background

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

ARCANJO URIEL / JENNIFER HOFFMAN - "CRIE UM ESPAÇO SAGRADO PARA A GRAÇA" - 20.02.2018



Após as grandes mudanças de energia, do trauma, do drama e eventos mundiais da semana passada, podemos estar preparados para uma semana mais tranquila e teremos que fazer algumas escolhas para conseguir isto. Em primeiro lugar, estamos no último mês do zodíaco, indo para Peixes, antes que comecemos um novo calendário astrológico em Março, quando o sol entra em Áries. E temos toneladas de energia de Peixes para as próximas semanas com os planetas pessoais: Sol, Mercúrio e Vênus e os grandes atacantes Netuno e Chiron. Este é geralmente um período para introspecção, reflexão e meditação, mas com Marte em Sagitário, em quadratura com todos os planetas de Peixes, as coisas podem parecer um pouco caóticas.

Minha interpretação de Marte em quadratura com Peixes é a necessidade de ancorar e de integrar a nossa divindade e humanidade, um tema sobre o qual estive escrevendo durante anos. A Ascensão é uma integração, não uma aquisição, assim estamos trazendo a energia de frequência mais elevada aos nossos campos de energia, podendo recalibrar a nossa densidade da 3D para trazermos nossa luz à 5D. Mas temos ajuda, ao criarmos um espaço sagrado para a graça, a energia que é a nossa fonte e de nossa Fonte.

A Graça é uma bênção da Fonte, um lembrete do fluxo de energia ao seu redor. Ela não é especial ou sagrada, é uma coisa comum e cotidiana. É parte do fluxo da energia de que tudo e todos fazem parte. Está presente na beleza da Terra ao seu redor, percebam-na ou a tomem por certa. O estado da graça está presente quando vocês notam a beleza de uma flor, um pôr-do-sol, a quietude de uma noite de luar, ou um ambiente natural tranquilo. Está presente na inocência do jovem, na sabedoria dos velhos, em um momento compartilhado de conforto, em uma risada compartilhada com alegria. A Graça está presente em todos os lugares, na quietude e no barulho, e é um grande equilibrador quando está presente.

Esta é uma mensagem canalizada do Arcanjo Uriel que tem um significado especial para mim e não a mais positiva. Quando eu estava crescendo, o meu pai costumava me chamar de “graça”, não porque eu fosse a criança mais graciosa, bem o contrário. Mesmo antes de ter que andar de muletas e usar aparelhos enquanto eu aprendia a caminhar novamente depois de ficar paralisada por uma vacina por vários anos, eu estava sempre tropeçando e caindo, principalmente porque eu estava raramente ancorada e presente, assim, os meus pés estavam indo em uma direção, enquanto a minha mente estava em outro lugar. A implicação foi que se eu fosse graciosa, então, eu estaria me movimentando com propósito e fluxo e eu não estaria colidindo com as coisas e caindo. Embora o meu pai não soubesse disto, ele estava me ensinando uma importante lição: que há um espaço para a graça em nossas vidas e que nos beneficiamos ao diminuirmos o ritmo, ao ficarmos ancorados e criarmos espaço e tempo para isto. Assim, quando Uriel fala sobre a graça, eu tenho que mudar a minha interpretação do significado que o meu pai tinha para aquela que se trata de fluxo, tranquilidade e equilíbrio. - Jennifer Hoffman


A Graça é o que torna a vida suportável quando você está oprimido pelos exemplos de feiúra e vulgaridade da humanidade e ela o lembra de que a beleza e a paz co-existem com as circunstâncias mais terríveis. Você pode escolher a graça na mais terrível das circunstâncias e trazer a calma ao caos a sua volta.

A Graça é o que o lembra de que você não está sozinho, que você é orientado e apoiado quando a solidão do seu caminho escolhido pode fazê-lo se sentir como uma ilha em um mar de anonimato. A Graça está presente na quietude e no barulho, na luz e na escuridão, quando você se lembra de que ela é uma presença constante e uma escolha constante.
Ela é o seu refúgio do que o ameaça e o assusta, chamando-o de volta à quietude silenciosa de seu poder e presença.

Ela não pode ser tirada de você, mas você pode ignorá-la. Ela não pode ser extinta, mas você pode se afastar de sua presença. A Graça é infinitamente paciente e esperará que você retorne a ela, o que você faz quando a sua alma está cansada e o seu coração ferido. Quando você cria espaço e tempo para a graça, você permite que a luz de sua divindade se integre a sua humanidade. A Graça o lembra silenciosamente quem você é e revela a sua luz a partir das camadas do medo e do esquecimento que você pode permitir, extinguindo a sua esperança, confiança e fé.

A Graça é o portal de conexão com o Divino, com a sua Fonte e seu centro, que você pode sentir como o nosso anseio pelo “lar”.

Você cria o espaço sagrado para a graça quando escolhe a paz e não o caos, quando deseja estar na aceitação, consciência e na alegria, a cada momento. A Graça não grita para atrair a sua atenção, mas torna a sua presença conhecida. Observe onde a graça procura se conectar com você a cada momento, que são as maneiras pelas quais você está ciente dos momentos de paz, de beleza e alegria.

Você já notou um belo nascer do sol ou o pôr-do-sol? Isto é a graça tentando atrair a sua atenção.

Alguém sorriu para você ou foi particularmente gentil ou atencioso? Você recebeu um presente da graça.

Você teve um momento de alegria, de paz e de segurança em que você se sentiu completamente alinhado e conectado? Você experienciou a graça neste momento. Você também pode ser uma fonte de graça para os outros, quando os lembra da beleza, da paz, do poder e da alegria que estão no mundo. Dê aos outros o presente da graça para abençoá-los com este momento de profunda divindade e compartilhe o espaço sagrado da graça com eles. É o maior presente que você pode dar.

Você é “cheio de graça” quando você cria espaço e tempo para a graça e fica ancorado e presente nesta conexão. Vocês são seres poderosos que podem comandar a energia do universo. E vocês usam este poder da melhor e mais benéfica maneira quando criam um espaço sagrado para a graça, lembram-se da presença constante da graça e permanecem ancorados nele, de modo que estão sempre conectados com o divino, sempre atentos ao fluxo da graça e da abundância que estão presentes a cada momento, e criam o seu espaço sagrado para o refúgio que a graça pode se tornar quando vocês precisam sair do caos e se lembrarem como divinos.


Autor / Canal: Jennifer Hoffman 
Fonte: http://enlighteninglife.com/
Tradução: 
Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais Jennifer Hoffman Aqui e Arcanjo Uriel Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...