segunda-feira, 20 de novembro de 2017

KRYON - "IRMANDADE LEMURIANA" - MINNEAPOLIS, MN - 17.07.2017



Saudações, queridas senhoras! Eu sou Kryon, do Serviço Magnético.

Meu parceiro se afasta. Essas canalizações são ligeiramente diferentes. Elas são diferentes porque são para vocês, a Irmandade Lemuriana (The Lemurian Sisterhood). Na verdade, elas serão ouvidas por outros, mas elas são para vocês. Elas são para aquelas que estão na sala, principalmente. E isso muda de canalização para canalização. As vidas acumuladas aqui representadas, aquelas que fizeram parte da irmandade mais cedo ou mais tarde - são diferentes. Então, as energias de cada uma são únicas.

Quero mudar o nome que dou a vocês. Estou cansado de "Queridas senhoras". Não há outro gênero aqui que não o feminino - não se deixe enganar pela voz. Meu parceiro não consegue lembrar o que estou lhes dizendo, ele tem que ouvi-lo mais tarde. É uma das únicas vezes que isso ocorre. É uma honra para o gênero de que falamos agora. Kryon não tem gênero. Em vez disso, você escuta aquele que dá voz a essa mensagem e que tem um. E esse está escondido, então somos apenas senhoras.

Ouçam, não irei mais chamá-las de senhoras. Há um novo nome. Um que eu usarei, talvez Mele'ha também use, cabe a ela decidir. Quero chamá-las de Irmãs das Estrelas (Star Sisters). Isso é quem você é. E isso é porque o seu ensinamento original veio das estrelas. Isso é quem você é, essa é a origem do conhecimento que você carrega. Você precisava que alguém de outro lugar lhe desse a energia que você carregaria, a informação que você gostaria e que começaria uma linhagem de mulheres xamânicas no planeta.

Hoje, meu parceiro falou sobre o sistema de reencarnação que envolve gênero, quando você vai e volta como gêneros diferentes. Eu vou te dizer isso: as Star Sisters permaneceram femininas por um longo tempo. Vez após vez, isso se repita pois era necessário que você carregasse a linhagem da energia xamânica que era feminina. A informação das estrelas, as Star Sisters. E então, enquanto o restante do planeta poderia ir e vir como gêneros diferentes, você permaneceu como mulher por mais tempo que a maioria. E isso está anexado a você.

As velhas almas que fazem parte da experiência lemuriana original têm uma idéia muito maior de quem são do que a maioria. Às vezes é confuso, às vezes é frustrante. E se eu disser que você andou por este planeta basicamente frustrada e com problemas, porque no fundo você sabia que era uma Star Sister? Você reconhece que a linhagem xamânica está lá, está no seu DNA e, no entanto, você está cercada de problemas. Algumas de vocês são ousadas ​​o suficiente para pensar e dizer: "Bem, isso não deveria estar acontecendo. Eu sou melhor do que isso ". Não de forma egoística, mas dizendo: "Minha linhagem é maior do que a minha experiência atual", e você estaria certa.

Quero desenhar-lhes um cenário. E isso é algo que eu quero que você pense a respeito em razão do que vem a seguir. Como vocês sabem, e nós já dissemos antes, a Lemúria, o pequeno continente de Moo, era o que hoje são as ilhas havaianas, uma ilha inteira, enorme, empurrada por uma bolha de magma neste local que ainda hoje é o Havaí. Tão alto que havia até geleiras sendo formadas. Mais alto do que qualquer outra montanha do planeta. Hoje você pensa no Havaí como vulcões e lava, e também era assim. Sempre este ativo, minhas queridas. Hotspots muitas vezes são assim. O Havaí, em particular, e a Lemúria, em particular.

E assim, aquilo que é vulcânico e as rochas vulcânicas, portanto, são parte de você. E, no entanto, não foi sempre o mesmo. Porque quando a ilha foi empurrada, a borda do vulcão ficava sempre na neve. Era traiçoeiro. Você não ia lá. Hoje você é capaz de caminhar até a borda e jogar coisas e fazer cerimônia... mas antes não era possível, era muito alto. Era muito difícil, estava muito frio, tinha gelo demais.

