background

quinta-feira, 4 de junho de 2020

Sarah Varcas - "Eclipse Lunar em Capricórnio"


Este eclipse será o primeiro dos três desta temporada de eclipses, que também incluirá um eclipse solar em Câncer, em 21 de junho de 2020, e um eclipse lunar em Capricórnio, em 5 de julho de 2020. Todas as datas estão em GMT

Este eclipse lunar de 5 junho levanta a questão de dependência e condicionamento. Em Sagitário, ele potencializa a transferência do poder da elite de especialistas, transferência esta que foi desencadeada pela chegada do Nodo do Norte em Gêmeos no mês passado. Tendo como pano de fundo, em todo o mundo, as recentes restrições sociais e interpessoais sem precedentes – calorosamente contestadas em alguns lugares – agravadas ainda mais pelos protestos e tumultos relacionados à morte de George Floyd pela polícia dos Estados Unidos, este ciclo de eclipses nos alerta para uma florescente mudança de perspectiva, prevendo desafios cada vez maiores para as autoridades, partindo do povo que simplesmente já aguentou demais.

O Símbolo Sabiano para o grau deste eclipse fala de gaivotas sobrevoando um navio na expectativa de alimento. Certamente essa não é a fonte de alimento mais natural para gaivotas, mas é conveniente e confiável. E é por isto que elas fazem isso. Se algum dia você comeu sanduíche na praia, deve saber o quanto é rápido tornar-se o foco da busca por uma refeição fácil, e o quanto é fácil conduzir um bando de aves famintas pela praia, caso você saia para caminhar enquanto está comendo.

Estas imagens transmitem um alerta: se nos tornarmos dependentes de um suprimento único (seja do que for), a fonte desse suprimento poderá nos controlar e nos conduzir para onde ela quiser que cheguemos, antes mesmo de percebermos que estamos sendo levados. Com nosso foco voltado para a satisfação e a segurança de uma refeição fácil, nós negligenciamos a gradual mudança do cenário e a distância que vai se desenvolvendo entre onde costumávamos estar e onde viemos parar. Em Sagitário, nós nos alimentamos de informação e aprendizado, de conceitos amplos, de conjuntos de conhecimento altamente sofisticados e de experiência aprimorada. Sagitário é o signo associado à lei, à religião e à medicina: três instituições que moldaram nosso mundo moderno de várias maneiras. Esse eclipse é um excelente momento para refletirmos sobre até que ponto nós lhes demos poder para determinar o que é importante em nossas vidas, e se agora não seria o momento de expandir nossa perspectiva para além do que essas instituições querem que acreditemos.

Uma aliança entre Quiron, Urano e Mercúrio, no momento deste eclipse, revela novas perspectivas. Mas, para nos beneficiarmos delas, devemos reivindicar o direito fundamental de respeitar nossa própria experiência e não permitir que ela seja descartada, ridicularizada ou silenciada caso seja contrária à sabedoria que nos é oferecida no momento. Isto exige coragem num mundo em que as pessoas estão sendo demonizadas e desacreditadas por ousarem questionar a “linha do partido” e refletir mais profundamente sobre a narrativa que a está alimentando. Mas, se algum dia houve um momento para a coragem, esse momento é agora! – Pensamento corajoso, discurso corajoso, corações corajosos abertos a um mundo novo, no qual não nos é dito como as coisas são, mas, ao contrário, nós mesmos discernimos, refletindo sobre muitos pontos de vista e – talvez o mais importante – ouvindo nossa voz interior que conhece a verdade.

Atualmente Mercúrio está se preparando para tornar-se retrógrado em Câncer, no dia 18 de junho de 2020. Entre este eclipse e esse momento, faríamos bem em SENTIR o que está acontecendo em nosso mundo neste instante; deixar nossa intuição guiar-nos para o conhecimento profundamente fundamentado. Quando Mercúrio estiver retrógrado e os dois eclipses seguintes ocorrerem, teremos a oportunidade de reajustar nosso conhecimento interno de acordo com as informações que vierem a nós. Mas só poderemos fazer isto se oferecermos à nossa intuição uma plataforma a partir da qual ela possa falar, e recuperarmos o poder investido nos especialistas, à medida que eles determinem o que nossa experiência deveria ser.  

Enquanto nos encontramos neste ponto da história humana, haverá escolhas significativas a serem feitas, e cada um de nós deverá fazê-las da melhor maneira possível. Esta temporada de eclipses nos revelará o lado sombrio das fontes de informações prontamente aceitas – interesses ocultos, suposições imprecisas, agendas secretas – mas também trará à luz novas fontes de conhecimento, antes eclipsadas pelo poder da sabedoria imposta e “verdades” inquestionáveis. O caminho à frente permanece repleto de obstáculos e a batalha pelo domínio sobre a mente coletiva continua inabalável. Este eclipse lunar é apenas o começo e há muito a ser revelado e digerido antes que possamos decidir, coletivamente, a qualidade do nosso futuro.

Saturno agora está retrogradando através de Aquário, antes de retornar a Capricórnio em julho. Vocês podem ler mais sobre o que isto significa para nós em termos de liberdade de pensamento e de expressão aqui (em inglês: https://astro-awakenings.co.uk/the-astrology-of-2020-part-4-the-role-of-saturn). Mas, ao encontrarmos este eclipse, é bem possível que sintamos uma agitação interna, uma demanda mais insistente por informações que desafiem a narrativa dominante, e uma necessidade crescente de fazer alianças com outras pessoas que percebam uma verdade mais premente subindo à superfície. Pois, diante de tudo o que está acontecendo neste mundo hoje, somos nós, o povo – e não a elite privilegiada, com interesses investidos em nossa obediência à sua causa – que podemos e devemos decidir a forma que nossas vidas assumirão a partir daqui.  


Autor: Sarah Varcas 
Tradução: Vera Corrêa - veracorrea46@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/AstroAwakenings
Veja mais Artigos Aqui