quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Atendimento: Meditação terapêutica (Com Luís Fernando Rostworowski)



Meditação terapêutica é, na realidade, um pleonasmo, pois meditação é, por si só, terapêutica. Este nome está sendo usado desta forma para identificar o modo como a meditação neste trabalho é abordada.

Terapia é todo cuidado que traga cura, sendo assim, a meditação é uma incrível prática terapêutica, pois sua capacidade de cura é infindável, uma vez que ela permite ao ser que medita ir mais fundo dentro de si mesmo e encontrar sua poderosa fonte interior.

Neste trabalho em particular, o indivíduo receberá um programa de meditação que será adequado às suas necessidades particulares. Uma investigação será feita, para identificar quais pontos devem ser trabalhados e quais ações levarão à sua cura emocional, mental e física.

O Buda nos ensinou que há quatro nobres verdade: a verdade do sofrimento; a verdade da origem do sofrimento; a verdade do fim do sofrimento; e o caminho que leva ao fim do sofrimento.

Por que o sofrimento é uma verdade nobre? Porque é ele quem nos leva para dentro de nós mesmos. Até um dado momento, tendemos a ignorar nosso sofrimento e suas causas, vamos seguindo como se nada estivesse acontecendo. Chegamos em um ponto, porém, que já não é mais possível prosseguir carregando sofrimento, então decidimos reconhecê-lo e olhá-lo de frente.

Baseados nisso, vamos identificar nosso sofrimento, acolhê-lo e tomar consciência de nossa dor. Isso é importante, porque a maioria de nossas dores foram soterradas por muitas camadas de inconsciência, para serem abafadas. Embora esse mecanismo seja útil em alguns momentos de nossas vidas, seu efeito colateral é muito negativo: ele entorpece nossa consciência e nos deixa alienados de nós mesmos. Inconscientes de nós mesmos, não seremos capazes de acessar nossa dor, porém não seremos capazes de curá-la e de entrar em contato com nossa fonte de felicidade interior.

Identificado o sofrimento, agora é hora de encontrar o que o tem gerado. Algumas causas de sofrimento nós já temos conhecimento, porém não conseguimos a coragem necessária para parar de movimentar tais causas. Deixar claras as causas de nossas dores é muito importante, para que possamos interromper a geração de tais causas. Algumas causas são mais fáceis de serem paradas, já outras nos requer mais força para parar, pois estas são geradas a partir de uma autoimagem que sustentamos, ou mesmo são prazeres temporais que, após seu efeito anestésico, nos causam sofrimento maior.

Por fim, criamos a coragem e a determinação necessárias para seguir o caminho que irá nos livrar do sofrimento. Nesta nobre verdade, o Buda nos entregou o Caminho Óctuplo, para ser empenhado por todos os buscadores da felicidade.

Para mais informações, entre em contato pelo e-mail: lfrostw@hotmail.com - As meditações terapêuticas podem ser feitas via Skype, ou presencialmente, na cidade Curitiba – PR.

Caso a minha resposta não chegue em sua caixa de entrada, verifique no spam / lixo eletrônico.

Gratidão!

Luís Fernando Rostworowski



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...