Mas os tipos de vulcões havaianos não são o tipo que se acumulam e explodem. Muitas vezes, eles carregam um atributo onde eles irão aparecer ao lado da montanha e a lava seguirá para baixo em uma elevação mais baixa até a água. E assim sempre havia lava fluindo até a água. Você poderia encontrá-la sem precisar subir tão alto.

Quero apresentá-las a alguém sem um nome. Ela é uma Star Sister. Talvez ela seja uma de vocês. E ela entrou em um desses lugares de altitude mais baixa onde a lava se expôs. Por muitas vezes, a lava era transportada em tubos subterrâneos, não muito distantes, mas você não conseguia vê-la fluir. Ela tinha que estar em um lugar onde a lava existia, e fluía, onde podia ver. Ela não conseguia chegar muito perto, estava muito quente. Mas ela poderia chegar perto o suficiente até onde, se estivesse passando um tubo de lava, ficaria longe o suficiente onde poderia vê-la fluir.

E ela se dirigiu a esse lugar sozinha. Quando chegou ao lugar, se colocou na borda do canal onde a lava estava fluindo em um tubo. Estava longe o suficiente para não machucá-la, mas estava muito quente. Você a viu tirar algo da saia e depois desenrolá-lo. Uma folha gigante. E naquela folha havia inscrições. Não eram escritos ou palavras - eram pequenas imagens que ela havia inscrito. Ele estava na beira de um galho. Ela permaneceu ali olhando por um momento e com a folha de cabeça para baixo ela a deixou cair na lava. Tinha que cair na lava. Se a folha ficasse presa no caminho para baixo, ela não poderia fazer outra. E para a lava a folha foi. Totalmente e completamente consumida instantaneamente pelo fogo. Você então a viu levantar as mãos, agradecendo e com um grande sorriso. Ela se virou e voltou para a aldeia. Quero que você se lembre disso, em razão do que está por vir.

Star Sisters, vocês carregam informações tão preciosas e ainda estão aí em algum lugar. Quão longe estão, não importa. Ouça, eu vou lhes contar novamente. Somente os humanos contam os anos de forma linear. Em seu akashico tudo é sobre energia, não é linear. Você não precisa ter um maior poder ou energia para recordar - na leitura akashica está tudo junto. Você pode imaginar o que já aconteceu com você, por você, para você, contra você, enquanto você pode ter estado na Lemuria? Oh, eons de tempo, tanto aconteceu. Vida após a vida.

Vocês podem imaginar as crianças que vocês tiveram? Minhas queridas, Star Sisters, vocês podem imaginar as crianças que vocês perderam? É apenas nos dias modernos, que vocês esperam que as crianças vivam. Você sabia disso, não é? Mães, vocês sabem disso. Havia uma boa chance de 50% de que eles não conseguiriam sobreviver. Vocês não davam nome a eles até terem meses de vida - era um outro tempo. Na Lemúria, você esperava que eles vivessem, mas depois disso não mais.

Quem é Você? Pelo que você passou? Há um monte de coisas - que eu chamarei de lixo - que você carrega com você que obscurece e encoberta as preciosas informações das estrelas. E aqui está você em uma reunião da Irmandade tentando o seu melhor para ter uma lembrança akashica de coisas puras espirituais e sólidas das estrelas. O que fazer? Como você pode pegar tudo o que é lixo e decifrá-lo e separá-lo? Separar o joio do trigo? Separar aquilo que é bom daquilo que você não precisa? A luz da escuridão?

Em seu akashico, isso não é difícil para um ser humano avançado fazer. Eu disse a você esta noite que você estará muito perto de seu inato, o grande organizador de informações akashicas. Tudo o que você precisa fazer é pensar em ordená-lo e ele se auto organizará. E você irá começar a fazer parte e lembrar quem você era, mas não agora. Você ainda não chegou lá. Minhas queridas, a lemuriana que você era também não estava lá ainda. Você era simplesmente uma aluna, você não tinha uma consciência elevada até o ponto de sua inata fazer parte de sua biologia. Isso acontecerá mais tarde. O que você tinha em vez disso era uma informação preciosa que realmente manifestava energia - é o que os xamãs fazem. Encoberto ano após ano, vida após a vida, estava o lixo. Não seria ótimo poder separar e identificar o lixo? Então vamos falar sobre isso.

