchi gumi e um alto funcionário do MI6. Todos concordam que algo grande está caindo.

Isto, em parte, embora não exclusivamente, está relacionado ao próximo prazo do pagamento do final do ano fiscal do governo dos EUA. Desta vez, se tomarmos a ação correta, finalmente podemos parar a facção criminosa de khazarianos, em Washington DC, nas suas ações protelatórias. A SDB sabe quem são os jogadores secretos que ainda estão no jogo e pede a todos por sua plena cooperação para que possamos finalmente continuar com o negócio de salvar o planeta.

Aproveitem a última semana de Verão e preparem-se para um Outono provavelmente muito movimentado.


Autor: Benjamin Fulford 
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais artigos do Benjamim Fulford Aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...