background

quinta-feira, 22 de março de 2018

SAUL - "SEMPRE SÃO INCONDICIONALMENTE ACEITOS E INFINITAMENTE AMADOS" - 15.03.2018



Na medida em que o processo de despertar da humanidade continua e se intensifica, cada vez mais pessoas estão se tornando inundadas ou sobrecarregadas com emoções, coisas tão profundamente enterradas ou tão fortemente negadas que simplesmente não sabiam que estavam lá esperando por reconhecimento e liberação.

Nenhum de vocês são suas emoções, não são seus sentimentos, apenas os experimentam... Ao se  permitirem que eles surjam. Não podem liberá-los ao se recusarem de experimentá-los e, principalmente mantê-los escondidos, enterrados ou negados por medo de que as dores que eles venham a causar sejam totalmente insuportáveis. Sim, a dor pode ser intensa, extremamente desagradável, mas  não irá dominá-los porque estão longe, muito mais fortes do que qualquer emoção ou sentimento que possa surgir dentro de vocês.

E quando surgirem, o objetivo é lembrar-se que não são vocês. Para isso, afastem-se um pouco para observar e, na medida em que as experiências fluem, não tentem analisar ou descobrir o local de onde elas estão surgindo. São todas memórias de eventos antigos, às vezes, extremamente antigos que foram muito dolorosos no momento em que ocorreram e que, então, foram enterrados e negados, naquele momento e, que permanecem enterrados dentro de vocês, até serem reconhecidos e liberados e é isso que está acontecendo agora.

Pode parecer apropriado anexá-los ou colocar a culpa em eventos que aconteceram nesta vida. Todavia, se estão ou não ligados a eventos em suas presentes vidas ou, estão enterrando profundamente coisas do caminho de volta, eles são do passado e, como bem sabem, agora, neste momento, não estão, realmente, mais sofrendo dor, estão apenas se debruçando sobre uma dor que já não mais está presente e que, ao tentar analisá-la, permanecem nela, criando um círculo vicioso que continua apresentando algo que não existe mais.

O caminho a ser seguido é o perdão, a si e aos outros por segurar a dor e o ressentimento, perdoar qualquer pessoa que tenha lhes causado dor. E, quando realmente perdoam e liberam esses sentimentos, o ressentimento e a amargura desaparecem e surgirá a paz interior, a paz que sempre esteve lá esperando por vocês, afim de remover esses blocos através de suas consciências deles. Lembrem-se que, segurar a dor traz o velho sofrimento para o momento do AGORA, para revivê-lo e, que não há nenhum benefício em fazer isso. Isso só faz com que de forma total e desnecessária venham passar por mais dor e sofrimento.

A vida é um dom divino para se envolver e apreciar. No entanto, a vida como um ser humano, imersos nos jogos que são partes integrantes desse estado, lhes oferece oportunidades para escolherem que podem causar sofrimento e alegria. Alguns que sofreram lesões ou doenças que ameaçaram suas vidas, avançaram para a alegria na medida em que  aprenderem a lidar com essas difíceis questões, enquanto, outros, que aparentemente tinham vidas muito mais fáceis, optaram por se envolver naquilo que lhes desagrada em suas vidas e então parecem "desfrutar" de constante insatisfação ou sofrimento.

Vocês têm um ditado que diz: "a vida é o que você faz dela" e, isso, é definitivamente uma grande verdade. A alegria reside dentro de cada um de vocês e não é experimentada como resultado de eventos externos, objetos ou situações, embora, claro, isso possa, temporariamente, intensificar uma experiência. Fazem escolhas a todo o momento sobre como responder às suas vidas – envolvendo-se com entusiasmo, com resignação ou se recusando a se envolver - e suas experiências combinarão com essas escolhas, trazendo alegria ou satisfação, ou decepção e dor.

Nenhuma vida humana pode ser inteiramente alegre, uma vez que a condição humana, em si, é exigente, na medida em que consequências acontecem devido às escolhas que fazem a todo o momento. Na medida em que crescem, desde a infância até a idade adulta, aprendem muitas lições e suas competências para fazerem escolhas apropriadas também crescem. No entanto, muitas vezes fazem escolhas que, emocionalmente, são conduzidas numa reação imediata para situações ou eventos que surgem.

Quando estão dirigindo um veículo, ocupados com trânsito ou envolvidos em outras atividades em rápido movimento, isso não é apenas apropriado, bem como necessário. É claro que, às vezes, nesse tipo de situações, a escolha errada é feita inadvertidamente e, então, se perdoam por estes erros e continuam em frente. Façam o mesmo com vidas.

Diariamente, definam a intenção de, não só amar o que quer que seja, mas, também, estarem plenamente conscientes, a todo o momento, de modo que uma reação instantânea não seja necessária e que as respostas amorosas possam ser apresentadas para lidar com quaisquer questões que surjam. Quando vivem, como se a vida estivesse fluindo muito mais suavemente e a necessidade emocional de estar no controle, ou a sensação de que tenham  perdido o controle, devido a um sentimento de aborrecimento acontece com muito menos frequência.

Quando escolhem viver em consciência amorosa, a necessidade de se apressar ou de arremetida torna-se menos intensa e, então, irão realizar o que planejaram com maior facilidade, eficiência e satisfação.

No mundo de hoje, a vida parece não só ser muito acelerada, mas, também, estar acelerando, de modo que parece haver pouco tempo ou espaço para suas necessidades pessoais e essenciais serem cumpridas e honradas. No entanto, durante seus dias muito ocupados, podem disponibilizar um tempo para entrar e relaxarem na paz amorosa que é o estado natural de todos vocês. Esse estado é o que cada um de você é e, descansando nele por um breve momento - por exemplo, enquanto espera que o semáforo mude, ou entre paradas no metrô - renova e revitaliza.

E, claro, as visitas matutinas e noturnas a esse sagrado santuário interior, onde A amor reside de forma permanente, realmente permitem que fortaleçam suas determinações e intenção de Amar o que quer que seja.

Quando dedicam um tempo para essas visitas,  saibam  que são totalmente apoiados por suas equipes nos reinos espirituais, então as convide para compartilhar esse espaço com vocês, uma vez que elas voluntariamente irão. Irão  sentir  suas presenças amorosas se, simplesmente relaxar e se permitirem. Nenhum esforço, de qualquer tipo será exigido de vocês. Tenham apenas a intenção de deixarem de se envolver com o fluxo interminável de pensamentos em andamento, enquanto se instalam nesse santuário interior e sagrado e perdoem-se, sem julgamentos, quando forem pegos por eles.

Lembrem-se, não importa o que esteja acontecendo em suas vidas, são sempre e incondicionalmente aceitos e infinitamente amados, porque o Amor de Deus para com todos vocês é constante e imutável.

Com muito Amor, 

Saul.


Canal: John Smallman 
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Veja mais mensagens do Saul Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...