background

quarta-feira, 18 de julho de 2018

JULIE REDSTONE - "A CORAGEM DE SER CONSCIENTE" - 05.07.2018



Nós prestamos atenção seletivamente a coisas diferentes ao longo de cada dia, e para onde nossa atenção vai, assim também nosso senso da realidade em que vivemos. O pensamento não é apenas um estado interno. É também um ambiente em que vivemos, definindo nosso senso de realidade. Se nos concentramos em problemas com os quais nos deparamos com um sentimento de ansiedade ou pressentimento, então o meio ambiente em que vivemos conterá essa ansiedade e a refletirá de volta para nós. Se escolhermos estar conscientes dos aspectos da vida que precisam do nosso amor e da nossa ajuda para curar, então a nossa realidade exterior refletirá isso de volta para nós. Iremos ver, ouvir e sentir mais oportunidades para ampliar o amor e a cura. Nós escolhemos com a nossa intenção, e cada escolha que fazemos é importante.

Hoje, nosso mundo precisa muito de nossa atenção e de nossa consciência. Estamos aqui para contribuir com a soma total das forças de mudança que levarão a um mundo mais cheio de luz, a um mundo em que o amor pode predominar sobre o medo e em que as forças para unidade e colaboração podem predominar sobre as forças que buscam separação e isolamento. Isso é verdade no nível nacional e global. Também é verdade para nós individualmente.

No entanto, a fim de estarmos conscientes da maneira expandida que estar ciente dos outros envolve, e especialmente de estarmos cientes do sofrimento dos outros, devemos criar um espaço interno para que isso aconteça. Devemos escolhê-lo e, quando a escolha envolve a comunicação com os outros, precisamos ter a coragem de dizer o que mais profundamente acreditamos ser verdadeiro, mesmo diante daqueles que podem discordar de nós. Essa coragem nasce do nosso compromisso de sermos uma força para o bem no mundo, não apenas para desejarmos que o mundo reflita o bem, mas para participarmos, ajudando a mover o mundo em direção a essa bondade.

Nós somos bem intencionados. Desejamos um mundo mais pacífico e amoroso. No entanto, algo nos impede de reconhecer nosso próprio potencial como agentes de mudança, não apenas através da atividade externa, mas através de nossa própria consciência. Toda consciência afeta todos os outros. Toda consciência afeta as pessoas ao seu redor, mais ainda quando o conteúdo verbal é também comunicado e compartilhado. Esta é uma visão da mudança que é fundamental para nos capacitarmos a nos tornarmos mais conscientes. Baseia-se na crença de que: nós somos importantes.

Nós importamos. Tudo o que fazemos importa. Não existe tal coisa como ser neutro em um mundo em que tudo e todos estão interagindo. Nossa indiferença, inconsciência, negligência, dormência, sonolência e evitação são todos comunicados como energias que se irradiam de nós, se expressamos palavras para esse efeito ou não. Nós importamos. Somos transparentes à rede da vida da qual fazemos parte.

Hoje, em particular, à medida que as forças de separação, isolamento, polarização e medo de um grupo em relação ao outro se fortalecem, importa mais do que nunca que tenhamos a coragem de sermos conscientes e a coragem de permanecermos alinhados com os valores da bondade. e amor que nós mantemos. Pois, de tudo o que podemos estar conscientes, o que está sendo  substituído pelo medo e pela falta de esperança é a consciência da importância do amor que afeta nossa vida individual e coletiva. Em seu lugar, a desconfiança, a inimizade e o desejo de simplesmente cuidar de nós mesmos e deixar que os outros façam o mesmo estão sendo levados adiante.

Nesse meio, é mais importante do que nunca que defendamos conscientemente  a luz que neutraliza essas forças, e que nos importemos com aqueles que estão sofrendo, quer os conheçamos ou não. É o momento, amados, que cada um de nós permaneça firme na luz de nossa própria verdade mais profunda, e não darmos poder às forças da dúvida que nos dizem que não nos importamos ou que não temos o amor suficiente para fazer uma diferença.

O amor está no centro do nosso ser, sintamos isto ou não. Estar com aqueles que estão sofrendo, hoje, é um ato de amor e faz parte do movimento de expansão da luz que está ocorrendo atualmente. Acredite na verdade que seu coração carrega. Leve-a adiante para aqueles que você encontrar durante o dia, sem pedir que retribuam. Você é uma luz ardente de consciência, amado, e em suas mãos e nas mãos do Divino está o destino do mundo.

Com as mais profundas bênçãos e gratidão 

Julie e aqueles que servem à Luz.


Auxilie curtindo e compartilhando essa matéria no rodapé da postagem, para que ela possa alcançar cada vez mais Sementes! Gratidão! ❤

Autor: Julie Redstone
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Veja mais Julie Redstone Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...