segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Mãe Maria - "As cinco fases da aceitação do EU Autêntico e o socorro da Mãe Maria" - 30.09.2016


Gabriel: Por favor, queridos, leiam na sintonia dessa música abaixo. Eu particularmente recomendo que coloquem a música em uma altura agradável e leiam em seguida a mensagem em voz alta. Poderão sentir maravilhosas vibrações de luz em seus corpos. 


Franz Schubert - Ave Maria (Instrumental)

----------------------------------------------------------------------------------------------------------


Amados Filhos,

Que as bênçãos do Amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações. 

O tempo urge para que possais vos adaptar à nova maneira de ser. Novos padrões se estabelecem a nível de alma e precisais manifestar o que verdadeiramente sois, na superfície.  O subjacente não ditará o ritmo na nova energia, pois fazem-se necessárias a clareza e pureza de sentimentos. Faz-se necessário que o vosso verdadeiro EU se expresse para que outros irmãos vos sigam o exemplo. Permiti, pois, que não haja nada que venha a encobrir a vossa essência mais pura, desejosa de se manifestar nesta era que, por livre arbítrio, escolhestes participar.

Observai, amados, os exemplos daqueles que dão testemunho diariamente do Amor mais puro e aprendei - já vos tenho dito, repetidamente. Confiai que vosso EU mais puro deseja manifestar-se e estais, de alguma maneira, a sentir os efeitos da ancoragem que tem garantido que obtenhais êxito na vossa sublime tarefa: SER UM EXEMPLO DE AMOR. 

Alguns de vós experimentais o conflito entre vossos Eus... aquele que se ancora, e aquele que é necessário que se dissolva. O vosso eu inferior, baseado nos sentidos humanos de ser, e cheio de ideias pré-concebidas por gerações; o eu que por vezes vos atormenta a alma quando colocado, frente a frente, com o NOVO. O eu que não aceita aquilo que não tem controle, mas inquieta-se e tenta, de alguma maneira, perpetuar o velho padrão de ser. Oh, amados, como vos vejo atormentados, por vezes, a lutar contra o velho, quando só precisais abraçá-lo, dizendo com todo Amor: "Sou grato por tudo que a mim serviste, e sempre serei. Vai em paz." - E repetir quantas vezes forem necessárias até que não mais sejais atormentados pelo velho que se vai. Mas abri-vos, a partir daí, para o novo que ancora em vós. 

Cinco, amados, há cinco padrões mentais que experimentais durante o abandono do velho e a permissão do novo. Observai, pois, que estais, sem dúvida, inseridos neles:

NEGAÇÃO - Negais, pois, quando começais a ver novas energias a circundar-vos. Negais os novos sentimentos, negais vosso EU autêntico emergindo. Costumais, nesse caso, a dar ouvidos à vossa mente e nela confiar, tentando fugir, de alguma maneira, do novo que bate à vossa porta. Procurais agarrar-vos em tudo que podeis para manterdes o velho. É o medo!... Oh, o medo! Medo de desprender-vos do velho eu coloca-vos em negação de quem realmente sois e faz-vos negardes o vosso EU autêntico. Amados... vãos esforços... pois o vosso EU virá, e não tereis como evitar isso. Chamai-me, chamai-me para que eu possa acalmar-vos. 

RAIVA – Oh, amados, por que lutais para vos manter no velho? Caís, pois, na raiva, porque não tendes controle sobre o que é necessário para vós. Quando estais inseridos e identificados com vosso eu inferior, cair-vos-ei sempre em conflitos e raivas. Raivas, pois vosso eu inferior não pode conter a chegada do EU autêntico e, se vos identificardes com vosso eu inferior, criareis energias desnecessárias e adoecereis na raiva.  A raiva corrói vosso fígado, suja vosso sangue, inibe o trabalho dos anticorpos e dificulta os batimentos cardíacos. Não caiais em raiva por aquilo que não podeis controlar, mas antes, chamai-me para que eu possa acalmar-vos.

