quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

DREAMA VANCE - "LEVANTE-SE E BRILHE"



Alguns anos atrás, quando estávamos nos mudando de nossa pequena cidade, entramos em um novo supermercado de uma grande rede que acabara de ser construído, o que foi para nós basicamente uma bênção.

Nós paramos para comprar algumas maçãs orgânicas visto que estávamos nos preparando para uma viagem de carro. Fiquei na fila do caixa e observei a mulher na minha frente. Seu carrinho de compras estava cheio de itens em caixas e engarrafados. As garrafas estavam cheias de líquido neon. Não tenho ideia do que realmente havia naqueles frascos, mas ela tinha dois meninos com ela que pareciam ter cerca de 15 e 12 anos, bem como uma pequena garota no carrinho. Eu só posso supor que as garrafas com algo que não poderia ter sido cultivado na natureza eram para as crianças. Os dois meninos estavam ocupados invadindo as bandejas de doces exibidas no balcão e segurando garrafas de refrigerante. Eu também não sei o que havia nas caixas em seu carrinho, mas elas também tinham cores brilhantes e "chamavam a atenção".

Não havia um item de comida VIVA no carrinho. Nem um pedaço de fruta, nem um vegetal era encontrado. Enquanto eu estava de pé e assistia o quadro desta família, meu coração realmente doía por eles. Esta foto ficou comigo e ainda pega pesado no meu coração.

Acredite ou não, nossas escolhas alimentares estão intimamente ligadas à consciência. "Comida" Morta promove uma "cultura da morte", como o Dr. Gabriel Cousens o chama. A comida VIVA promove a vida, e alimenta nossa consciência espiritual. O Dr. Cousens é um conhecido defensor de uma dieta vegana crua, e do aprimoramento espiritual que vem dessa dieta e estilo de vida. Ele tem vários livros sobre o tema, incluindo "Nutrição Espiritual", onde ele fala especificamente sobre como nossas escolhas alimentares afetam os nossossutis órgãos de energia, kundalini e, finalmente, nosso caminho espiritual para Deus.

A comida processada está, francamente, nos matando. Não importa o quanto coisas boas que você coloque no seu corpo, se você ainda está poluindo seu sistema, você simplesmente estará patinando na água, não fazendo avanços.

Pense no seu corpo como uma piscina intocada de água. Quando começamos a adicionar uma gota de tinta preta ao todo, no começo é quase imperceptível. Quanto mais adicionamos, no entanto, mais turva a água se torna. Se decidimos limpar e restaurar a nossa piscina para o seu estado prístino, podemos eventualmente fazer isso adicionando água limpa, mas apenas se pararmos de adicionar a tinta preta.

Melhorar o nosso bem-estar e, portanto, aumentar a nossa consciência espiritual deve envolver dois passos de 1) eliminar as coisas ruins e 2) aumentar as coisas boas que comemos.

Muitas vezes me perguntei o que vem em primeiro lugar, uma mudança na dieta ou uma mudança na consciência. Penso que talvez elas dancem juntas, com um tomando a liderança primeiro e depois o outro. Uma coisa que acontece com certeza é que, quanto mais pura for a comida que você come, quanto mais consciente e sábio você se tornará, e mais emoções surgirão para a superfície para você tomar consciência, e que você terá que lidar.

Alimentos e emoções estão intrinsecamente ligados em todos nós. Na verdade, é uma das principais formas em que somos socializados em nossa cultura. Quanto mais cedo vermos essa conexão entre a comida e a emoção e começarmos a entende-las, mais fácil será fazer nossas próprias mudanças de dieta e mais tolerância teremos em entender os outros.

Estive envolvido no movimento de alimentos crus desde 2002. Como isso aconteceu é uma história para outro momento. Assisti muitos indo e vindo no movimento. Assisti muitos líderes mudar sua música. Embora eu não seja 100% cru, sempre estou movendo-me nessa direção. Isso é como uma luz guia na minha frente, me atraindo para um melhor bem estar e uma consciência superior.

Recentemente, estava conversando com uma amiga enquanto preparava um prato cru e ela olhou para mim e disse: "Você gosta de comer isso". Eu parei e então percebi, que isso me trazia alegria. Comer dessa maneira traz alegria. Em algum lugar da minha jornada durante estes últimos 15 anos, a decisão de comer alimentos mais crus e vivos passou de uma decisão intelectual de fazer boas escolhas para querer escolher, porque me faz feliz!

Antes de ter essa percepção, muitas vezes eu disse a mim mesmo que estava "querendo querer andar". Muitos de nós vivemos presos a esta fase por um longo tempo, seja qual for o assunto, seja fazendo exercícios diários, iniciando uma prática de yoga, aprendendo uma nova habilidade, ou para comer algo mais saudável. Vivemos "querendo querer andar", pensando nisso, talvez até fazendo isso, mas se estamos realmente fazendo isso, é nossa força de vontade e disciplina que nos leva a fazê-lo. Quando finalmente chegamos ao "querer andar", é como encontrar a liberdade! Agora estamos fazendo o que quer que seja porque queremos fazê-lo. Assim como se você quisesse um copo de água, você se levantaria e iria pegar a água. Agora, você está sendo motivado pela própria experiência, e pela alegria e felicidade que sente com essa prática.

Todos nós fazemos escolhas todos os dias. Todos nós fazemos o melhor que podemos com o que sabemos no momento e com as circunstâncias que encontramos. Então, sempre se ame. Sempre ame a comida real que você come, e seja muito grato por isso.

Em breve, falarei sobre como comecei neste ramo da minha jornada, e compartilharei algumas dicas para adicionar mais alimentos vivos ao seu estilo de vida.

Dreama Vance


Autor: Dreama Vance
Tradução: Adriano Pereira - blogluzevida@gmail.com
Veja mais Artigos Aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...