background

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

P’TAAH - "ESTA É A MINHA HISTÓRIA? " - 28.01.2018



Questionador: Eu ainda estou pensando nos jogos de que eu participo e como, se estou expressando o que sinto que é o amor por alguém, eles ficam se sentindo magoados com isso, então eu sinto que não os estou amando o suficiente ou completamente, porque se eu estivesse, eles não ficariam magoados por isso. O que eu estou assimilando aí?

P'taah: Bem, você sabe, amado, cada um de vocês tem suas próprias histórias e as histórias de outras pessoas não são de sua responsabilidade.

Questionador: E, no entanto, elas estão refletindo algo para mim.

P’taah: Pela sua resposta emocional, a única coisa que você precisa olhar é a sua própria reação. Fica confuso quando você está assimilando a história de alguém e achando que é a sua verdade. Entende?

Questionador: Isto é sempre difícil para mim.

Questionador: Sim, também é muito difícil para mim, especialmente quando penso que estou sendo bastante amoroso e muito bom, e alguém, particularmente o meu filho, diz: "Você está gritando comigo" ou "Você está com raiva de mim”. E eu não estava, sob qualquer condição. Mas, como você diz, ao que ele está reagindo é sua percepção, está correto?

P'taah: Isso é correto, e você sabe, pode não ser, e de fato, geralmente não tem nada a ver com você. Pode ser que ele teve uma manhã muito estressante, uma discussão com alguém ou algo assim, e nada a ver com você.

Questionador: Eu me esqueço disto e quando assimilo isto, isto me atinge tão rapidamente! Mais rápido do que você pode estalar os seus dedos.

Questionador: Estamos tão acostumados a estar e participar do drama que estamos nele antes de percebermos...

Questionador: Que temos outras opções!

P'taah: Você sempre tem outro momento para parar por um segundo, respirar e se lembrar, "É esta a minha história?" Se não é sua história, você só pode dizer: "A verdade é que eu o amo e sinto muito que você esteja chateado, mas parece que você está perturbado com alguma história sua, e não com uma história minha".

Questionador: Humm...

Questionador: Sim, acho que ser capaz de deixar de me sentir responsável por aqueles que amamos é muito importante ...

P'taah: É.

Questionador: É aí que eu tropeço.

P'taah: Sim. Porque é muito difícil ser um verdadeiro apoio se você assimila as histórias de outras pessoas.

Questionador: Sim, o drama é tão delicioso.

P’taah: É. E novamente, estamos dizendo que não há problema de ficar preso no drama, mas quando já teve o suficiente, pare.

Questionador: Sim.

P’taah: Você pode assistir a uma maratona de filmes, durante todo o dia e a noite toda, mas algum dia você pode sentir que: “Eu já tive o suficiente. Estou sobrecarregado.”

Questionador: Mas para voltar à grande cena, ainda que viemos apenas ter a experiência, eu ainda não consigo me afastar do sentimento de que eu escolhi ter a experiência para que eu soubesse mais o que era o amor.

P’taah: Isto é assim, mas compreenda que você não está em nenhum momento separado do amor. E o amor é a essência de Tudo O Que É, é a própria estrutura do seu ser. Ele não está separado e fora de você.

Questionador: Isto ainda parece um imenso salto, mas  você disse que quando estiver preparado para deixar o drama, ficar em silêncio e entrar no Momento do Agora.

P’taah: Amado, apenas é necessário estar tranquilo, respirar e se lembrar desta verdade.

Questionador: Sim. Assim, parece-me que há realmente duas mensagens muito importantes de nossa pequena conversa hoje. Primeiro, é reconhecer o que está acontecendo e estar no Agora e, então, quando você estiver lidando com outras pessoas, lembrar-se de que, como eles reagem com você é a história deles e não necessariamente a sua.

P’taah: Na verdade e, também, amado, você pode falar sobre o amor, porque todos vocês, todos vocês, conhecem o amor. Bem, nós dizemos a todos vocês. Há pessoas, aquelas que vocês podem chamar de sociopatas, são os pobres que estão tão afastados deste conhecimento do amor que eles são levados a crimes contra a humanidade. Mas dizemos que, para a maioria, não é difícil falar sobre o amor porque o amor é Você. É a sua estrutura. É aquilo que cria a sua existência, momento a momento.

Questionador: Acho que ainda quero que seja um sentimento…

P’taah: Mas ele é tudo, amado. É aquilo que é o sentimento. É aquilo que é a existência. É o que pode ser um conceito intelectual. Ele é tudo. Não há nada que o amor não seja porque ele é Deus/Deusa.

Questionador: Está bem. Eu posso lidar com isto.

Questionador: E o que eu estou realmente tirando de toda esta conversa é ser quem eu sou o suficiente, amar-me o suficiente, não julgar quando achar que não estou sendo isto.

P’taah: Amado, isto é uma grande sabedoria, na verdade.

Questionador: Grato, P’taah. Sim.

P’taah: O Amor simplesmente É.

Questionador: E que coisa gloriosa!

P’taah: De fato, é, amado. Você pode dizer que É Deus/Deusa. Não há nada que não seja, mesmo aquilo que é o medo. Entenda, você pode comparar o medo com um bebê no escuro, mas quando embalado nos braços da mãe, entenda, o amor da mãe apenas engloba o medo.

Assim, amados, nós lhes agradecemos e agora sugeriríamos que tenham um momento de silêncio muito delicioso e apenas façam algo muito lindo para vocês.

Questionador: Oh, P’taah, grato. Farei isto.

P’taah: Namastê, amados.


Canal: Jani King
Quem é P'taah? Veja Aqui
Fonte: www.ptaah.com - ptaah@ptaah.com
Tradução: Regina Drumond - reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais mensagens de P'taah Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...