BARGANHA – Enfrentais tantas coisas quando estais identificados com vosso eu inferior!... Procurais também negociar, de alguma forma, para que possais manter-vos no velho, ou mesmo ir para o novo, sem ter de abandonar o velho. Oh, queridos!... Confiai, amados, confiai no processo que está em andamento em vós. Deixai, pois que o novo se instale sem medos, e ser-vos-á dada toda força, se assim desejardes. Barganhar!... Quantas e quantas vidas precisastes barganhar por algo?  Quantas vezes precisastes enfrentar situações onde, para vós, a barganha era, ao vosso olhar, a única saída? Oh, queridos! Deus não faz trocas. Deus não barganha: Deus É. E o que chega a vós é apenas o vosso EU mais puro, que pede espaço para que possais vos manifestar livremente. Saiais, saiais da ilusão do eu inferior. Chamai-me, chamai-me para que eu possa acalmar-vos.

SILÊNCIO – Vistes que não era lícito lutar contra o que é inevitável. Olhai para o vosso passado, para todas as fases de vossa vida e vede que sois impotentes. Não podeis impedir que o novo se instale. Não podeis agregar o velho no novo. Não podeis perpetuar o velho por cima do novo, ou o novo por cima do velho, não podeis. Mergulhai, amados, mergulhai no silêncio do vosso interior. Entregai-vos à solidão e ali começais a perceber que todos os esforços do velho eu foram em vão, pois o novo é amoroso, pacífico e manso. Chega suavemente, ganhando espaço e o velho não pode manter-se. Por vezes, caís-vos em profunda depressão com a ideia de impotência em meio à situação em si, acreditando que sois fracos. Essas ideias são dadas pelo velho eu, que ao sentir afogando-se no Amor do novo, suplica para manter-se no velho padrão. O que é negado, pois tudo é Amor, e nada que não seja Amor é pura ilusão. Chamai-me, chamai-me para que eu possa acalmar-vos no vosso silêncio conflituoso.

ACEITAÇÃO E ENTREGA - Amados filhos, aqui estais a vos abrir para o novo, completamente, já confiantes e determinados a irdes adiante, a mergulhar no grande oceano de Amor sem fim. Começais a perceber o verdadeiro sentido da aceitação, entrega e confiança. Começais, pois, a ver que somente o Amor é o caminho, e que apenas cansar-vos-ia se continuásseis a nadar contra a correnteza do Amor. Quantas vezes vos disse que vi eras, que vi tudo que possais imaginar, meus filhos, e em nenhum momento ousei ir contra o fluxo, pois sabia, no mais íntimo do meu ser, que tudo segue uma lei, que tudo é como é. Que tudo é Luz e experiência. Aqui, amados, estareis certos de que não tornareis a cair novamente, pois já passastes por tudo que precisáveis passar, e a partir daqui é mais Luz em vosso caminho. A partir daqui sereis os portadores da tocha. A partir daqui sereis aqueles que guiarão muitos. E assegurar-vos-ei que assim seja. 

Buscai a unificação com vosso EU e permiti sua manifestação na realidade atual, para vos garantir a Ascensão completa na Luz. Que a Lei da Graça vos banhe, assegurando-vos da "não-culpa", assegurando-vos do "não-pecado", assegurando-vos da compreensão de que tudo que passais são apenas experiências.  E avançai, avançai, amados!

Novamente vos alerto para meu desejo de manifestar-me em "aparições" pelo mundo a fim de tocar os corações daqueles mais profundamente adormecidos. Desejo me fazer visível aos olhos do mundo, começando pela grande basílica de São Pedro. Não olheis para vossa linearidade, mas esperai no coração. Eu vos amo, lembrai-vos, lembrai-vos sempre de meu Amor por vós e que, de maneira nenhuma, recebereis algo diferente de mim.

Bem-amados, eu vos deixo agora, derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos em meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, a Vossa Mãe. 

Gabriel RL: Gratidão sempre, amada Mãe! (Lágrimas...)


Veja mais canalizações minhas Aqui
Veja mais mensagens de Mãe Maria Aqui
Revisão de texto: Luis Fernando Rostworowski e Solange Yabushita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...