Em primeiro lugar, é possível. Mas nesta energia, ainda é requerido um processo. Mele'ha pode não ter pensado nisso, mas todo o seu treinamento foi em processos. Ela está no momento certo, no lugar certo, capaz de liderar os processos das cerimônias que vocês têm hoje e tiveram nos últimos anos. É parte de quem ela é nesta vida, casando com quem ela era como sua professora. Vocês sabiam que na Lemúria também havia processos? Tão pura quanto era a Lemúria, os processos ainda duraram muito tempo. Somente aqueles que chegaram na primeira onda eram puros. Então a natureza humana e a dualidade criariam o lixo. Experiências que você teria, desapontamentos, trabalhando o quebra-cabeça da escuridão e da luz, mesmo como uma xamã, mesmo como uma xamã, mesmo como uma xamã. Isso criaria o lixo. 

Então, vou dar-lhe um processo que pode parecer familiar até mesmo com coisas que você pode estar fazendo hoje. Aqui está a definição de lixo: qualquer coisa que a impede de ver sua magnificência é lixo, qualquer coisa! Frustração, medos, pensamentos inadequados, falta de fé, falta de confiança, falta de merecimento, é tudo lixo! Camada por camada que você experimentou pensando ser tão grande, enorme.. mas eu quero lhes dizer que não se comparam com a informação pura que vocês receberam das estrelas. E até os dias atuais, tudo isso quer emergir e fazer você entender quem você é.

Hoje você tem linguagem, eloquência, escrita, papel. Eu quero que você comece a escrever, em particular, ou seja, ninguém mais pode ver o que está escrevendo. Você pode fazê-lo com outras em cerimônias se desejar, você pode fazê-lo sozinha, eu quero que você comece a escrever todo esse lixo que dói escrever. Não são seus desejos para o futuro, mas suas frustrações do passado, a tristeza de perder as crianças, a raiva que você teve dos outros ao seu redor - de ambos os gêneros, a raiva que você teve de seus pais - inapropriado você percebe  agora, frustrando-se ao máximo, mais e mais. As coisas difíceis de escrever e descrever, as frustrações sobre as quais você nem quer pensar, que você passou mesmo nesta vida… Coloque em um pedaço de papel!

E quando você pensar ter terminado… qualquer coisa que ainda a separe da magnificência de Deus, qualquer coisa… Quando você pensar que está pronto, eu quero que você o dobre rapidamente para que você não tenha que olhar para ele nunca mais, nunca! E então eu quero que você faça uma cerimônia, esse é o processo. A melhor coisa que você pode fazer é queimá-lo. Você se lembra disso, porque é exatamente isso que a mulher xamã estava fazendo, aquela que era a Star Sister à procura da lava - a melhor coisa que ela poderia encontrar para descartar o que descreveu em uma folha, em um galho, com figuras. Tudo aquilo que foi impróprio que ela viveu e que, com base na informação da estrela, ela sabia que era errado. Ela estava trabalhando sua dualidade, como todos os humanos fazem. E quando ela conseguiu queimar, ela sabia que estaria liberando de seu akashico.

Isso acontece até hoje em certas religiões. O que eles fazem para limpar não tem nada a ver com o pecado, e tudo a ver com a dualidade. E todos vocês têm isso. Já é hora de se livrar do lixo.

Essa é a mensagem. Eu quero que vocês se lembrem disso porque todos vocês fizeram isso, trabalharam também. Porque quando você faz isso, seu inato sente isso. É proposital, é uma consciência cerimonial deliberada e seu corpo sabe o que está fazendo. Seu akashico sabe o que está fazendo. E, no processo, a borracha aparece e as frustrações diminuem. E, finalmente, elas se vão.

É possível apagar coisas da sua memória, do seu akashico? Eu direi isso: o que aconteceu, aconteceu, mas a sua percepção a respeito de sua importância muda! Se você esconder algo no escuro e você cavar um buraco e colocar sujeira por cima, aquilo ainda existe? Sim, porém há seis pés abaixo da terra e é aí a que pertence!

Star Sisters (Irmãs das Estrelas), eu convido vocês, de uma forma ou de outra, para queimar o lixo!

E assim é.


Canal: Lee Carroll
Tradução: Isabela Assis
Veja mais mensagens do Kryon Aqui
Veja mais mensagens em áudio Aqui ou Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...