background

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

CRISTINA CAIRO / LINGUAGEM DO CORPO: SÍNDROME DO PÂNICO




Nós atraímos o medo (seja de pessoas, de sair na rua, estar sozinhas) quando somos capazes de absorver toda forma negativa de entender as situações. Atraímos medo em lugar de coragem quando queremos dominar situações e nos damos conta de que não podemos controlar nada, nem ninguém. As pessoas com síndrome do pânico costumam parecer "coitadas", quando na verdade são muito "certas do que querem e do que fazem". Mas como elas não se contentam consigo e precisam controlar a vida dos filhos, do cônjuge, dos irmãos, dos pais (querem controlar cada pessoa e cada situação) e não conseguem, acabam "perdendo o controle", acabam por se desequilibrar emocionalmente. Enquanto não entender que não pode controlar as pessoas e as situações nem em seu presente e nem em seu futuro, elas continuarão com medo do que pode acontecer a qualquer momento. Elas só se livrarão desta doença quando acreditarem nas diferenças, nas coisas e nas pessoas em sua individualidade e natureza, quando virem o lado positivo das situações, quando não se sentirem tão vulneráveis ao outro, quando tomarem posse de si, quando encontrarem beleza no viver, quando quiserem tomar conta de si e não do outro ou do futuro que nunca vai acontecer - a verdade é que só temos o presente e tudo o que ela imagina "que poderia acontecer", é tudo ilusão - ela querendo controlar até o futuro nem que seja para esperar o pior dele.


Veja mais Cristina Cairo / Linguagem do Corpo Aqui

Poderá também gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...